Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

31
Ago20

Novidade - "Segunda Fundação - Fundação - Livro 3" de Isaac Asimov

adad.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Depois de anos de conflito, a Fundação está em ruínas - destruída pelo poder mental do Mula, o mutante cuja existência Hari Seldon não conseguiu prever. Mas há rumores de que, algures nos confins da Galáxia, existe uma Segunda Fundação, criada para preservar o conhecimento da Humanidade durante os séculos de barbárie. O Mula não a conseguiu encontrar da primeira vez, mas agora está certo da sua localização.

O destino da Fundação reside na jovem Arcadia Darell, com apenas catorze anos, e a braços com um terrível segredo. Enquanto os cientistas se preparam para um confronto final com o Mula, os sobreviventes da Primeira Fundação dão início a uma busca desesperada. Também eles querem que a Segunda Fundação seja destruída… mas por razões completamente diferentes. Em 1966, a série Fundação foi eleita a melhor série de ficção científica de todos os tempos.

Críticas
 
«O conceito extraordinário e grandioso que está na base da obra de Asimov foi o que originalmente me atraiu para a ficção científica.»
Brian W. Aldiss
31
Ago20

A autobiografia de Bill Clinton, "Wolf Hall" e a outra wishlist

bill.png

Já aqui mostrei inúmeras vezes a minha wishlist que inclui os principais livros que tenho debaixo de olho. Normalmente são novidades, ou próximo disso, e livros que ainda estão em pré-venda.

Acontece que, inconscientemente, tenho também um género de “wishlist permanente” de outros livros, normalmente mais velhos, mais caros ou muitas vezes esgotados, cuja compra foi sendo adiada e que meia volta vem à baila, e eu lá vou fazer uma pesquisa para ver se está disponível no OLX, ou noutras plataformas.

Nas últimas semanas tive a sorte de encontrar dois que já perseguia há muito: “A Minha Vida”, a autobiografia de Bill Clinton, que foi editado há vários anos pela editora Temas & Debates, e que está há muito tempo esgotada/descontinuada e "Wolf Hall" que foi editado pela editora Civilização e que também não estava disponível para compra (entretanto vai ser reeditado pela Presença).

Provavelmente não serão uma leitura imediata, mas são daqueles livros (cada um terá os seus) que sinto que teriam mesmo de fazer parte da minha biblioteca. Por um lado a biografia do um homem pode ter feio muita coisa mal, mas no qual continuo a ter muita curiosidade, nomeadamente nos anos da sua presidência e por outro um livro do qual todas as pessoas que conheço que já o leram dizem maravilhas.

O passo seguinte é passar a “wishlist permanente” para o papel, já que hoje só está na minha cabeça e apenas a espaços me vou lembrando dela. Receio que chegue facilmente às dezenas...

29
Ago20

Novidade - "Cidade Infecta" de Teresa Veiga

dasd.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Numa pequena cidade do interior, onde a vida segue os trilhos da tradição, a tranquilidade dos moradores é violentamente interrompida pelo assassínio de uma mulher, e as ruas pacatas ganham sombras suspeitas sempre que cai o entardecer. Raquel e Anabela nada teriam em comum, não fosse uma determinação férrea em conduzir a vida familiar e a frequência de um curso de informática.

Mas apesar de diametralmente opostos, ou precisamente por isso, os seus traços de carácter acendem de imediato a chama da amizade. Quanto estão prestes a desvendar uma à outra os seus mais inconfessáveis segredos, eis que se abate sobre Oliveira uma nova e devastadora tragédia.

29
Ago20

Novidade - "Histórias do Arco da Velha"

rftg.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Antologia de contos infantis organizada por António Botto. Inclui "O menino recompensado", um conto que transmite valores como o altruísmo, a coragem e a resiliência.

A coleção Educação Literária reúne obras de leitura obrigatória e recomendada no Ensino Básico e Ensino Secundário e referenciadas no Plano Nacional de Leitura.

29
Ago20

Livros que chegam até ao Ministério – “A Menina Dado”

dadada.png

Hoje, através da rubrica “Livros que chegam até ao Ministério” partilho um livro infantil, “A Menina Dado” que chegou até mim através da sua autora, Alexandra Balugas.

Já tive oportunidade de ler e achei particularmente bem conseguido. Deixo abaixo a sinopse do livro assim como o link para o site da Amazon onde está disponível em formato de papel e ebook. Mais informação aqui.

Sinopse:

Era uma vez uma menina chamada Alexandra Dado. Será que essa menina tinha esse nome porque tinha o corpo em forma de cubo? Não. Ou será que essa menina tinha a cabeça quadrada?

Ela tinha esse nome porque o pai queria que o objeto, o dado, fosse o seu brinquedo mágico, que a ligasse ao mundo dos desejos.

Esta é uma história sobre brincadeiras com dados, livros que guardam cartas, e mensagens sobre o misterioso mundo dos desejos! Ou será que é a vida que é misteriosa?

Enfrentar o mistério permitir-nos-á encontrar uma camada de pó que antecederá a magia. Por outro lado, se o ignorarmos, permaneceremos ao lado do que poderíamos ser e ter.

28
Ago20

Novidade - "Rainha Vermelha" de Juan Gómez-Jurado

sdddadad.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Antonia Scott não é polícia, nem criminologista. É uma mulher com uma inteligência fora do comum que trabalha na sombra e que já resolveu crimes difíceis. Mas, após um acidente com o marido do qual se sente responsável, decide que não o tornará a fazer.

Jon Gutiérrez é um polícia que cometeu um erro que ameaça acabar com a sua carreira. Tem como missão, convencer Antonia a sair da reclusão para resolver um crime misterioso.

Um fenómeno literário, com mais de 450 mil exemplares vendidos em Espanha, traduzido em 40 países.

Críticas
«Respire fundo antes de começar a ler. Não terá tempo de o fazer até ao fim.»
Javier Sierra

 

Críticas de imprensa
 
«Os leitores vão ficar rendidos perante Antonia Scott. Esta personagem é, sem dúvida, o melhor que apareceu no thriller internacional nos últimos dez anos.»
ABC

«Os livros de Juan Gómez-Jurado estão traduzidos em 40 países e já vendeu milhões de livros. Divirtam-se e leiam um livro diferente.»
El País

«Juan Gómez-Jurado agarra irremediavelmente o leitor.»
Booklist
28
Ago20

Audiobook - "Everybody Lies" de Seth Stephens-Davidowitz

81tgb3AaT7L.jpg

Mais sobre o audibook aqui e sobre o livro em português aqui

Mais um audiobook terminado (cinco de viagens de carro para o trabalho ajudaram de sobremaneira).

Tive conhecimento desde livro há já algum tempo e apesar de não ter ficado na minha wishlist ficou, por assim dizer, registado.

Recentemente li uma artigo por acaso onde o livro era mencionado e pensei que seria uma bom livro para ouvir eu áudio.

Sobre o livro em si, devo confessar que me é fácil falar sobre ele, mas não me é assim tão fácil ter uma opinião definitiva.

A lógica subjacente ao livro é que, se analisarmos o “bigdata”, nomeadamente essa colossal fonte que são as pesquisas no Google (por onde o autor passou com funcionário), chegamos facilmente à conclusão que as pessoas mentem porque as suas pesquisas não vão ao encontro daquilo que fazem ou dizem, em temos tão distantes como o racismo ou o sexo. As pesquisas falam mais verdade do que as ações das pessoas.

Há informação surpreendente, outra nem tanto (pelo menos para mim), mas há muitas curiosidades, sendo certo que a maioria da informação centra-se na realidade americana. As suposições / conclusões em relação ao racismo nos EUA também sejam dos pontos mais interessantes dos livro.

Em temos gerais não tenho nenhum problema em recomendar o livro. É um leitura interessante e plena de informação. Confesso, e assumo que tenho alguma dificuldade em aceitar de ânimo leve alguns conclusões que o autor procurar apontar. Aceito que se calhar sou eu que sou demasiado quadrado.

O “bigdata” é uma realidade concreta e factual, que não podemos ignorar e que podemos aproveitar, mas os contornos em que tal é feito é um ponto para mim de difícil opinião. Existe limites, existem terrenos pantanosos e potencialmente proibidos. o autor fala sobre isso mas apenas q.b. e de alguma forma promete mais desenvolvimentos para um segundo livro. É um tema que tenho de amadurecer na minha cabeça.

Se tiver oportunidade leia o livro e tire as suas conclusões. Entretanto já depois de ter começado a ouvir o audiobook o livro saiu em português. Mais informação aqui.

4Estrelas.png

 

27
Ago20

Novidade - "Mumtazz" de Alexandra Lucas Coelho

e.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Um ano e meio antes de morrer, Mumtazz convidou-me a ir ao Norte ver a sua primeira grande exposição, talvez escrever sobre ela. Eu esperava uma visita de longe, em seguida atravessaria o Atlântico, tinha de ficar para outra vez, respondi. Não houve outra vez é este e o ano em que Mumtazz morreu, 2019. Termina dentro de quatro dias.

Ela completaria 49 anos na última hora do último dia.

27
Ago20

Feira do Livro de Lisboa - perda de encanto?

image_processing20200528-6182-1d78c4h.jpg

 

Começa hoje a Feira do Livro de Lisboa. No local do costume, noutras datas, com outras regras, mas vamos ter Feira do Livro. Essa é a parte que interessa.

O post de hoje e a escolha da palavra encanto para falar sobre a Feira do Livro não tem a ver com o contexto em que vivemos e que fará, naturalmente, com que seja uma Feira diferente. Tem antes que ver com uma comparação que dei por mim a fazer já na edição do ano passado em relação ao que era no passado, há muitos anos atrás.

Nessa altura a Feira do Livro era “o” evento do livro. Era aquela altura do ano para a qual se poupavam uns trocos para investir, para aproveitar as pechinchas, os descontos, as promoções que praticamente só ali se encontravam.

Hoje as coisas são bem diferentes. Todo o ano temos descontos e promoções de livros. Sejam os máximos 20% que se consegues nas novidades com menos de 18 meses, sejam os 50%, e às vezes mais que quase todas as semanas estão disponíveis nas livrarias e nos supermercados. Para além disso agora temos o OLX, o Custo Justo, o Trade Stories entre outros que permitem ter acesso a milhares de livros em segunda mão a preços baixo.

Com todas estas mudanças seria normal que muito do encanto da Feira se tivesse perdido. Felizmente não, digo eu. Ir à Feira do Livro continua a ser uma experiência que vale por si mesma.

Ir à Feira do Livro é ir namorar com os livros, fazer-lhes olhinhos, encontrar aquele livro daquela editora que não comprei há uns anos porque era muito caro a agora levo-o por 7,5€, é andar aos ziguezagues de banca em banca, é procurar os livros do dia, é aproveitar aquela promoção especial, é olhar para um livro e pensar “É pá, não posso levar todos, já aqui passo...”, é o equivalente livresco de passear à beira mar, descanso com aquela pessoa especial, é fazer isto tudo num espaço lindíssimo ao ar livre enquanto como a obrigatória fartura.

Portanto, perda de encanto? Nada disso! Este ano lá estarei para cumprir todos os pontos acima. Com muito encanto.

26
Ago20

Novidade - "Seja o que For" de Miguel Araújo

sw3.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

No final da II Grande Guerra o escritor inglês J. B. Priestley escreveu um livro chamado Delight, um conjunto de crónicas sobre o prazer de ler o jornal ao domingo de manhã, fumar na banheira ou escutar o som de uma partida de futebol. Era uma Europa que procurava um sentido maior depois de anos terríveis.

Estes textos de Miguel Araújo lançam-nos um convite igualmente tentador. Desafiam-nos a que nos consigamos abstrair da correria da vida, nos desliguemos das catástrofes dos noticiários, e nos reencontremos com os grandes nadas e os pequenos tudos.

Saímos destas páginas decididos a demorar no chuveiro, a comer comida de verdade e a descobrir a humilde filosofia contida no gesto de lavar a loiça. À mão e sem batotas.

Miguel Araújo canta estes segredos em doses de três minutos, com o ritmo e a melodia de qualquer grande canção pop. Porque, seja o que for, bem ou mal, há que viver demoradamente.

26
Ago20

Um livro, umas páginas de um livro

da.png

A noite tinha sido difícil para o pequeno e replicou-se, naturalmente, para os crescidos. A esta juntou-se um início de dia com algumas preocupações.

O dia de trabalho foi frustrante, ou se fosse possível identificá-lo com tal, frustrante mais. O cansaço é mais que muito. Também não ajuda.

No final do dia uma corrida deveria ter ajudado a contrabalançar, mas nem por isso. Uma dor num tendão que andava a germinar resolver marcar posição a sério. Corri menos do que gostaria e com dores.

No final tinha passagem prevista no supermercado para compras um item em falta para o juntar. Comprei o que precisava e, ao sair, fiz um desvio na papelaria / livraria. Não foi preciso procurar muito, comprei um livro que já estava previsto para a Feira do Livro e sai.

Do tempo previsto e informado em casa ainda tinha cerca de vinte minutos. A corrida a menos deixou-me essa folga. A caminho de casa sentei-me num banco de jardim e li algumas páginas do livro que acabara de comprar, e no qual não sei quando voltarei a pegar. Abstrai-me do dia que tive, deixei-me levar.

Vinte minutos, vinte minutos apenas, mas com o efeito de horas. Não inverteu na totalidade a polaridade do dia, mas fez com ques as percentagens se equilibrasse. Um livro, umas páginas de um livro. Se isto não faz de um livro um bem imprescindível não sei o que fará.

25
Ago20

"Salazar e Caetano - O Tempo em que Ambos Acreditavam Chefiar o Governo Livro 2" de José António Saraiva

erfgt.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Marcello Caetano instala o seu gabinete no edifício do Parlamento, ficando com vista para o palacete onde vive Salazar, já enfermo. Dá-se assim o facto extraordinário de o antigo e o novo chefe do Governo estarem instalados a oitenta metros um do outro, separados por um jardim!

Marcello, da sua janela, pode ver Salazar sentado debaixo da pérgula onde gosta de estar; e este, quando contempla o edifício da Assembleia, pensando que ainda detém o poder, não sonha que ali à sua frente trabalha o verdadeiro presidente do Conselho. É uma situação nunca vista!

25
Ago20

Curiosidades Livrescas - Stephen King vindo do lixo

CL.png

Este post poderia chamar-se “Momentos que definem” e vem a propósito de uma história que já tinha lido no passado, mas que o autor confirmar no seu livro “Escrever”.

Stephen King trabalhou durante um tempo naquele que viria a ser o seu primeiro grande êxito, “Carrie” mas a determinada altura fartou-se do que tinha escrito e deitou o esboço ao lixo. O livro era suposto ser uma história curta, mas alongou-se muito e foi essa uma das razões que levaram King a deitá-lo ao lixo.

A mulher, que sempre acreditou nele, resgatou o documento, sacudiu-lhe os restos de cigarro leu-o, disse-lhe que tinha gostado, acima de tudo porque era diferente do que ele normalmente escrevia, e disse-lhe que queria ler o resto.

Este livro acabou por vir a ser um tremendo êxito e valeu a King o seu primeiro grande contrato: 400 000 dólares em direitos pela publicação em “paperback”. Quatrocentos mil dólares literalmente resgatados do lixo, e possivelmente também uma carreira de escritor.

24
Ago20

Novidade - "História da Filosofia Política" de João Cardoso Rosas

ee.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Esta viagem inicia-se na Antiguidade, com Platão, Aristóteles e Cícero, incorporando depois o pensamento cristão, de Agostinho de Hipona e Tomás de Aquino; desenvolve-se no Renascimento, com a escolástica tardia, Maquiavel, Thomas More, Jean Bodin e Altúsio; conhece novas modalidades na época Moderna, com Hobbes, Locke, Espinosa, Montesquieu e Hume, refletindo sobre as grandes transformações do final do século XVIII por intermédio de Rousseau, Adam Smith, Kant, os federalistas americanos, Burke, Comte ou Tocqueville; e entra definitivamente na contemporaneidade com o utilitarismo de Jeremy Bentham e Stuart Mill, e através de Hegel e Marx, para mais tarde repensar, já no século XX, o choque do totalitarismo e do holocausto, através de Karl Popper e Hannah Arendt.

Os pensadores aqui estudados são, por assim dizer, nossos contemporâneos. Mesmo quando viveram há já vários séculos e em contextos sociais muito diferentes do nosso, criaram os conceitos e os esquemas intelectuais com os quais pensamos, ainda hoje, a nossa vida em sociedades politicamente organizadas. É através do seu pensamento que conseguimos aceder ao significado profundo da nossa linguagem política, conseguindo compreender termos como Estado e República, poder e autoridade, justiça e bem comum, realismo e utopia, direitos individuais e contrato social, estado de natureza e estado civil, federalismo e pluralismo, democracia e vontade geral, liberdade e igualdade, utilidade e bem-estar, progresso e tradição, contradição social e luta de classes, revolução e reforma, totalitarismo e liberalismo - e por aí adiante.

É também nestes pensadores que poderemos colher a inspiração e os recursos para refletir, hic et nunc, com a máxima lucidez, sobre os novos desafios que o nosso mundo atravessa, sobre as incertezas do presente e sobre as possibilidades do futuro.

24
Ago20

A escala de Richter dos livros

sdfs.png

Acho que a maioria das pessoas que gostam muito de livros já foram, em algum momento, confrontados com aquela célebre pergunta: “Qual é o teu livro preferido?” ou “Qual foi o melhor livro que já leste?”.

Acredito que muitas terão efetivamente uma resposta honesta, mas certamente que muitas têm uma resposta mais ou menos fabricada (conheço algumas). Conheço poucas (e pode ser um problema meu) que não tem resposta para esta pergunta. Eu não tenho uma resposta única e fechada.

Quando andava na Universidade tive um professor que numa entrevista para a revista da instituição respondeu sempre da mesma forma às perguntas sobre os seus gostos favoritos em livros, filmes, locais: respondeu a todos “aqueles que ainda não li/ vi / visitei” e argumentou que era uma resposta honesta porque tinha sempre a expetativa de que o melhor ainda estava para vir, até porque essa expetativa era motivante para continuar a ler livros, a ir ao cinema e a visitar novos locais.

Confesso que naquela altura pensei que era apenas uma forma de fugir às perguntas, mas hoje muito mais velho, sou capaz de me rever na resposta.

No que diz respeito aos livros, apesar de ter tido livros que me marcaram ao longo dos anos, não consigo dizer que há um livro que é o meu favorito, ou o melhor que já li. O mais próximo que tenho dessa realidade talvez seja “O Mundo de Sofia” de Jostein Gaarder, que li em 1995 e que me abriu definitivamente os horizontes do pensamento, algo que considero muito importante e que acabou por estar na origem também do meu amor pelos livros.

De resto prefiro dizer que tenho um género de uma Escala de Richter dos Livros, ou seja, uma escala em que atribuo mentalmente o valor aos livros em função do “abalo” que me provocam. Felizmente leio muitos que estão entre um 6 e 8, talvez tenha lido um ou outro 9 e ainda estou à espera de um 10.

23
Ago20

Novidade - "Os Doentes do Doutor García" de Almudena Grandes

rfi.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Depois da vitória de Franco na Guerra Civil Espanhola, o Doutor Guillermo García Medina continua a viver em Madrid sob uma falsa identidade, a mesma que o salvou de ser fuzilado e que foi um presente de Manuel Arroyo Benítez, um diplomata republicano a quem salvara a vida uns anos antes. Julgando que nunca mais o veria, acaba por encontrar-se com Manuel em 1946, deixando-se recrutar para uma missão secreta e muito perigosa: a de se infiltrar na rede clandestina de evasão de criminosos de guerra fugidos do Terceiro Reich para a Argentina, dirigida por Clara Stauffer, uma poderosa mulher de nacionalidade alemã e espanhola, a partir do pacato bairro de Argüelles.
Ao mesmo tempo thriller e romance de espionagem, Os Doentes do Doutor García é uma emocionante história que parte de acontecimentos reais pouco conhecidos sobre a Segunda Guerra Mundial e o franquismo para construir personagens que representam e evocam um dos momentos históricos mais difíceis do século passado.

 

23
Ago20

Melhores livros de ciência

DAADDDD.png

Ando sempre à procura de livros novos no campo da ciência. É uma das áreas que cada vez tenho mais interesse muito devido a um fenómeno curioso: sinto que quanto mais leio sobre assuntos relacionados com ciência mais ignorante me sinto por perceber tudo o que não sei. Não é um fator de desmotivação, antes pelo contrário.

Assim, deixo aqui para quem possa ter interesse algumas listas ondem podem encontrar livros no campo da ciência, muito bem referenciados e recomendados. Eu também já as explorei.

Espero que possam ser úteis.

Ler + Ciência PNL 2027

50 of The Best Science Books

10 of the best non-fiction science books to read right now

The Best Books for the Science Lover

12 Science Books You Should Read Right Now

16 Of The Best Science Books of All Time

9 best popular science books

22
Ago20

Novidade - "Peaky Blinders" de Carl Chinn

~dsfsfsfsfs.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Os Peaky Blinders tal como os conhecemos, graças à série televisiva de grande êxito, estão envoltos em dramatismo, mistério e também terror. a carismática família dos Shelbys, profundamente disfuncional, mas sempre elegante, subjuga os seus inimigos cegando-os momentaneamente com lâminas de barbear inseridas nas palas dos seus bonés achatados enquanto travam sangrentas guerras com outros gangues. Nestas disputas violentas, confrontam-se ainda com terroristas irlandeses e autoridades lideradas pelo astucioso Winston Churchill, então Ministro da Administração Interna da Grã-Bretanha.

Mas quem eram os Peaky Blinders na vida real?
Existiram de facto?
Carl Chinn, conhecido historiador, escritor e comentador de rádio, passou décadas a investigá-los. e desvenda agora a verdadeira história dos famosos Peaky Blinders, um dos quais era o seu próprio bisavô. Tal como os Shelbys, também o seu avô era um corretor de apostas a operar fora da lei nas ruas de Birmingham.

Neste emocionante relato social, Carl Chinn lança luz sobre as lutas raramente noticiadas da classe operária numa das grandes cidades do Império Britânico antes da Primeira Guerra Mundial. A história continua depois de 1918, quando alguns Peaky Blinders se transformaram no infame Gangue de Birmingham. Liderados pelo Billy Kimber da vida real, travaram uma guerra sangrenta com os gângsteres londrinos Darby Sabini e Alfie Solomon pelo controlo de valiosos esquemas de extorsão de dinheiro a troco de proteção dos corretores de apostas nas prósperas pistas de corridas de cavalos na Grã-Bretanha no período do pós-guerra.

Reunindo uma notável diversidade de fontes originais, incluindo imagens raramente vistas de Peaky Blinders reais e entrevistas com parentes dos gângsteres da década de 1920, Peaky Blinders: a Verdadeira História dos Gangues mais Famosos de Birmingham confere uma nova dimensão à verdadeira história do submundo de Birmingham e aos factos por trás da sua ficção.

22
Ago20

Novidade - "O Segredo do Rio" de Miguel Sousa Tavares

adadadaa.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Então, peixe, vamos fazer um acordo. Tu ficas a morar aqui, constróis a tua casa e fazes a tua vida. Mas ninguém pode saber que tu falas a língua das pessoas e que conversamos os dois. Se souberem que eu falo com um peixe, vão achar que sou maluco e tiram-me daqui. Ouviste?

Este rio tem um segredo e esse segredo é só meu.

A coleção Educação Literária reúne obras de leitura obrigatória e recomendada no Ensino Básico e Ensino Secundário e referenciadas no Plano Nacional de Leitura.

Pág. 1/4

foto do autor

Livros de 2020

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

Parcerias

Regresso às Aulas com a Bertrand - Mrec

O Ministério está a ler

O Ministério no Instagram

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Calendário

Agosto 2020

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031