Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

Novidade - "Meia-Noite em Chernobyl" de Adam Higginbotham

04.05.20

00000df.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

A história definitiva do acidente de Chernobyl, baseada numa investigação profunda sobre como a propaganda, o secretismo e os mitos encobriram a verdade de um dos maiores desastres do século XX.

O dia 25 de abril de 1986 foi um ponto de viragem na História. O acidente em Chernobyl não mudou apenas a nossa perceção da energia nuclear, mas também o conhecimento da delicada ecologia do planeta. Chernobyl foi igualmente importante na destruição da URSS e, como tal, na vitória dos Estados Unidos na Guerra Fria. Para Moscovo, foi um desastre político e financeiro - provocando a bancarrota de uma economia já vacilante -, mas também ambiental e científico.

Esta é a história nunca contada dos eventos que começaram no centro de controlo do reator 4 da central nuclear de Chernobyl. Depois de centenas de entrevistas, consultas de cartas, memórias inéditas e documentos só agora tornados públicos, Adam Higginbotham revela-nos os acontecimentos dramáticos daquela noite através dos olhos dos homens e mulheres que os testemunharam em primeira mão e que enfrentaram um inimigo aterrador e invisível.

Meia-Noite em Chernobyl, uma obra amplamente premiada e que inspirou a série de sucesso da HBO, mostra-nos não só as dificuldades épicas de um império a morrer, mas também o heroísmo individual e desesperado num ,momento transformador da História.

Como estamos de leituras?

04.05.20

como andamos.png

Confessei aqui há algum tempo que o período de confinamento não foi para mim sinónimo de incremento nas leituras, antes pelo contrário.

Nos últimos dias beneficiei de algum descanso (a que não posso chamar verdadeiramente férias) e com isso consegui terminar um livro, “Terra Americana” de Jeanine Cummins, e um audiolivro “Pai rico, pai pobre” de Robert T. Kiyosaki. Fiquei a meio do livro “Rumo ao Desconhecido” de Andrew Rader e iniciei outro audiolivro, “Start With Why” de Simon Sinek.

Estive a dar uma olhadela nos livros que estão na primeira linha como concorrentes à próxima leitura, e, com grande facilidade cheguei aos 20 livros... vou ter de escolher um, ou dois, ainda não decidi, mas vai ser, mais uma vez, uma tarefa complicada.

Com o regresso ao trabalho, teletrabalho ainda, terei de me organizar melhor para garantir a diferenciação entre trabalho e lazer já que foi essa falha que fez com que as leituras tenham saído penalizadas nos últimos dois meses. Acima de tudo porque me fazem muito falta.

Espero que desse lado estejam a conseguir ler mais do que eu!