Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

Novidade - "A Insanidade das Massas" de Douglas Murray

27.02.20

adaddadad.jpg

Mais sobre o livo aqui

Sinopse:

Neste seu novo livro, Douglas Murray analisa os assuntos mais fraturantes do século XXI, revelando as novas guerra culturais que acontecem nas empresas, nas universidades, nas escolas e dentro das nossas casas, em nome da justiça social e das políticas de identidade. Vivemos numa era em que as noções de religião e ideologia política colapsaram. No seu lugar emergiu um desejo cego de corrigir o que está errado e uma militância de identidade, ambos potenciados pelas redes sociais.

A agenda acabou dominada por um conjunto restrito de interesses enquanto a sociedade se torna cada vez mais tribal - e, como o autor mostra, as baixas estão a aumentar. Nenhum leitor, de qualquer quadrante político, pode ignorar este livro provocativo que procura dar sentido à discussão sobre os temas mais complicados do momento. A Insanidade das Massas termina com um impressionante apelo à liberdade de expressão, aos valores comuns e à sanidade numa era de histeria.

Leitura - "A Mensagem" de Mai Jia

27.02.20

0023.jpg

Mais sobre o livro aqui

Gosto de livros assim, que me surpreendem.

Escolhi esta leitura motivado pela curiosidade: nunca tinha lido nada de um autor chinês contemporâneo e tinha lido alguma (boa) critica ao livro anterior do autor, Mai Jia, traduzido para português, “A Cifra”.

O livro em si está dividido em 3 partes distintas. Quando cheguei ao fim da primeira parte a minha expetativa estava algo diminuída. O livro foi, até aí, interessante, mas comum, ou, diria mesmo normal.

Na segunda e terceira parte do livro o autor dá toda uma outra dimensão à história e consegue agarrar o leitor. Agarrou-me a mim pelo menos. Não é uma continuação da história, que até certo ponto “termina” na primeira parte, mas sim os outros lados da história.

O tema de fundo é um jogo de espionagem que tem lugar na China ocupada durante a II Guerra Mundial, onde é necessário identificar e apanhar o Fantasma, um espião infiltrado.

Não vou desvendar mais porque penso que é importante o leitor sentir-se surpreendido, como eu me senti.

É um excelente livro, construído com mestria de forma a cativar o leitor e a envolve-lo na trama. É importante estar atento.

Para quem está a procura de uma novidade interessante de um autor (por cá) menos conhecido, tem aqui uma excelente opção. Excelente leitura.

5Estrelas.png