Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

07
Jan20

Novidade - "Edison" de Edmund Morris

dddaa.jpg

Mais sobre o livro aqui

Uma das biografias recentes que me parece mais interessante.

Sinopse:

From Pulitzer Prize-winning author Edmund Morris comes a revelatory new biography of Thomas Alva Edison, the most prolific genius in American history.

Although Thomas Alva Edison was the most famous American of his time, and remains an international name today, he is mostly remembered only for the gift of universal electric light. His invention of the first practical incandescent lamp 140 years ago so dazzled the worldalready reeling from his invention of the phonograph and dozens of other revolutionary devicesthat it cast a shadow over his later achievements. In all, this near-deaf genius (';I haven't heard a bird sing since I was twelve years old') patented 1,093 inventions, not including others, such as the X-ray fluoroscope, that he left unlicensed for the benefit of medicine.

One of the achievements of this staggering new biography, the first major life of Edison in more than twenty years, is that it portrays the unknown Edisonthe philosopher, the futurist, the chemist, the botanist, the wartime defense adviser, the founder of nearly 250 companiesas fully as it deconstructs the Edison of mythological memory.EdmundMorris, winner of the Pulitzer Prize and the National Book Award, brings to the task all the interpretive acuity and literary elegance that distinguished his previous biographies of Theodore Roosevelt, Ronald Reagan, and Ludwig van Beethoven. A trained musician, Morris is especially well equipped to recount Edison's fifty-year obsession with recording technology and his pioneering advances in the synchronization of movies and sound. Morris sweeps aside conspiratorial theories positing an enmity between Edison and Nikola Tesla and presents proof of their mutually admiring, if wary, relationship.

Enlightened by seven years of research among the five million pages of original documents preserved in Edison's huge laboratory at West Orange, New Jersey, and privileged access to family papers still held in trust, Morris is also able to bring his subject to life on the pagethe adored yet autocratic and often neglectful husband of two wives and father of six children.If the great man who emerges from it is less a sentimental hero than an overwhelming force of nature, driven onward by compulsive creativity, then Edison is at last getting his biographical due.

 

07
Jan20

As melhores leituras do Ministério dos Livro em 2019

MELHORES.png

Atrasei a redação deste post devido a uma dificuldade de escolha. A razão é simples, pelo menos para mim e no quadro da minha experiência: quantos mais livros leio mais difícil é escolher os melhores, especialmente quando a esmagadora maioria tinha muita qualidade. Salvo raras exceções, gostei bastante de praticamente todos os livros que li em 2019.

Assim, e embora a votação interna que teve lugar dentro do meu ser tenha sido muito renhida a minha escolha vai para os seguintes livros:

00tyuj.jpg

No campo da ficção a escolha vai para “Autobiografia” de José Luís Peixoto. Um livro muito bem conseguido em escrita e em enredo. Foi o livro que me disse mais de todas as obras de ficção que li. Se tivesse de eleger um segundo classificado provavelmente elegeria “A Sociedade de Sonhadores Involuntários” de José Eduardo Agualusa.

001gh.jpg

sdsddsd0.jpg

Já no campo da não ficção, em boa verdade, não consegui escolher apenas um livro e por isso tenho dois: “O Corpo – um guia para ocupantes”, de Bill Bryson, que foi a minha última leitura do ano, e “Factfulness” de Hans Rosling, Anna Rosling Rönnlund e Ola Rosling. Aqui a escolha foi ainda mais difícil e a votação foi mesmo muito renhida. Li muita e boa não ficção em 2019 e não tenho dúvidas que, depois de terminada a universidade, foi o ano da minha vida onde recolhi mais conhecimento dos livros que li. Estes dois livros destacaram-se devido ao que me ensinaram sobre mim (o primeiro) e sobre o mundo (o segundo).

Não obstante as dificuldades de escolha, espero que no final de 2020 elas se repitam. Seria sinal que mais uma vez houve muita qualidade nas leituras escolhidas.

foto do autor

Livros de 2020

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

Parcerias

#LERÉPODER Jun 2020 - Mrec

O Ministério está a ler

O Ministério está a ouvir

O Ministério no Instagram

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Calendário

Janeiro 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031