Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

31
Out19

Novidade - "A Realidade Não é o que Parece" de Carlo Rovelli

00v.jpg

Mais sobre o livro aqui

Muito interessante!

Sinopse:

Quais são os ingredientes elementares do mundo?
O tempo e o espaço existem?
E o que é exatamente a realidade?
O físico teórico Carlo Rovelli tem passado a vida a explorar estas questões e, neste livro fascinante, conta como a nossa compreensão da realidade mudou ao longo dos séculos e como os físicos encaram a estrutura do universo nos dias de hoje.

Com uma prosa elegante e acessível, Rovelli conduz o leitor ao longo de uma extraordinária viagem, de Demócrito a Einstein, de Michael Faraday às ondas gravitacionais e da física clássica ao seu próprio trabalho em gravidade quântica.

Em A Realidade Não é o Que Parece, percebemos de que forma a ideia de realidade evoluiu ao longo do tempo, mas este notável livro convida-nos também a imaginarmos um mundo maravilhoso, no qual o espaço se fragmenta em minúsculos grãos, o tempo desaparece nas menores escalas e os buracos negros esperam para explodir - um vasto universo ainda em grande parte por descobrir.

A obra fundamental de Rovelli sobre tempo, espaço e matéria.

 

31
Out19

Leituras pré-blog: "A Estrada Subterrânea" de Colson Whitehead

0ba.jpg

 

Decidi recuperar algumas das leituras mais interessantes que fiz nos anos anteriores ao blog e apresentá-las aqui.

Fiz uma seleção dos livros que mais gostei e recuperei, quase inalteradas, as notas que na circunstância escrevi apenas para mim.

Fica o registo para quem possa interessar na eventual escolha de uma nova leitura.

 

Sobre o livro “Estrada Subterrânea” de Colson Whitehead (mais sobre o livro aqui).

Quando comecei tinha uma grande expetativa sobre o livro, depois de tudo o que tinha lido sobre ele e sabendo que já tinha ganho dois dos mais importantes prémios literários da atualidade: o Pulitzer e o National Book Award, e (quando comecei) estava na corrida para o Man Booker Prize.

Aquilo que posso dizer que é que as expetativas foram em grande medida preenchidas. O livro é muito bom e está muito bem escrito.

O tema é, a escravatura e todas as atrocidades associadas, é muito "sensível" em particular para os americanos. Naturalmente, acredito que o impacto da leitura do livro é diferente para mim do que para um americano, de qualquer forma é um livro obrigatório e a não perder. Com uma escrita por vezes muito crua, sem poupar brancos e negros o livro leva-nos efetivamente ao pior que o Homem tem.

31
Out19

Leituras - "Astérix - A Filha de Vercingétorix" de Jean-Yves Ferri; Ilustração: Didier Conrad

00.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sempre um prazer para miúdos e graúdos, ler Astérix.

Sinopse:

Escoltada por dois chefes da região de Arverne, uma misteriosa adolescente acaba de chegar à aldeia. Ela é procurada por César e pelos seus legionários, e há boas razões para isso: na aldeia, sussurra-se que o pai da visitante é nada mais nada menos do que… o próprio Vercingétorix, o grande chefe gaulês outrora derrotado em Alésia!

Em 24 de outubro, Astérix e Obélix vão estar de volta com uma nova aventura que terá por título A Filha de Vercingétorix, mais uma criação da famosa dupla composta por Jean-Yves Ferri e Didier Conrad.

30
Out19

Novidade - "A História de Portugal Contada pelos Vilões" de Filipe Luís

01.jpg

Mais sobre o livro aqui

Ainda não tive oportunidade de analisar com detalhe mas parece-me muito interessante.

Sinopse:

E se a História de Portugal fosse contada pelos maus da fita?
Que motivos tinha D. Afonso IV para mandar assassinar Inês de Castro?
E por que razão se opôs D. Teresa de Leão à independência de Portugal?
Miguel de Vasconcelos foi mesmo um traidor ou comportou-se, apenas, como um patriota, filho do império que o viu nascer e o formou?
Que contexto social motivou a amoralidade assassina de Diogo Alves?
Terá mesmo D. Carlota Joaquina a meretriz conspiradora que o povo tanto odiou?
E D. Leonor Teles, a Aleivosa, foi realmente uma sedutora traiçoeira?
E porque terá sido escolhido Casimiro Monteiro para integrar o comando da PIDE que matou Humberto Delgado?

Neste livro, o autor entra na pele de 12 personagens reais, que o imaginário popular identifica como vilões, e procura reconstituir o que seria a sua versão dos acontecimentos de que foram protagonistas.

O resultado é um híbrido entre o romance histórico e o rigoroso relato historiográfico de mais de 900 anos, entre 1080, data de nascimento da primeira personagem do livro, e 1993, data da morte da última.

Este não é um livro de História, mas um livro sobre a História, através de um olhar absolutamente original.

30
Out19

Novidade - "Paz Traz Paz" de Afonso Cruz

0.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Da narradora d’O Livro do ano, aquela menina que carrega um jardim na cabeça e atira palavras aos pombos, chega-nos um novo diário com os seus pensamentos, inquietações, experiências e os sonhos de melhorar o mundo através de pequenos gestos ou actos heroicos, atacando o absurdo com o absurdo e a noite com canteiros de flores.

Páginas feitas de inusitada poesia, para leitores de todos os feitios. Até os normais.

29
Out19

Novidade - "Origens " de Neil deGrasse Tyson e Donald Goldsmith

0t1.jpg

Mais sobre o livro aqui

Este não tenho dúvida nenhuma que será um prioritário. Se não for ainda este ano será no início do próximo.

Sinopse:

As nossas origens não são apenas humanas, nem terrestres, mas também cósmicas. Com base nas mais recentes descobertas científicas, e no cruzamento de conhecimentos de geologia, biologia, astrofísica e cosmologia, Origens explica as etapas acidentadas da nossa compreensão do cosmos.

Da primeira imagem do nascimento da galáxia à exploração de Marte e à descoberta de água numa das luas de Júpiter, os autores conduzem-nos numa viagem galvanizante pelo cosmos, com clarividência e exuberância.

Uma verdadeira carta de amor à ciência e aos mistérios, cada vez menos misteriosos, do universo.

Críticas de imprensa
 
«É impossível imaginar alguém melhor do que Neil deGrasse Tyson para explicar o cosmos.»
The New York Times

«Uma exploração acessível e extremamente bem escrita da cosmologia, astrofísica e exobiologia.»
Kirkus Reviews
29
Out19

Leitura - "As Crianças Invisíveis" de Patrícia Reis

yry.jpg

Mais sobre o livro aqui

Porra. Foi esta a palavra que me veio à cabeça quando terminei este livro e, para ser honesto, várias vezes também ao longo do mesmo. Porra o livro é muito bom, porra, a escritora consegue fazer maravilhas com as palavras, porra, mesmo sendo ficção não é difícil concluir que tudo o que aqui é relatado pode com certeza já ter acontecido de facto.

Patrícia Reis refere numa das entrevistas que tive oportunidade de ler que que as crianças referidas no livro não existem, no sentido em que não traduzem a experiência de nenhuma criança que tenha conhecido, ou que tenha sabido da história ao longo da pesquisa para o livro. Mas também refere que personificam pedaços de histórias de muitas crianças que podem existir de facto, o que e infelizmente, por muito que choque, não custa a acreditar.

Há uma frase em particular que acho muito relevante numa das entrevistas que li e na qual assenta uma parte importante do livro:

"A ideia de que a criança é um objeto que se adquire e que se devolve, como se tivesse defeito ou como se estivesse estragada, é uma ideia com a qual não queremos ser confrontados de maneira nenhuma"

“As crianças invisíveis” é um livro forte, que mexe com qualquer pessoa que tenha os seus valores e princípios no sítio, no limite, revolta até, por se saber que é uma ficção que existe.

A autora faz um trabalho magnífico de escrita, na transmissão de ideia e em particular de sentimentos. É uma escrita que agarra o leitor, e é sem dúvida, um excelente livro. Fica no meu top deste ano.

Para quem pode ter interesse em saber mais, ou precise de convencimento adicional para ler o livro, deixo o relato de Carlos Vaz Marque no “Livro do Dia” e uma entrevista com a autora.

Entrevista de Patrícia Reis

O Livro do Dia - "As Crianças Invisíveis"

29
Out19

Novidade - "Amigo Imaginário" de Stephen Chbosky

0n.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Kate Reese e o filho, Christopher, estão em fuga. Kate é jovem mas tem já uma longa lista de desaires na bagagem. A única coisa em que nunca vacilou foi no seu amor incondicional por Christopher. É esse amor que a leva a partir a coberto da noite, deixando para trás uma vida em que as boas recordações são raras. Mãe e filho só param quando, por instinto, chegam à pacata vila de Mill Grove. Subitamente, o sonho de um verdadeiro lar afigura-se possível.

E a princípio, parecem ter feito a escolha certa. A vila é pequena e segura, e os novos vizinhos são acolhedores. Mas é então que Christopher desaparece. Durante seis penosos dias, não há notícias dele. E quando reaparece, vindo de um bosque, o rapaz aparenta estar bem. Mas o que ninguém sabe é que ele não voltou sozinho. Christopher traz consigo uma missão e um amigo imaginário - uma voz que apenas ele ouve; o prenúncio da uma tragédia…

Amigo Imaginário é uma obra-prima, fruto de uma imaginação sem limites e de uma profundidade emocional tremenda. Não é apenas um livro de suspense: Stephen Chbosky proporciona-nos uma experiência de leitura extraordinária e inesquecível.

28
Out19

Novidade - "Filosofia para Pessoas com Pressa" de Lesley Levene;

0000t.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Os filósofos podem trazer à tona questões complexas, quer se perguntem se uma árvore faz som ao cair se ninguém estiver presente para a ouvir (Berkeley), quer afirmem que tudo o que existe no universo está num estado de fluxo constante (Heraclito).

Mas será a filosofia realmente tão complicada?
E será realmente tão abstrata quanto por vezes parece ser?

O livro Filosofia para Pessoas com Pressa é o manual ideal para eliminar o receio pela filosofia. Escrito num estilo acessível e extremamente interessante, este livro explica como é que a filosofia começou, porquê, e de que modo - desde a democracia grega ao comunismo.

Explica ainda de que forma a maneira como vivemos, aprendemos, argumentamos, votamos e até gastamos o nosso dinheiro têm a sua origem no pensamento filosófico.

No interior deste livro encontrará todos os nomes importantes, incluindo Sócrates, Séneca, Santo Agostinho, Descartes, Marx e Nietzsche.

Críticas de imprensa
 
«Com humor, conhecimento e muitos pensamentos úteis. »
Lancashire Evening Post
28
Out19

Notas sobre as pessoas dos livros

notas pessoas dos livros.jpg

Inauguro hoje uma nova rubrica no blog, denominada “Notas sobre as pessoas dos livros”.

O objetivo é simples: tentar, através de exemplos práticos com os mais me deparo, provar “cientificamente” que as pessoas dos livros, regra geral reagem de uma forma mais racional em situações do mundo real do que as outras pessoas.

A definição de pessoas dos livros é simples: são pessoas que leem, que gostam de livros, que consideram o entretenimento e do conhecimento que estes providenciam como uma condição essencial à sua vida.

A primeira nota vai para algo que ultimamente me tenho deparado e que tem que ver com a diferença efetiva entre alfabetização e literacia sendo esta última entendia como “a capacidade para perceber e interpretar o que é lido”. Hoje a esmagadora maioria das pessoas já faz parte do grupo dos alfabetizados, mas há muita gente iletrada (entendido aqui como quem não compreende com facilidade o que lê).

A minha experiência diz-me que se nota uma diferença entre as pessoas dos livros e todos os outros, independentemente do grau académico. Há cada vez mais pessoas que não conseguem interpretar o que leem. Entender o que realmente é escrito. Não sei se esta é uma consequência da velocidade da informação nas redes sociais que “obriga” a que apenas se passe os olhos por cima sem profundidade, ou se tem outro fundamento.

As pessoas dos livros têm uma capacidade diferente para entender, interpretar, encontrar sentido. Esta realidade é percetível, por exemplo numa reunião entre várias pessoas. Arrisco dizer que, dependendo do tema, consigo muitas vezes identificar quem é e quem não é uma pessoa dos livros pela capacidade de entender, argumentar e relacionar ideias.

Desse lado, reconhecem esta realidade?

28
Out19

Novidade - "Agente em Campo" de John le Carré

00u1.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinospe:

Nat, 47 anos, veterano dos Serviços Secretos britânicos, pensa que o seu tempo como controlador de agentes chegou ao fim. Está de regresso a Londres com a mulher, a paciente e dedicada Prue. Mas, face à crescente ameaça do Centro de Moscovo, a repartição tem mais uma missão para ele. Nat é nomeado chefe do Porto de Abrigo, um inoperante subposto da Geral de Londres com um bando de espiões incompetentes. A única estrela da equipa é a jovem Florence, que tem aspirações ao departamento da Rússia e está de olho num oligarca ucraniano com fortes ligações ao regime russo.

Nat não é apenas um espião, é um apaixonado jogador de badmínton. O seu adversário habitual das segundas-feiras tem metade da sua idade: o introspetivo e solitário Ed. Ed odeia o Brexit, odeia Trump e odeia o emprego que tem numa impiedosa agência de comunicação. E é precisamente Ed, de todas as pessoas a mais improvável, quem vai levar Prue, Florence e o próprio Nat pelo caminho de raiva política que acabará por os enredar a todos.

Agente em Campo é um retrato arrepiante do nosso tempo, ora doloroso, ora com laivos de humor negro, traçado com uma tensão infatigável pelo maior cronista da atualidade.

27
Out19

Novidade - "História Curiosa da Medicina" de Pedro Gargantilla Madera

0000.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Um livro que nos permite perceber que a evolução da medicina passou, não só pela pesquisa científica, mas também muito pelo acaso e pela curiosidade.

Do homem pré-histórico que cauterizava com fogo as suas feridas até às guerras biológicas, passando pelas grandes epidemias, os remédios milagrosos, os primeiros hospitais ou os médicos mais famosos.

26
Out19

Sugestões do mundo dos livros para este sábado

Duas boas sugestões ligadas aos livros para quem está, ou pode deslocar-se até Lisboa neste Sábado:

“O Fascínio das Histórias” na Gulbenkian.

Site_agenda_800x500.jpg

Histórias, histórias por todo o lado. Vivemos e sempre vivemos rodeados de histórias. As histórias fazem parte do que somos. E o que somos é também uma história.

Ao longo dos séculos, a humanidade sempre contou histórias a si própria. As histórias, as ficções, foram o que uniu a espécie humana e a fez evoluir e diferenciar dos outros animais.

Vivemos e encontramo-nos no espaço geográfico do planeta e no tempo de duração das nossas vidas tanto quanto nos encontramos no tempo e no espaço imaginário das histórias, das mitologias em que acreditamos.

Este é um dia dedicado às histórias, às ficções, nas suas diversas formas. Um dia para procurarmos perceber de onde vêm, o que está a mudar na maneira de as contar – e de as ouvir, ler, ver – e viver.

Um dia para procurarmos perceber o segredo do seu fascínio.

Hoje entre as 12 e as 00:30 horas

(informação retirada do site da Gulbenkian. Mais informação e programa disponíveis aqui).

 

Apresentação do livro "Imortal" de José Rodrigues dos Santos

26outubro-1-1024x539.jpg

 

26
Out19

Novidade - "O Que Faria Freud?" de Sarah Tomley

014.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Se fosse mais egoísta divertia-me mais? Estou constantemente a olhar para o telefone. Porque não me consigo concentrar? Tenho medo de mudar de rumo na minha carreira: como posso alterar isso?

Simultaneamente uma introdução à psicologia e um guia de vida, este livro dá explicações e fornece informações reveladoras sobre a razão de ser como é e o porquê de fazermos o que fazemos, incluindo conselhos de psicólogos e psicanalistas como Melanie Klein, Donald Winnicott e Fritz Perls, entre muitos outros.

25
Out19

Novidade - "Mapas do Sentido" de Jordan B. Peterson

00u.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Educado numa família cristã, e insatisfeito com as respostas que a religião lhe oferecia, Jordan B. Peterson, ainda adolescente, deixou de ir à igreja. Jovem adulto, sentiu-se atormentado com a aparente inevitabilidade dos conflitos, das atrocidades cometidas em nome de ideologias, como o Holocausto, o Gulag ou o genocídio no Ruanda.

À procura de respostas, estudou Psicologia. E foi sob a influência de Carl Jung (curiosamente também através de um sonho) que começou a construir o edifício teórico que culminaria, 13 anos mais tarde, na conclusão desta obra seminal: Mapas do Sentido. Aqui encontraremos muitos dos pensamentos que estão na origem de 12 Regras Para a Vida.

Desde logo, a relação dialética entre o caos e a ordem. Na maior parte das sociedades esse confronto é enquadrado em narrativas mitológicas e em diferentes sistemas de crenças que frequentemente se opõem - daí as atrocidades. Na procura de elementos comuns aos diferentes sistemas, o autor socorreu-se da ciência, de narrativas mitológicas e religiosas e da (re)leitura de vários pensadores e escritores.

Chegou à conclusão de que para melhor navegar o caos é preciso mapeá-lo, criar coordenadas claras que permitam ao indivíduo agir não em função dos seus interesses mas do bem comum. Por outras palavras, a moralidade universal passa pela demanda desse sentido individual e transpessoal, que neste livro encontra uma arrojada cartografia.

25
Out19

Dava um bom retiro livresco 52

fdf.png

Este é certamente o retiro mais feio que já aqui mostrei, mas não o desconsiderem já.

Já pensaram quanto tempo da nossa vida passamos na casa de banho? Para quem gosta de ler é só mais uma oportunidade e assim sendo mais vale que existe muita escolha...

25
Out19

Novidade - "O Portal dos Obeliscos - Terra Fraturada - Livro Dois" de N. K. Jemisin

0sdf.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

O Portal dos Obeliscos é o segundo livro da série Terra Fraturada. O primeiro volume, Quinta Estação, venceu também o Hugo Award, em 2016. O terceiro livro, The Stone Sky, publicado em agosto de 2017, venceu o Hugo Award 2018 e o Nebula Award 2018 na categoria de melhor romance.

A estação dos fins cresce na escuridão, à medida que a civilização desaparece na noite longa e fria. Essun — outrora Damaya, antes Syenite, e agora vingadora — encontrou abrigo. Alabaster Tenring, destruidor dos mundos, tem um pedido. Mas se Essun faz o que ele pede, poderia pôr em causa o destino de Sossego. Longe de tudo isto, a sua filha, Nassun, torna-se mais poderosa a cada dia. E, assim, as suas decisões podem significar a destruição deste mundo magnífico.

Pág. 1/5

Um Leitor

foto do autor

Livros de 2019

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

O Leitor está a ler

Parcerias

20% a 50% em TODOS os livros 10/12 - Mrec

Ministério dos Livros no Instagram

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Calendário

Outubro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031