Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

Curiosidades Livrescas

09.09.19

CL.png

Em 1937 J.R.R. Tolkien publicou “O Hobbit”, a sua primeira obra a ter como pano de fundo a Terra-média. Mas, na prática esta história e o próprio mundo de Tolkien, começaram muitos anos antes. Tolkien já era linguista muito antes de se tornar um escritor de fantasia e gostava de inventar idiomas no seu tempo livre. Por volta do ano de 1910, ele começou a trabalhar num idioma a que deu o nome de Quenya, e que viemos a conhecer melhor como Élfico. Depois desta desenvolveu várias outras línguas que viriam a desempenhar um papel importante no mundo fantástico da Terra Média.

Novidade - "Budapeste" de Chico Buarque

09.09.19

try.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

José Costa é um ghost-writerde talento fora do comum. Ao serviço da Agência Cultural Cunha & Costa, escreve a pedido e sempre anónimo: cartas, artigos, discursos ou livros para terceiros. Ao terminar uma biografia romanceada encomendada por um bizarro executivo alemão, vê-se perante um dilema criativo, seduzido pelo desafio de escrever por fim “alta literatura”.
No regresso de um congresso de escritores anónimos, Costa vê-se obrigado a fazer escala em Budapeste, cidade que imagina cinzenta e encontra amarela, e que o enfeitiça com o seu idioma. Essa paragem imprevista vai colocá-lo num impasse existencial, emparedado entre duas vidas, dividido entre duas cidades, duas línguas, dois livros, duas mulheres.
Combinando profundidade e sentido de humor, o terceiro romance de Chico Buarque ganhou o Prémio Jabuti em 2003 e o IV Prémio Passo Fundo Zaffarie Bourbon de Literatura, em 2005.