Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

30
Abr19

Novidade - "Beijo Feroz" de Roberto Saviano

erer.jpg

 

Sinopse:

Os meninos da Camorra conquistaram o poder, mas sozinhos não conseguem comandar.

Para minar as velhas famílias da Camorra e dominar o centro histórico, para não passarem de predadores a presas, os meninos devem permanecer unidos - o que é tudo menos fácil, pois cada um persegue a sua missão. Estará para estalar uma nova guerra?

Na sequela de Os Meninos da camorra, Roberto Saviano recupera os jovens destes dias ferozes, nascidos numa terra de assassinos e assassinados, desiludidos por promessas de um mundo que nada dá e tudo tira.

29
Abr19

Leituras - "Medo - Trump na Casa Branca" de Bob Woodward

ddd.jpg

 

Uma semana depois de “O Presidente Desapareceu”, terminei a segunda leitura do mês “Medo – Trump na Casa Branca” de Bob Woodward.

Tenho de admitir que foi uma leitura arrastada, pelo menos na parte final.

Na minha apreciação ao livro tenho de fazer uma distinção: uma coisa é a qualidade do livro, inquestionável, outra coisa é a minha satisfação com a sua leitura, essa de menor calibre.

Este é o terceiro ou quarto livro que leio de Bob Woodward, e como sempre aconteceu nas obras anteriores, o livro é um trabalho jornalístico de investigação notável. Completo, claro e revelador. O problema é o tema: Trump. Estou cansado de Trump.

No ano passado li o livro “Fogo e Fúria” e embora os conteúdos sejam diferentes em termos de matéria, na sua essência são idênticos: Trump é um idiota e um mentiroso, que por acaso se torou no Presidente do ainda mais poderoso país do mundo.

Muito do que Woodward refere sobre Trump não é desconhecido nem é uma novidade absoluta, mas é mais contextualizado, e, em bom rigor, não parece que estamos perante o Presidente dos EUA, mas antes de um adolescente, impertinente e arrogante. Vai ser muito difícil explicar ao meu filho este período da história e como foi possível ser um tipo como este na liderança dos EUA.

Como disse no início arrastei a leitura do livro, a custo, porque estava cansado do tema. Em muitos momentos o tema, Trump, é mau de mais para ser verdade e cada página é mais do mesmo.

Enquanto documento de investigação é um livro excelente, mas no que diz respeito ao tema já cansa. Devia ter lido o livro logo que o comprei. Talvez tivesse apreciado de outra forma.

De qualquer forma recomendo a leitura, mas com paciência porque já temos demasiado Trump todos os dias. E ainda na semana passada foi divulgado o resultado de uma parte importante do livro, o relatório Muller sobre a investigação feita à alegada interferência russa nas eleições presidenciais americanas.

29
Abr19

Novidade - "Samitério de Animais" de Stephen King

asdddddddda.jpg

 

Sinopse:

Louis Creed, jovem médico de Chicago, acredita que encontrou o seu lugar naquela pequena cidade do Maine. Uma boa casa, o trabalho na universidade, a felicidade da esposa e dos filhos. Num dos primeiros passeios para explorar a região, descobre um cemitério de animais de estimação no bosque próximo da sua casa, ao qual se vê obrigado a recorrer depois de o seu gato ter sido morto por um camião num trágico acidente. Ali, gerações e gerações de crianças enterraram os seus animais de estimação.

Para além dos pequenos túmulos, onde uma caligrafia infantil regista o primeiro contato com a morte, há um outro cemitério. Uma terra maligna que atrai as pessoas com promessas sedutoras. Um universo dominado por forças estranhas, capazes de tornar realidade o que sempre pareceu impossível.

A princípio, Louis diverte-se com as histórias fantasmagóricas de Crandall, o vizinho de 80 anos. No entanto, aos poucos, começa a perceber que o poder da sua ciência tem limites.

28
Abr19

Curiosidades Livrescas

CL.png

Alegadamente, segundo a maioria dos registos, o primeiro livro escrito com recurso à utilização da máquina de escrever foi "As aventuras de Tom Sawyer" de Mark Twain, no entanto há quem diga que foi publicidade enganosa do próprio Twain.

 

28
Abr19

Novidade - "Tudo o que Sei sobre o Amor" de Dolly Alderton 

502xdadd.jpg

 

Sinopse:

Quando se trata das provações e triunfos da jornada até à idade adulta, a jornalista e ex-colunista do Sunday Times, Dolly Alderton, já viu e experimentou de tudo. Ela descreve-nos vividamente o processo por que passamos quando nos apaixonamos, a luta contra a autossabotagem, a procura de um emprego, o que é dar uma festa desastrosa cuja temática é o Rod Stewart, apanhar uma bebedeira, levar com os pés, perceber que o Ivan da loja da esquina é o único homem com o qual sempre pudemos contar, e descobrir que as nossas amigas estão sempre lá, no fim de cada noite de desgraça. Este é um livro sobre encontros para esquecer, boas amigas e - acima de tudo - sobre sabermos reconhecer que somos suficientes.

Dolly Alderton sobreviveu (à tangente) aos seus Vintes e, em Tudo o Que Sei Sobre o Amor, apresenta-nos uma descrição impávida dos encontros catastróficos e dos apartamentos miseráveis, dos desgostos de amor e das humilhações e, o mais importante, das inquebráveis amizades femininas que a ajudaram a aguentar-se. Cheio de humor, coração e perspicácia, este é um livro para dar a todas as mulheres que já passaram por lá ou que estão prestes a dar o primeiro passo rumo ao resto da sua vida.

27
Abr19

Prémio Livro do Ano Bertrand 2018: os vencedores

25-premiolivrodoanovencedores1b.png

 

Foram conhecidos esta semana os vencedores da 3ª edição do Prémio Livro do Ano Bertrand.

O prémio resulta da votação de 22 mil leitores e livreiros.

A saber, os vencedores:

- Melhor Livro de Ficção de Autores Estrangeiros: O Tatuador de Auschwitz, de Heather Morris;

- Melhor Livro de Ficção Lusófona: A Amante do Governador, de José Rodrigues dos Santos;

- Melhor Livro de Poesia: Nómada, de João Luís Barreto Guimarães

- Melhor Reedição de Obras Essenciais: A Leste do Paraíso, de John Steinbeck

Devo confessar que não li nenhuma das obras, embora tenha em casa O Tatuador de Auschwitz. Pelo menos este quero ver se o incluo na lista para o segundo semestre de 2019.

27
Abr19

Novidade - "Extreme Ownership | Responsabilização Total" de Jocko Willink e Leif Babin 

502xdsss.jpg

 

Sinopse:

O emir da Al-Qaeda andava a monte há meses. Quando finalmente o localizaram, os SEALs atacaram de surpresa. Em pleno assalto, Leif Babin viu um dos terroristas a escapar-se. Começou a persegui lo e de repente viu-se sozinho, longe do pelotão, cercado por guerrilheiros. "As palavras do comandante da unidade, Jocko Willink, ecoaram na minha cabeça: Relaxa. Olha em volta. Toma uma decisão." Leif Babin tomou a decisão certa e conseguiu escapar ileso.

Já nos EUA, ele e Jocko Willink fundaram a Echelon Front - uma consultora que transpôs, com enorme sucesso, os princípios de liderança dos Navy SEALs para o contexto empresarial. Os dois oficiais tinham-se destacado ao comando da SEAL Três, a unidade de elite mais condecorada da Guerra do Iraque, que cumprira a missão impossível de vencer a Batalha de Ramadi. E perceberam que as lições aprendidas num dos mais violentos cenários de guerra podiam ser postas em prática em qualquer empresa ou organização.

O trabalho que desenvolveram como consultores civis foi entretanto condensado neste livro. Cada capítulo apresenta um exemplo prático vivido no campo de batalha, a explicação do princípio de liderança usado e como aplicar esse princípio ao universo empresarial.

Se há algo que explica o extraordinário sucesso deste livro é o conceito que lhe dá o título: Responsabilização Total - estar à altura das responsabilidades.

26
Abr19

A minha wishlist por estes dias

WISH042019.png

 

Entre entradas e saídas, devido a compras ou substituição de prioridades, esta é, assim por alto, a minha wishlist à data.

Há de tudo, para todos os gostos, e acima de tudo há muito dinheiro para gastar.

Se por um lado ter um wishlist grande e não a poder comprar toda tem o seu quê de triste, para mim tem também o outro lado, o do objetivo, o de trabalhar para ir adquirindo mais um e outro. É sempre um desafio.

Por estes dias, vou tentando não me dispersar nas compras, e entre OLX e livrarias vou procurando comprar preferencialmente o que tenho pensado, com alguma ordem de preferência, mas sem esquisitices, no sentido em que se aparecerem a bom preço, compro.

26
Abr19

Novidade - "Escola de Espiões" de Nelson DeMille 

addas.jpg

 

Sinopse:

No coração da Rússia, um grupo de jovens vestidos informalmente está a aprender um tipo diferente de lição. Os universitários sentados em torno de um tabuleiro de jogo não estão a descontrair no complexo universitário: são jovens agentes do KGB que frequentam a Escola de Espiões e estão a melhorar o seu inglês.

Quando um jovem turista vai em auxílio de um desconhecido numa estrada escura da Rússia, fica espantado ao encontrar um compatriota americano em fuga. o homem está desaparecido há mais de uma década, arrancado das selvas do Vietname para se tornar um professor involuntário da instituição.

Agora os seus ex-alunos estão prestes a atacar o coração da América.

25
Abr19

25 de abril num livro

ADAD.jpg

 

Tenho em casa bastante literatura sobre o 25 de abril. Livros, documentos, muitos comprados há muitos anos nas livrarias e alfarrabistas de lisboa. São, naturalmente, na sua maioria eminentemente de esquerda, mas também tenho outras versões e livros muitos interessantes sobre este período, de autores portugueses e estrangeiros.

Quando andava na facultade o professor que leciona a cadeira onde este período da História de Portugal era abordado mais a fundo dizia-nos que, se quiséssemos um verão mais imparcial sobre o 25 abril deveríamos optar por escolher autores estrangeiros. A ideia, que me parece bastante válida ainda hoje, passava por considerar que mesmo no final dos anos 90 não estávamos ainda longe o suficiente da data para conseguirmos ter uma visão portuguesa totalmente imparcial, coisa que um estrangeiro conseguiria.

Assim, um dos livros recomendados era este “A Revolução Portuguesa e a sua Influência na Transição Espanhola (1961-1976)” dum autor espanhol, Josep Sanchez Cervello. Li o livro na altura por necessidade, mas ainda hoje o reconheço como um documento generalista muito sólido sobre o nosso 25 de abril, e, por isso, sem qualquer desprimor por toda a exaustiva obra existente sobre o tema de autores portugueses, fica a minha sugestão.

25
Abr19

Novidade - "Depois da Queda" de Viriato Soromenho-Marques 

502xasda.jpg

 

Sinopse:

«Em Portugal na Queda da Europa, publicado em 2014, defendi que a Europa estava em queda, mas ainda não se tinha despedaçado. Volto ao tema neste breve livro, com uma urgência redobrada, para afirmar que a Europa em 2019 - entendida como o projeto de integração europeia de que resultou a atual União Europeia - já se encontra tombada sobre terra, impossibilitada de se reerguer se as políticas e as instituições que a conduziram até ao chão se mantiverem sem mudanças profundas. Insisto, a União Europeia jaz à beira de um declive para onde resvalará se o presente rumo não for alterado, daí resultando uma fragmentação de consequências negativas imprevisíveis, mas com toda a certeza de enorme impacto, não só para o Velho Continente, mas para a ordem global.»

«Depois da Queda foi escrito a pensar nos leitores que se encontram no mesmo barco de espaço e tempo que é o do Portugal, Estado-membro de uma União Europeia mergulhada numa perigosa crise existencial, que se arrasta há demasiado tempo. É um livro pensado para poder ser conversado com todos os europeus, navegantes vinculados a um mesmo destino.»
Viriato Soromenho-Marques

24
Abr19

Leituras - "O Presidente Desapareceu" de Bill Clinton e James Patterson

1234.jpg

 

Começaram ao mesmo tempo, mas não acabaram ao mesmo tempo (falarei sobre a experiência de ler os dois livros ao mesmo tempo proximamente). Terminei ontem o livro “O Presidente Desapareceu” de Bill Clinton e James Patterson. "Medo" de Bob Woodward ainda decorre.

Tinha expectativas elevadas em relação ao livro que, no geral, não foram defraudadas. É um bom thriller, com um tema central muito atual, a possibilidade de um ciberataque em grande escala, contra uma grande potência como os EUA.

Um aspeto que acho muito interessantes no livro, e para mim um dos mais atrativos, é o facto de ser relatado na primeira pessoa pelo presidente dos EUA, sendo que é escrito por alguém que viveu a personagem na vida real. Sem sombra de dúvida que, à partida, permite dar um cunho mais realista ao personagem.

A trama é bem conseguida embora, na minha opinião, não seja das mais elaboradas e surpreendentes. Tem vários personagens importantes, vários caminhos possíveis, mas, confesso, que não fiquei propriamente surpreendido com o desfecho. Não é totalmente óbvio, mas não é de ficar pasmado. É bem conseguido sem ser extraordinariamente criativo.

Dentro do género é um bom livro sem ser extraordinário. Se gosta dos meandros da política, se aprecia policiais, é um livro a ler.

Sem ser spoiler, deixo uma nota para a parte final do livro onde há um momento marcadamente político, de crítica política, e em alguns momentos diria até que a revisão do texto foi feita a três mãos: por Patterson e pela família Clinton...

24
Abr19

Novidade - "Nómada" de James Swallow 

502xdsda.jpg

 

Sinopse:

Marc Dane não está muito preocupado, é quase uma operação de rotina. Vai ficar tranquilo na carrinha, como sempre fica a comandar à distância as comunicações e os drones - e disso percebe ele, é um nerd dos computadores.

Enquanto isso, os colegas do grupo de operações especiais do MI6, armados até aos dentes, vão tomar de assalto um cargueiro suspeito. No fim do dia estarão todos em casa.
Ou talvez não.

Menos de uma hora depois, Marc Dane é aparentemente o único sobrevivente de uma operação desastrosa. E munido apenas de um laptop, tem agora de escapar aos perseguidores e regressar a Inglaterra. Longe de imaginar que já há um bode expiatório para o fiasco: ele próprio.

23
Abr19

Dia Mundial do Livro

DML.png

 

Hoje comemora-se o Dia Mundial do Livro. Sem qualquer desprimor para a importância do dia, e no fundo um pouco mal comparado, para este blog o Dia do Livro é mais ou menos como o dia do pai para um pai, no sentido é que é todos os dias.

Dito isto, existem algumas coisas importantes que posso realçar sobre este dia:

Para quem lê é um bom dia porque se valorizar algo que adoramos, os livros, e também para aproveitar algumas promoções alusivas à data para comprar aquele livro mais barato, ou alguns livros mais antigos com um desconto maior.

Para quem não lê, ou lê menos, serve também o argumento das promoções para ultrapassar a justificação dos livros com preços elevados, e pode ser sempre aquele dia em que se assume que se calhar ler faz alguma coisa por nós, e, seja comprando, seja agarrando em alguma coisa que temos em casa, vamos começar a ler.

Em qualquer dos casos ganham os livros e ganha quem os lê!

Boas leituras!

23
Abr19

Novidade - "Prisioneiros de Guerras" de Pedro Aires Oliveira 

502xdads.jpg

 

Sinopse:

Da Grande Guerra aos conflitos da descolonização, Prisioneiros de Guerras revela um conjunto surpreendente de situações em que portugueses (civis e militares, voluntários e conscritos, com algumas memórias de cativeiro mais dolorosas) foram capturados: dos campos berberes na Guerra do Rif aos stalag alemães da Segunda Guerra Mundial, das prisões franquistas na Guerra Civil de Espanha aos cárceres privados de milícias timorenses em 1975, entre outros casos.

Partindo da evocação do Centenário da Primeira Guerra Mundial e da Batalha de La Lys, a qual deu origem à maior captura em massa de soldados portugueses no século XX, este livro percorre vários conflitos e uma grande diversidade de experiências de cativeiro. Com o contributo de especialistas nacionais e internacionais, estas histórias vão revelando como as convenções internacionais que regulam o estatuto dos combatentes capturados estiveram quase sempre um passo atrás das realidades complexas criadas pelas guerras modernas, e como foi evoluindo esta categoria à luz do direito internacional e da historiografia militar.

22
Abr19

Um livro, areia e o barulho do mar

20190421_161818.jpg

 

Ontem ao final da tarde foi assim. Não estava previsto, mas depois de quatro dias de muito trabalho associados a obras, com muitas dores em todos os membros, muito cansaço, acabámos por dar um curto pulo à praia para o pequeno brincar e para brincar com o pequeno (são duas coisas diferentes), e para conseguir fazer uns minutos de leitura.

Não foi suficiente para recuperar as mazelas do corpo, mas fez-me muito bem à cabeça. Receita simples: um livro, areia e o barulho do mar.

22
Abr19

Novidade - "Máquinas Como Eu" de Ian McEwan 

502xadddd.jpg

 

Sinopse:

Máquinas Como Eu decorre numa Londres alternativa nos anos 1980.
Charlie, à deriva na vida e esquivando-se de um emprego a tempo inteiro, está apaixonado por Miranda, uma aluna brilhante que vive com um segredo terrível.
Quando Charlie herda uma pequena fortuna, compra Adam, um exemplar do primeiro lote de seres humanos sintéticos.

Com a ajuda de Miranda, constrói a personalidade de Adam. O quase-humano é belo, forte e inteligente… e depressa se forma um triângulo amoroso.
Estes três seres confrontar-se-ão com um dilema moral profundo e os amantes serão postos à prova para além do seu próprio entendimento.

Este romance subversivo e divertido de Ian McEwan coloca questões fundamentais:
O que nos torna humanos?
Os nossos actos, exteriores, ou as nossas vidas interiores? Pode uma máquina entender um coração humano?

Uma história empolgante e provocadora que nos alerta para o perigo de criarmos coisas que escapam ao nosso controlo.

21
Abr19

Work in progress, leituras, obras e afins...

Work-in-Progress.jpg

Por estes dias as leituras são escassas. Estou medido numa aventura de obras e o tempo que não é para descanso é para arrumar tralha, mover tralha e afins. Na última semana quase não li. Conto a partir de segunda feira iniciar um forcing final para terminar as minhas duas leituras simultâneas deste mês. A ver se consigo!

A boa notícia é que findas as obras os meus livros vão ter uma casa nova mais arrumada!

21
Abr19

Novidade - "Nós Contra Eles - O fracasso do globalismo" de Ian Bremmer

fghgfh.jpg

 

Sinopse:

Os EUA elegeram um presidente protecionista, anti-imigração, que prometia pôr a América em primeiro lugar. Na Europa, o Brexit avança e os partidos extremistas estão a cada vez mais perto do poder.
Os paladinos da globalização prometeram-nos riqueza generalizada, mas desfeita esta fantasia, vemos o populismo propagar-se pelo mundo, alimentado pelos fracassos do globalismo. À deriva, um conjunto cada vez maior da população vê o seu futuro negado, deixa de reconhecer as caras e a cultura que a rodeia e escolhe encarar, cada vez mais, o mundo como uma batalha entre «nós» e «eles».
Quando o ser humano se sente ameaçado, tenta identificar os perigos e procurar aliados usando o inimigo identificado, real ou imaginado, para os recrutar.

Este livro trata de como definimos essas ameaças e lutas pela sobrevivência. Trata dos muros, físicos ou digitais, que os governos erguem para proteger os que estão dentro dos que estão fora e para proteger o Estado dos seus próprios cidadãos. E trata do que podemos fazer para endireitar o mundo.

Pág. 1/3

Um Leitor

foto do autor

Livros de 2019

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

O Leitor está a ler

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Calendário

Abril 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.