Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

31
Out18

O novo livro de Cavaco

1507-1.jpg

 

Cavaco Silva lançou na semana passada um novo livro sobre os seus últimos tempos como presidente.

Durante muito tempo achei que não foi reconhecido a Cavaco o devido mérito pelos anos em que esteve à frende do Governo do país. Muita gente lhe apontava críticas, pela forma como governou, pelo dinheiro desperdiçado dos fundos comunitários, etc.

Sempre achei que, tendo cometido erros, Cavaco era um tipo sério, diferente da maior parte dos políticos.

Quando se candidatou a presidente votei nele exatamente porque acreditava que podia desempenhar um papel importante.

Depois disso vieram dois mandatos onde fui perdendo o encanto. O homem tem direito à sua personalidade e à sua forma particular de desempenhar o cargo, mas a verdade é que houve demasiados episódios a contribuir para um desacreditar progressivo do político que, tendo sido o que mais tempo esteve em democracia em cargos de governação, continua a dizer que não é político. E aqui destaco a questão nunca esclarecido da sua relação com o tema BPN.

O novo livro vem apenas reforçar esta ideia de desacreditação. Não sei se é falta de sentido de Estado, de bom senso ou outra coisa qualquer, o que sei é que não me parece normal escreve um livro de memórias onde se incluem considerações sobre políticos ainda em desempenho de funções, nomeadamente o Primeiro Ministro.

Um presidente escrever um livro de memórias é normal, o que não me parece normal é o timing. Às vezes quase que parece uma criança birrenta e ciumenta, no caso em relação ao presidente atual e que por isso busca atenção. Enfim, infeliz, diria eu.

31
Out18

Novidade - "O Livro do Império" de João Morgado

250x.jpg

 

 

Sinopse:

Século XVI. Os tempos gloriosos do império português chegam ao fim. O desejado rei D. Sebastião vive para os sonhos de glória. Cego à corrupção da nobreza que prospera aquém e além-mar, permite que a Inquisição imponha o obscurantismo, acusando e julgando as mentes mais iluminadas. Contra tudo e contra todos, um poeta-soldado caído em desgraça decide contar a história épica de um povo para o relembrar da grandeza de outrora e salientar o desvirtuamento do poder que se vive no reino. Mesmo sabendo que corre perigo de vida.

Como era a vida dos portugueses de então e como interagiam com os outros habitantes nos territórios além-mar do império? Com tantos inimigos no poder, como pôde ser publicada uma obra que era provocadora aos olhos da Corte e da Inquisição?

Quem melhor do que João Morgado para nos fazer recuar no tempo? Uma viagem única e envolvente aos dias escaldantes da Inquisição.

30
Out18

Novidade - "Não Há Sonhos Impossiveis" de Shimon Peres

1507-ddd.jpg

 

Sinopse:

O último livro de uma das grandes personalidades da política internacional do século XX. Um livro fundamental para perceber um conflito que atinge hoje novos contornos e continua no centro das atenções da comunidades internacional.

«Shimon Peres foi um gigante da geração que fundou Israel, um incansável defensor da paz e um eterno otimista. Todos temos muito a aprender com a sua história, que agora pertence ao mundo.»
Barack Obama

«Neste livro, Peres reflete sobre 70 anos na política e sobre os momentos decisivos na história de Israel que lançam as bases para um futuro de paz e esperança. Este livro capta a profunda crença deste meu querido amigo na nossa capacidade de vermos além das nossas feridas, de modo a tirarmos o máximo partido do presente e criarmos uma promessa de futuro.»
Bill Clinton

29
Out18

A Matilde é amiga cá de casa

Matilde-Vai-para-o-Jardim-de-Infancia.jpg

 

 

Já aqui escrevi há uns tempos sobre a ajuda que deu cá em casa o livro "Matilde: Vasco, Este é o Bacio!" quando o pequeno andava para largar as fraldas. Foi este livro que permitiu concluir o processo com maior rapidez e eficácia.

Com a entrada para a escolinha voltámos a tentar a ajuda da Matilde, desta vez com o livro "Matilde: Vai para o Jardim de Infância" e mais uma vez foi uma ajuda muito importante.

São livros muito didáticos, cativantes para os pequenos e com uma componente de ajuda aos pais no final de cada livro.

Cá em casa recomenda-se vivamente!

Da minha parte fico também muito contente que, ainda com tenra idade, o pequeno já perceba que se aprende com os livros!

29
Out18

Novidade - "Caros Fanáticos" de Amos Oz

1507-12.jpg

 

Sinopse:

Mais de dez anos depois do lançamento do livro "Contra o Fanatismo", Amos Oz sente a necessidade de voltar ao tema com três novas reflexões que retomam o assunto, reformulando-o, ampliando-o e actualizando-o.
O traço comum é, de novo, a análise do fanatismo combinada com uma apologia à moderação. Independentemente do tipo de fé e do contexto em que o fanatismo - religioso, político ou cultural - se expressa, ele é, para Amos Oz, o verdadeiro inimigo do presente. Juntamente com este tema, Oz também regressa à atual situação no Médio Oriente e ao conflito israelo-árabe.

28
Out18

Novidade - "Ao Serviço de Portugal" de Jorge Silva Carvalho

1507-1.jpg

 

Diz-se que pode ser um dos livros mais quentes do ano...

Sinopse:

Em 2016, Jorge Silva Carvalho, ex-diretor do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), o serviço português de inteligência externa, foi condenado em tribunal por violação de segredo de Estado, acesso a dados pessoais e devassa da vida privada. Na altura, como até hoje, contestou essa sentença – e, dois anos depois, quebra o silêncio com um livro que não se limita a abordar «o seu caso», mas que é, também, uma viagem à história e à vida recente dos serviços secretos portugueses. Nele, responde a questões que interessam a todos nós: como se organizam os serviços de informação? Quais são os limites e o alcance do trabalho dos «espiões portugueses»? É possível manter um serviço de inteligência sem atravessar as fronteiras da legalidade? 

Numa linguagem viva e direta, resultado de longas conversas, Jorge Silva Carvalho começa por recordar as acusações durante a última sessão do seu julgamento, recua aos tempos da formação no SIS, à especialização em contraespionagem, à formação da «Casa da Rússia», a atividade dos serviços em alguns casos de vigilância e contrainformação, e mostra — pela primeira vez — como decorrem essas operações em Portugal e no estrangeiro. 

Um livro que não vai deixar ninguém indiferente e que quebra o silêncio sobre os serviços de informações nacionais.

 

27
Out18

Compra - “Dicionário de Erros Frequentes da Língua”

250x.jpg

 

Algures em fevereiro deste ano li uma crónica do Miguel Esteves Cardoso sobre um livro, um dicionário com o título “Dicionário de Erros Frequentes da Língua” e do auto Manuel Monteiro.

MAC escreveu maravilha sobre o livro, terminando mesmo a sua crónica com a frase “Precisamos todos dele”.

O livro não é barato (22,50 €) e como tal fui esperando pela sua aparição no OLX desde então. Na semana passada encontrei um a bom preço e comprei.

Não é preciso folhear muito para se perceber que MAC tem razão e que é um dicionário que se lê como um livro normal, e não serve apenas para consulta.

Grande compra e certamente uma excelente leitura, que do ponto de vista lúdico, quer como efetiva ferramenta de trabalho para o futuro.

27
Out18

Novidade - "As flores perdidas de Alice Hart" de Holly Ringland

250xdddd.jpg

 

Sinopse:

Um romance sobre as histórias que deixamos por contar e sobre as que contamos a nós próprios para sobrevivermos.

Alice tem nove anos e vive num local isolado, idílico, entre o mar e os canaviais, onde as flores encantadas da mãe e as suas mensagens secretas a protegem dos monstros que vivem dentro do pai.

Quando uma enorme tragédia muda a sua vida irrevogavelmente, Alice vai viver com a avó numa quinta de cultivo de flores que é também um refúgio para mulheres sozinhas ou destroçadas pela vida. Ali, Alice passa a usar a linguagem das flores para dizer o que é demasiado difícil transmitir por palavras.

À medida que o tempo passa, os terríveis segredos da família, uma traição avassaladora e um homem que afinal não é quem parecia ser, fazem Alice perceber que algumas histórias são demasiado complexas para serem contadas através das flores. E para conquistar a liberdade que tanto deseja, Alice terá de encontrar coragem para ser a verdadeira e única dona da história mais poderosa de todas: a sua

26
Out18

Autores que nunca li - Joël Dicker

Untitled.png

 

 

Alguém, há já algum tempo atrás, falou-me neste autor a propósito do livro "Verdade Sobre o Caso Harry Quebert". Não conhecia. Procurei na internet e encontrei boa crítica, mas entretanto, entre tantas opções acabou por ficar esquecido.

Mais recentemente, a quando do lançamento em português do novo livro do autor, "O Desaparecimento de Stephanie Mailer", trouxe da FNAC um panfleto promocional que continha as primeiras páginas do novo livro. ainda na fila para pagar li uma boa parte da brochura e em casa li o resto porque efetivamente é cativante.

A partir desse momento passei a procurar no OLX o livro para comprar já que novo custa mais de 20 €. Tive sorte e por 16 € comprei os dois livros.

Ainda não sei exatamente quando vou encaixar, nas tenho a certeza que pelo menos um deles será uma das minhas leturas dos tempos mais próximos. Posso até desiludir-me, mas parece-me que tem muita qualidade.

26
Out18

Novidade - "Vidas Escritas" de Javier Marías 

502x.jpg

 

 

Sinopse:

Javier Marías apresenta-nos vinte e seis breves retratos de grandes escritores, que são um convite à leitura das suas obras.

Entre os escolhidos estão William Faulkner, Joseph Conrad, Isak Dinesen, James Joyce, Robert Louis Stevenson, Arthur Conan Doyle, Oscar Wilde, Ivan Turgueniev, Thomas Mann, Giuseppe Tomasi di Lampedusa, Rainer Maria Rilke, Vladimir Nabokov, Madame du Deffand, Rimbaud, Henry James e Laurence Sterne.

Todos eles são tratados por Marías com admiração, afeto, ironia e distanciamento.

O volume é completado com retratos de seis mulheres fugitivas.

25
Out18

Top de vendas nos States

daasd.png

 

Esta semana é esta a realidade das vendas nos EUA. Uma curiosidade: no top estão apenas novos lançamentos, o que, pelo que conheço, não é muito comum. James Patterson parece que é um residente permanente neste top, está lá sempre.

Confesso que tenho alguma curiosidade no livro "The Next Person You Meet in Heaven".

 

25
Out18

Novidade - "Pais Sem Pressa" de Pedro Strecht 

502x.jpg

 

Sinopse:

Em média, uma mãe ou um pai passam 37 minutos por dia com o seu filho. Uma criança até aos 10 anos passa diariamente 8 horas na escola. Um recluso passa mais tempo ao ar livre do que uma criança em idade escolar. Uma criança ou adolescente passa mais de 2 horas e meia por dia diante de um ecrã. Num tempo em que as relações são substituídas pelas conexões, em que tudo se tornou público e potencialmente "viral", desde a barriga da mãe durante a gravidez ao primeiro choro do bebé quando nasce, não espanta que certos jovens sonhem ser youtubers profissionais, para serem conhecidos em todo o mundo e ficarem ricos sem fazer quase nada.

Estar on tornou-se, sem dúvida alguma, estar in e contar likes a solução omnipotente para evitar o contratempo de um dislike. A exposição do próprio perante o outro é um pilar do modelo prioritário de comunicação e relação e a epidemia da criança superprotegida que se torna "rei" ou "rainha" e tiraniza a vida dos pais é uma realidade que tem tanto de confrangedor como de assustador - a sociedade atual parece incapaz de lidar com o seu próprio limite. Hoje, é comum os pais estarem em contacto permanente, obrigados a responder ao minuto, ou até ao segundo, tanto no trabalho, do qual sentem dificuldade em desligar-se, como na vida pessoal e familiar. O ritmo de vida é diabolicamente rápido. Quanto mais se faz ou responde, mais necessidades se criam.

A espiral não para e induz a presença da mesma queixa comum entre pais e filhos: não há tempo! Neste livro, o prestigiado pedopsiquiatra Pedro Strecht defende que é urgente evitar que o tempo tecnológico nos controle a nós e aos nossos filhos e se nos imponha de modo ditatorial.

A falta de distância expulsa a proximidade. Impõe-se, por isso, a necessidade de repensarmos a vida familiar, repleta de tarefas e de horários exigentes, e de a alinharmos pela noção temporal que a natureza oferece. Porém, embora o tempo natural esteja intimamente ligado ao tempo biológico, isto é, àquele que preside ao desenvolvimento físico e emocional das pessoas, o contacto das crianças portuguesas com a natureza tem-se tornado deficitário. Há, então, que modelar ritmos e desenvolver novos padrões de vida e isso implica uma noção consciente e integrada do tempo. Porque o ócio nos parece um luxo, é fundamental saber parar, organizar, construir novas rotinas, que alternem velocidade, resposta e eficácia com desaceleração, pausa, tranquilidade e harmonia.

Pais Sem Pressa é um convite ao que parece ser a necessidade de um novo paradigma de vida psicossocial: a presença da pausa.

24
Out18

O último livro de Stephen Hawking - "Breves Respostas às Grandes Perguntas"

250x1.jpg

 

Falecido já durante o ano de 2018, Stephen Hawking deixou um último livro escrito, "Breves Respostas às Grandes Perguntas", que, como o nome indica, será um compêndio de respostas breves às maiores questões da humanidade.

Este ano, e ao contrário do que vinha acontecendo em anos anteriores, não li ainda nenhum livro na área da ciência, pelo que, esta será uma grande oportunidade para colmatar essa lacuna já que seja às livrarias dia 20 de novembro em tradução portuguesa. É quase certo que esta ainda vai ser uma das minhas leituras até final do ano.

23
Out18

Novidade - "Homo Creator" de Edward O. Wilson

250x.jpg

 

 

Sinopse:

Edward O. Wilson, um dos mais importantes cientistas vivos, fala nesta obra sobre a essência da natureza humana. O premiado biólogo explica por que razão a nossa espécie é altamente avançada e extremamente perigosa.

O Homo Sapiens surgiu há cerca de 100 mil anos. Mas como foi a evolução para os seres humanos? Porque é que a criatividade é a característica determinante da nossa espécie? Como surgiu? Como se manifesta? Como nos distingue das outras espécies? E qual o seu potencial destrutivo? Ao narrar as origens e a evolução da criatividade, o autor revela-nos uma outra dimensão da humanidade.

A criatividade torna-nos especialmente avançados enquanto espécie, mas também nos dá o potencial para sermos extremamente perigosos, sobretudo no que respeita ao nosso planeta. Neste livro profundo e revelador, Edward O. Wilson procura saber como surgiu esta expressão humana única e fundamental e como se manifestou ao longo da história da nossa espécie.

Revelando grande sensibilidade e misturando meditações filosóficas com factos científicos, o autor demonstra que a criatividade teve início há mais de cem mil anos e narra a sua evolução desde os antepassados primatas até aos seres humanos. Os primeiros Homo sapiens tinham um cérebro e uma memória maiores, levando à elaboração de narrativas internas e, pela primeira vez na vida, a uma verdadeira linguagem. A partir daí, surgiu a nossa criatividade e cultura sem precedentes.
Wilson aborda ainda a importância da relação entre as humanidades e as ciências: o que se oferecem mutuamente, como podem unir-se e quais são as suas lacunas.
O passado e o presente da criatividade e da humanidade, e também uma proposta de mudança, para que, no futuro, possamos aprender mais sobre a natureza humana e aperfeiçoar a nossa relação com a natureza.

22
Out18

"Entre o Sono e o Sonho" - Antologia de Poesia

thumbnail_CONVITE.jpg

 Teve lugar ontem em Coimbra o lançamento do Volume X da Antologia de Poesia Portuguesa Contemporânea, "Entre o Sono e o Sonho" da Chiado Grupo Editorial.

O Leitor não esteve presente, mas contribuiu com um dos mais de mil poemas que fazem parte da obra. A poesia, mais escrita do que lida, é desde que me recordo, um dos meus prazeres e escapes.

É a minha terceira participação consecutiva nesta Antologia, e embora reconheça que não comprei as versões anteriores, tive oportunidade de folhear e encontrar poesia com bastante qualidade.

Fica a nota para, quem sabe, um presente da Natal.  

Booktrailer disponível aqui.

22
Out18

Novidade - "A Coisa - Livro I" de Stephen King

250x.jpg

 

Sinopse:

O clássico de King sobre sete adultos que regressam ao lugar onde cresceram para enfrentar um pesadelo que todos eles lá viveram… algo maléfico e sem nome: a Coisa.
Bem-vindos a Derry, no Maine. Uma cidade vulgar: familiar, ordeira e, na maior parte das vezes, um bom sítio para viver.
Mas há um grupo de crianças que sabe que há algo de tremendamente errado com Derry. É nos esgotos da cidade que a Coisa se esconde, à espreita, à espera… e às vezes sobe ao solo, tomando a forma de todos os pesadelos, do maior medo que se encerra dentro de cada um de nós.

O tempo passa, as crianças crescem e esquecem. Mas a promessa que fizeram há vinte e oito anos exige-lhes que voltem à cidade da infância para enfrentarem o mal que se agita bem no fundo da memória de todos e emerge agora, uma vez mais, trazendo novamente o pesadelo e o terror ao presente.

Pág. 1/4

Um Leitor

foto do autor

Livros de 2019

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

O Leitor está a ler

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Calendário

Outubro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.