Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

31
Ago18

Leitura - “Elon Musk: O Génio Que Está a Inventar o Nosso Futuro” de Ashlee Vance

250x.jpg

 

Terminei ontem o livro “Elon Musk - O Génio Que Está a Inventar o Nosso Futuro” de Ashlee Vance. A biografia autorizada de Musk.

Aqui há uns meses participei numa aula na Nova SBE (School of Business and Economics) dedicado ao tema da liderança onde cada um dos “alunos” tinha de apresentar um pequeno trabalho sobre um líder retratando a sua personalidade e forma de gestão / liderança.

Confesso que Musk seria para mim o trabalho ideal exatamente porque tinha bastante curiosidade na pessoa e no líder. Não se proporcionou nesse momento, mas proporcionou-se agora, em parte levado pela maior exposição de Musk nos tempos mais próximos.

O livro é bom, muito bom, muito bem escrito e situa-se num limbo certamente muito difícil para poder ser considerada uma biografia autorizada considerando algumas informações e relatos que faz do biografado.

Depois de ler o livro a ideia com que se fica é que o título talvez não seja tão presunçoso como poder parecer à primeira vista. Musk será efetivamente um génio que está a fazer por inventar o nosso futuro. Os seus três grandes pilares – Space X, Tesla e SolarCity estão na vanguarda da redefinição do nosso futuro.

A leitura do livro, e de todo o percurso de Musk, ajuda-nos ainda a enquadrar melhor aquilo que vamos ouvindo e vendo nos últimos tempos, do melhor, o lançamento do foguetão mais potente do mundo, ao pior, com as polémicas com o salvamento das crianças numa gruta na Tailândia e a recente intenção de retirar a Tesla da bolsa. Ler o livro ajuda-nos a perceber melhor de onde vem tudo isto.

Musk pode-nos parecer muita coisa ao longo do livro: insensível, bruto, mau gestor, com falta de escrúpulos e noção da realidade das pessoas que o rodeiam, mas no limite ele tem sempre como objetivo criar um maior desígnio para a humanidade e faz-nos pensar que um mundo com mais meia dúzia de Musks poderia ser um mundo bem diferente, algo que não de pode dizer de muita gente a face da Terra.

Ainda disse um dia que a medida que permite aferir se estamos perante um louco ou um génio é o sucesso. Pois bem, se é verdade que Musk será um pouco louca, a verdade é que usando este critério será claramente um génio.

Em resumo é uma leitura obrigatória.

 

Sinopse:

Elon Musk é visto em Silicon Valley como o mais excitante, imprevisível e ambicioso empresário da atualidade - uma mistura de Steve Jobs e Bill Gates. Para muitos, este visionário pode mesmo vir a ter um impacto na humanidade sem paralelo. Este é o livro que conta a sua história.

Elon Musk construiu a sua fama e fez fortuna com algumas das mais bem-sucedidas empresas de tecnologia, como a PayPal, vendida à eBay por 1,5 mil milhões de dólares, investindo depois em projetos com potencial para revolucionar o mundo. A Tesla Motors, no fabrico de carros elétricos, a SpaceX, na indústria espacial, e a SolarCity, nos painéis solares, estão a transformar os seus segmentos industriais, provocando um salto evolutivo no setor empresarial americano.

A insistência de Elon Musk nestas áreas de alto risco, tocando em poderes fortemente instituídos, valeu-lhe assombros de falência e ruína; da sua resiliência e visão nasceria, porém, uma das maiores reviravoltas da história empresarial dos EUA, sendo hoje visto como um visionário de sucesso.

Para escrever esta biografia, o experiente jornalista Ashlee Vance (New York Times e Bloomberg Businessweek) obteve a autorização oficial e a colaboração do próprio Elon Musk, com quem teve inúmeras entrevistas e conversas ao longo dos mais de 2 anos em que acompanhou a sua vida. Em paralelo, as conversas com 300 pessoas das esferas pessoal e profissional de Musk permitiram mostrar todos os ângulos que compõem a história deste gestor e empreendedor genial, que está a dedicar a sua vida a inventar um futuro melhor.

 

31
Ago18

Novidade - "Areias Brancas" de Geoff Dyer

250xssss.jpg

 

Sinopse:

Em Areias Brancas, Geoff Dyer encontra-se de novo em viagem, atravessando o Globo, da Polinésia Francesa ao norte da Noru-ega. Em Pequim, na Cidade Proibida, com uma guia que poderá bem não ter sido guia; com amigos, no Novo México, onde D.H. Lawrence teve a sua «maior experiência do mundo exterior»; ou com Don Cherry nas Torres Watts, em Los Angeles - nestes e em muitos outros lugares, aqui (como em grande parte da sua extensa obra), Geoff Dyer entretece ficção e não ficção, arte, literatura e episódios da sua história pessoal para construir uma narrativa de viagem muitas vezes hilariante, e sempre inquiridora das grandes questões que se nos põem quando saímos de dentro de nós próprios. Uma prosa reverberante de inteligência, graça e de uma imensa comicidade.

30
Ago18

Book quote

untitled.png

 

Afirmação exagerada? não creio. O conceito de aprender é muito abrangente. Há sempre qualquer coisa que podemos aprender num livro... na pior das hipóteses aprendemos que devemos escolher melhor os livros que queremos ler e/ou comprar...

29
Ago18

Novidade - "A Terra de Naumãn" de H. G. Cancela

250xe.jpg

 

Sinopse:

«Este ano não houve Troca de Ovos. Todos os solstícios da estação seca, durante setenta gerações, as comunidades reuniram­-se no Planalto de Naumãn. no alto das escarpas de granito, onde arde o fogo, erguem­-se as muralhas com sete Portas. Éramos seis comunidades. Cada comunidade acedia ao espaço ritual pela sua Porta. a sétima, aprendíamo-lo desde a primeira vez que pisávamos o Planalto, era para aqueles que viriam. Uma promessa de posteridade. a garantia de que, depois de cada dia, haveria outro dia, depois de cada ano, haveria outro ano, depois de cada comunidade, haveria outras comunidades. Nós, Naumans de dedos hábeis, respeitamos o passado, mas veneramos o Futuro. no solstício em que perfazia catorze anos, eu, Alva, da comunidade de Uila, fui com os outros Naumans do mesmo ano conduzida ao Planalto. Enquanto subíamos as rampas que conduziam às Portas, todos levávamos os olhos vendados por uma faixa de sete voltas, tantas quantos os meses em que se divide o ano.»

28
Ago18

III edição da Festa do Livro em Belém

39062966_2350459554972076_5666503847154024448_n.jp

 

 A III Festa do Livro em Belém, com o patrocinio do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa irá decorrer de 30 de Agosto a 2 de Setembro, nos Jardins do Palácio de Belém.

Este ano a feira conta com a presença de cerca de 50 editores e quase 80 mesas.

Vou fazer por passar por lá com o resto da família. Pode ser um interessante programa de fim de semana!

28
Ago18

Novidade - "Monteperdido" de Agustín Martínez

250xddd.jpg

 

 Sinopse:

Um thriller psicológico absorvente e de ritmo cinematográfico.
Ana e Lucía, duas amigas de onze anos de uma pequena aldeia dos Pirenéus, abandonam a escola e vão para suas casas. Mas nunca chegam ao seu destino.
Cinco anos mais tarde entre os despojos de um acidente de carro, num desfiladeiro próximo a Monteperdido, aparecem o corpo de um homem e uma adolescente gravemente ferida e desorientada.
É Ana, uma das meninas que desapareceu há muito tempo.
Enquanto toda a aldeia tenta assimilar o rumo dos acontecimentos, o caso é reaberto.

27
Ago18

O pequeno gosta de livros...

1540-1.jpg

Martine-Anda-de-Bicicleta.jpg

 

Cá por casa as preferências na literatura infantil vão variando um ponto com o passar do tempo.

Neste momento existem duas preferências muito vincadas: O Bingo e Rolly que é uma série que passa no canal Disney Júnior e os livros da Martine, a nossa antiga Anita.

Aquilo que mais me deixa feliz é que não há dia em que não haja pelo menos uma história ao deitar, sendo que ao fim de semana normalmente até há mais.

Pode ainda vir a mudar (espero honestamente que não), mas para já o pequeno parece ter herdado o gosto pelos livros do pai e da mãe.

27
Ago18

Novidade - "Desaparecer na Escuridão" de Michelle McNamara

 

250xdd.jpg

 

Sinopse:

Este livro tem o enredo, suspense e intensidade de um policial. Trata-se, no entanto, de um livro de não-ficção. McNamara morreu de forma trágica a meio da investigação que procurava identificar o Golden State Killer, responsável por uma onda de violações e assassinatos na Califórnia que se prolongou por mais de dez anos. A Polícia arquivou o caso. Mas McNamara continuou a investigação pelos seus próprios meios. Desaparecer na Escuridão é o relato de anos de investigação sobre a mente de um criminoso impiedoso.

É também o retrato da obsessão de uma mulher pelo fim da impunidade de um assassino. Este livro está destinado a tornar-se um clássico da literatura policial. Os direitos de adaptação para série de televisão foram adquiridos pela HBO.

26
Ago18

Compra - "Onde Estamos" de Emmanuel Todd

250x.jpg

 

Este era um dos livros que fazia parte da minha wishlist. Está adquirido (a bom preço, diga-se) e quero ver se é lido até final do ano. Vou ter de fazer escolhas, para variar, entre tudo o que queria ler e o que vou conseguir ler.

Sinopse:

Esta obra sonda as profundezas menos conscientes da vida social, às quais Emmanuel Todd dedicou toda a sua vida de investigador, para encontrar a explicação para o que se nos afigura atualmente como a grande desordem do mundo. Apenas pelo entendimento da dinâmica de longa duração dos sistemas familiares, da articulação desses sistemas com a religião e a ideologia, e das ruturas induzidas pelo progresso educativo poderemos compreender o efeito de divergência que afeta as nações desenvolvidas: o paradoxo de um Homo americanus simultaneamente inovador e arcaico, o fenómeno Trump, a falta de realismo das potências alemã e chinesa, a eficiência russa, a renúncia japonesa, as recentes metamorfoses da Europa e o Brexit. Esta revisitação magistral da história da humanidade permite-nos antever com lucidez o que nos espera no dia de amanhã.

 

26
Ago18

Novidade - "Castelo do Homem Ancorado" de J.K.. Huysmans

1507-1ddd.jpg

 

Sinopse:

O livro atravessa-se de sonhos, compraz-se com a descrição das mais delirantes formas da incomunicabilidade, do drama do homem vivo que come e é comido. «Solteiro, misógino, com um azedume que lhe chegava das rotinas de manga-de-alpaca no Ministério do Interior, assim foi sentido J.-K. Huysmans nos seus trinta e três anos de vida literária. Muito afamado na prosa, houve muito perto dela a legenda de uma audácia com que entreteve à mesa dos cafés de Montmartre um discurso onde se cruzavam as ironias e as frustrações do celibatário. No seu Livre des Masques, Rémy de Gourmont regista-o numa dessas cavaqueiras: «Inventava as metáforas mais atrevidas para traduzir experiências e preocupações sexuais, e as mais sujas também. São castos os seus livros, se os compararmos com as conversas que ele animava.» Na literatura, onde deixou o seu nome flamengo semi-inventado (o verdadeiro era Charles Marie Georges Huysmans [Paris, 5 de Fevereiro de 1848 – Paris, 12 de Maio de 1907]) bebido numa ilustre cepa de pintores da Flandres, foi exemplo de um notável domínio da palavra. E com essa frase «pintada», que pretendeu sentir como metamorfose em escrita da pincelada flamenga, pretendeu terçar armas pelo «naturalismo» — quase uma obrigação, um preço exigido pela sua convivência apertada com Émile Zola. [...] Em 1887, com um intervalo de poucos meses publicava Un Dilemme, novela nada menos do que fuliginosa, e este En Rade (que à letra significa apenas «ancorado» mas o título português complica, por razões estéticas e comerciais, chamando-lhe O Castelo do Homem Ancorado). A sua inspiração ainda vagueia numa fronteira que não se declara aberta ao satanismo, mas é nitidamente banhada pelos seus reflexos. [...] "O Castelo do Homem Ancorado" é, no entanto, um estranho casamento. Faz a sombra de um cenário gótico entender-se à força com uma anedota naturalista de tédio urbano. O habitual discurso celibatário do autor corre agora por sonhos com um traçado baudelaireano, interroga-se com angustiada nevrose sobre as naturezas do mundo onírico.» Aníbal Fernandes     

25
Ago18

Bibliotecas do Mundo 1

BibliotecaMafra%2003_JG14_HR_Credit%20TurismoLisbo

(imagem retirada daqui

Há alguns dias escrevi aqui sobre o livro de um autor italiano que fotografou as mais belas bibliotecas do mundo. Estão lá algumas, mas existem muitas outras igualmente espetaculares.

Assim, nos próximos tempos irei mostrar aqui bibliotecas do mundo segundo um critério muito próprio... o meu gosto.

Já aqui referi várias vezes que para mim uma biblioteca é um género de local quase de culto, por isso faz todo o sentido por um lado procurá-las e por outro mostrá-las aqui.

Para que não restem dúvidas O Leitor é alguém que subscreve integralmente uma frase célebre de Jorge Luís Borges “Sempre imaginei que o paraíso será uma espécie de biblioteca”.

A primeira, como não podia deixar de ser é nossa. A Biblioteca de Mafra. Quem já lá esteve sabe a verdadeira dimensão e beleza daquele espaço. É espetacular.

25
Ago18

Novidade - "Dicionário do Diabo" de Ambrose Bierce

1507-12.jpg

 

Sinopse:

Nova edição de um grande clássico da literatura. Ilustrações de Ralph Steadman. «O que significa Dicionário do Diabo? É um dicionário escrito do ponto de vista do Diabo? Ou do ponto de vista de um autor tido como diabólico? Ou diabólico é o espírito que anima este Dicionário? Todas estas leituras são possíveis. Este Dicionário anuncia logo no seu nome que não se pretende informativo, como os dicionários comuns. O que interessa a Bierce não é descrever o mundo tal como é. Bierce critica os fundamentos da sociedade do seu tempo: o patriotismo, o colonialismo, o militarismo, o clericalismo, a demagogia democrática. E os vícios humanos de todos os tempos: o oportunismo, a hipocrisia, a estupidez e a vigarice. No entanto, o seu principal alvo é a manipulação das palavras e dos sentidos. Bierce distorce o sentido das palavras porque as palavras adquiriram sentidos distorcidos. É assim quando define o comércio como ‘saque’, o catecismo como ‘adivinhas teológicas’ ou o amor como ‘uma demência temporária que se cura com o casamento’. "O Dicionário do Diabo" é um manual de guerrilha contra o conformismo. Uma guerrilha moderadamente convicta dos seus poderes mas ainda assim apostada na inconveniência e na crítica sem tréguas.» Pedro Mexia, Prefácio

24
Ago18

Dava um bom retiro livresco 21

45-small-home-library-ideas-enchanting-home-librar

 

 Para muita gente este local será apenas uma divisão desarrumada, um caos. Para mim é sonho. Adorava ter um  espaço assim. Não sei explicar. Entrar num espaço carregado de livros, a cheirar a livros tem um efeito brutal na minha pessoa em termos de criação de paz interior.

24
Ago18

Novidade - "Rising Star: The Making of Barack Obama" de David J. Garrow

1507-2.jpg

 

Espero que venha a ser traduzido em português. Obama é sempre um tema de interesse.

 

Sinopse:

The definitive account of Barack Obama’s life before he became the 44th president of the United States – the formative years, confluence of forces, and influential figures who helped shaped an extraordinary leader and his rise – from the Pulitzer Prize-winning author of "Bearing the Cross". Barack Obama's keynote speech at the 2004 Democratic National Convention instantly catapulted the little-known state senator from Illinois into the national spotlight. Three months later, Obama would win election to the U.S. Senate; four years after that he would make history as America’s first black president. Moving around the globe, from Hawaii to Indonesia to the American Northeast and Midwest, Rising Star meticulously unpacks Obama’s life, from his tumultuous upbringing in Honolulu and Jakarta, to his formative time as a community organizer on Chicago’s South Side, working in some of the roughest neighborhoods, to Cambridge, where he excelled at Harvard Law School, and finally back to Chicago, where he pursued his political destiny. In voluminous detail, drawn from more than 1,000 interviews and encyclopedic documentary research, Garrow delivers the most authoritative account of the ambition, the dreams and the all-too-human struggles of an iconic president. «Impressive… deeply reported.» New York Times Book Review «Engages, absorbs and mesmerises.» Library Journal

23
Ago18

Novidade - "Mesmo Antes da Felicidade" de Agnès Ledig

1507-1.jpg

 

Sinopse:

Dois anos no top dos livros mais vendidos. Um dos livros mais amados pelo público feminino nos 10 países onde está traduzido. Há muito que Julie deixou de sonhar. Caixa num supermercado, mãe solteira, aos 20 anos passa os seus dias num trabalho mal pago à mercê de um patrão abusador. Para dar o melhor que pode ao seu filho de três anos, Lulu, a caixa Julie encaixa tudo isto e muito mais, se for preciso. Ma um dia o seu destino cruza-se com o de Paul, um cliente sexagenário que se comove com a sua situação e lhe estende a mão. Aos seus olhos, Julie é uma mulher inteira, interessante, respeitável e respeitada. É este homem que, comovido com a sua história, a convida a ela e a Lulu para a sua casa de praia na Bretanha. Desconfiada de tanta generosidade, acaba por aceitar para que Lulu veja o mar e faça castelos de areia. Será que a felicidade encontrou finalmente o caminho da vida de Julie? Ou estará o destino apenas a preparar-se para lhe puxar o tapete – outra vez?    

23
Ago18

'Sapiens' de Yuval Noah Harari vai ser adaptado

250x.jpg

 

Segundo se soube recentemente o livro “Sapiens” de Yuval Noah Harari vai ser adaptado em formato documentário pela mão do realizador Ridley Scott.

“Sapiens” é um dos livros que tenho para ler ainda este ano. Só não o li logo a seguir ao “Homo Deus” (vontade não me faltou) para ter tempo para assimilar o seu conteúdo, mas vou lê-lo muito em breve.

Mais alguma informação em "Após oito milhões de leitores, Ridley Scott vai adaptar 'Sapiens' de Yuval Harari"

22
Ago18

Novidade - "Babilónia" de Yasmina Reza

250x44.jpg

 

Sinopse:

Babilónia aqui (como no salmo) é o tempo presente, lugar ou momento de perda, distante de um passado ideal.
Tudo começa com uma festa de primavera em casa de Elisabeth e Pierre. Os convidados são sobretudo casais de meia-idade e, de entre eles, os vizinhos de cima formam o mais singular: o homem, Jean-Lino, de ascendência italiana e judaica, é uma pessoa comum, tímida, que conversa frequentemente com a vizinha de baixo; a mulher, Lydie, é uma figura exuberante que canta jazz num bar e é terapeuta em variadíssimas disciplinas new-age. Ainda que tão diferentes, parecem ser um casal relativamente equilibrado e feliz. A noite avança e com ela a festa, bem como a nossa observação dos convivas e seus comportamentos, acentuados pelo álcool, pelo desejo ou pela ocasião social.

De madrugada, muito depois de a festa acabar, Jean-Lino acorda os vizinhos de baixo e anuncia-lhes o que aconteceu.
Podemos dizer que toda a obra de Yasmina Reza (dramatúrgica e ficcional) é uma tentativa de resgatar a existência humana da sua pequenez e insignificância, da solidão e do abandono, da sua falta de sentido. E, enquanto nos faz observar (quase radiograficamente) os outros, faz-nos ver como somos e rir de nós próprios.

Pág. 1/4

Um Leitor

foto do autor

Livros de 2019

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

O Leitor está a ler

Ministério dos Livros no Instagram

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.