Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

Novidade - "A Mente Aprisionada" Czeslaw Milosz

27.05.18

1507-1.jpg

 

Sinopse:

Czeslaw Milosz – Prémio Nobel de Literatura Escrita por Milosz durante o seu exílio em Paris e publicada em 1953, "A Mente Aprisionada" é uma obra fundamental e um clássico no estudo do totalitarismo. Através de pequenas narrativas biográficas de intelectuais polacos e sua relação com o regime comunista em vigor, Milosz descreve o completo domínio social que este exerceu à época, ao subjugar o espírito e as ideias por meio da «transmissão orgânica» de um pensamento único. Milosz ilumina e resume essa Visão do Mundo e a obediência ao seu Método sedutor e persuasivo num conjunto de textos inovadores, à época polémicos, que anteciparam dissidências e denúncias do estalinismo. O estilo narrativo único, incisivo e sardónico, erudito e eloquente, que conjuga reflexão filosófica e política com descrição biográfica quase ficcional, faz de A Mente Aprisionada uma obra única e incontornável da literatura ensaística, e um dos livros mais influentes e inspiradores alguma vez escritos sobre o tema. «Deu-nos uma descrição da cultura totalitária como mais ninguém o fez.» The Sunday Times «Um livro assustador. Tem de ser lido.» The Guardian

Man Booker Prize International - vencedora Olga Tokarczuk

27.05.18

31KVCB-z8oL__SX326_BO1,204,203,200_.jpg

 

Foi conhecido esta semana a vencedora do prémio Man Booker Prize Internacional, a autora polaca Olga Tokarczuk, autora de “Flights”.

Não conhecia a autoria pelo que pude perceber, apesar de uma vasta obra na Polónia não tem nenhum livro traduzido para português.

O livro é, segundo o site da editora, uma narrativa de viagem — aliás, de várias viagens — através dos séculos e de diferentes personagens e também uma história da anatomia humana, cheia de “reflexões sobre viajar com uma exploração profunda do corpo humano, a vida, a morte, o movimento e a migração”.

Tive oportunidade de ler recentemente o vencedor prémio do ano passado “Um Cavalo Entra Num Bar”, que foi uma agradável surpresa. Vou aguardar por uma tradução para português para fazer o mesmo com a vencedora deste ano.