Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

28
Fev18

Wook útil

untitled.png

 Confesso que não faço muitas compras via Wook mas sou grande fã do site porque me dá a possibilidade de ler o início de muitos (ou boa parte) dos livros disponíveis, coisa que muitas vezes ajuda bastante na hora de decidir, e nem sempre está disponível nas prórpias editoras. É uma ferramenta bantante útil!

28
Fev18

Prémio Literário Casino da Póvoa - “A Forma das Ruínas” de Juan Gabriel Vásquez

250x11.jpg

 

Devo ser honesto, conheço o autor e apenas de nome e nal. Muito provavelmente se me perguntassem um nome de uma obra não saberia dizer. Juan Gabriel Vásquez foi o vencedor do Prémio Literário Casino da Póvoa com a obra “A Forma das Ruínas”.

Deixo abaixo um resumo da história para quem estiver interessado, e o link para a leitura de um excerto.

Sinopse

Carballo é um homem atormentado, em busca de sinais que lhe permitam destrinçar os mistérios de um passado pelo qual está obcecado. Depois de um encontro fortuito com este homem misterioso, Vásquez (sim, o próprio Juan Gabriel Vásquez, que aqui deixa cair a máscara) sente-se compelido a esmiuçar os segredos de uma vida alheia, ao mesmo tempo que se debate com os momentos mais obscuros do passado colombiano.

Link para o excerto disponível.

27
Fev18

Memórias – Michelle Obama lança livro de memórias em 2018

q1oL8UF5.jpg

 

Memórias – Michelle Obama lança livro de memórias em 2018

A ex-primeira dama dos EUA anunciou no Twitter que irá publicar as suas memórias no próximo mês de novembro de 2018.

O livro vai chamar-se “Becoming” e vai contar toda a história de vida da ex-primeira dama desde criança.

A experiência diz que os livros escritos por antigas primeiras damas são normalmente um sucesso, e é quase certo que nenhuma delas tinha o capital de credibilidade que tem Michelle Obama, pelo que, será certamente um bestseller.

O livro sai a 13 de novembro pela mão do grupo editorial norte-americano Penguin Random House.

 

26
Fev18

Novidades - "O Diário Secreto de Hendrik Groen aos 83 Anos e 1/4"

250x.jpg

 

“O Diário Secreto de Hendrik Groen aos 83 Anos e ¼ de Hendrik Groen”. Este é mais um daqueles livros que me entrou pelos “olhos a dentro” num destes dias na FNAC. Achei curioso o título, mas por falta de tempo não consegui ver grande coisa no momento.

Quando cheguei a casa fui tentar perceber um pouco melhor o tema, procurei no Wook e acabei a ler as quase 30 páginas que estão disponíveis.

O livro, como o próprio nome indica é um diário, de um senhor octogenário, que vive num lar de idosos, mas que não está propriamente à espera de morrer. O diário reflete o seu dia-á-dia e toca é um misto entre os acontecimentos que vão tendo lugar no lar e uma reflexão sobre aspetos da vida. O autor real do livro permanece no anonimato e não se sabe se é verdade ou ficção.

Aquilo que me deixou foi uma grande curiosidade. Não sei bem quando o vou conseguir encaixar, mas este será um livro a ler certamente.

 

Sinopse

Hendrik Groen pode estar velho, mas ainda muito longe de estar morto, e espera não ser enterrado tão cedo. Os seus passeios diários são cada vez mais curtos porque as pernas começam a dar de si, e as suas idas ao médico são agora mais frequentes do que ele gostaria. Hendrik está velho, mas quem disse que tem de viver confinado ao lar para idosos perto de Amesterdão esperando que a morte chegue? Quando o Ano Novo começa, decide escrever o seu diário...

Um romance inspirador que se tornou um fenómeno literário em todo o mundo. Ao chegar à última página, será difícil ao leitor, de qualquer idade, despedir-se de um personagem tão encantador e divertido.

 

Mais informação aqui, no Livro do Dia pela mão de Carlos Vaz Marques.

23
Fev18

"Fogo e Fúria" já está disponível

sss.jpg

 

Passei há pouco pela Bertrand e já estive com o livro "Fogo e Fúria" de Michael Wolff na mão. Resisti a levar porque quero terminar "O Anjo Caído" e já sei que se o levasse acabaria por ter de ler alguma coisa, ou muita coisa... por isso fica para mais tarde... provavelmente para a semana...

23
Fev18

E por falar em Daniel Silva...

250xssss.jpg

Há uns dias escrevi aqui sobre o interesse particular que tenho nos livros do escritor Daniel Silva, e sobre o meu processo de curso para ler todas as obras que tem como personagem principal o espião Gabriel Allon. Pois bem, sobre o tema “livros do escritor Daniel Silva” surgiram duas novidades:

- A dia 1 de março vai ser lançado em português o último livro editado (originalmente publicado em julho de 2017), “Casa de Espiões” pela mão da Harper Collins;

- Foi conhecida a data de publicação da nova aventurado espião, em junho de 2018. O livro ainda não tem capa conhecida, mas o título será” The Other Woman”. Para já não há muita informação sobre a história.

Tenho a secreta esperança de no final do próximo ano estar em dia com os livros de Daniel Silva. Para isso devia conseguir ler pelo menos dois (o ideal seriam três) este ano. Um já está a meio, depois logo me organizo para mais um, ou mais dois, ao longo do ano.

22
Fev18

Dava um bom retiro livresco

Desde há muitos anos que acalento a ideia de ter uma biblioteca em casa. Aquilo que tenho hoje é um projeto de biblioteca misturado com escritório, por isso continuo a sonhar com uma casa onde um dia possa ter uma verdadeira biblioteca (mesmo que tenha uma pequena parte de escritório pelo meio). Aquele sítio dedicado apenas os livros, onde apenas vamos para poder ler, confortavelmente numa poltrona, cadeira ou sofá. Isto é o meu projeto de retiro espiritual.

Não faltam exemplos de bibliotecas que eu não me importaria de ter, por isso, a espaços e sempre que me sentir mais nostálgico de um retiro espiritual de leitura, colocarei aqui um exemplo com o título “Dava um bom retiro livresco”. Aqui fica já um exemplo.

 

dam-images-decor-libraries-library-11-margaret-gri

 

 

21
Fev18

Compra - “A Revolução do Algoritmo Mestre”

250xss.jpg

E mais uma vez recorrendo ao belo OLX adquiri, a muito bom preço, um dos livros que pretendo mesmo ler a breve prazo “A Revolução do Algoritmo Mestre” de Pedro Domingos.

Cada vez mais sinto que não podemos perder a carruagem do futuro, e como existem livros que nos permitem ir acompanhando o que aí vem, convém ir estando atento. Acredito que este será um desses casos.

21
Fev18

Livraria Solidária

27709706_1302913033143277_8517451900787582542_o.jp

 

Vai ser inaugurada no próximo dia 23 de fevereiro a Livraria Solidária em Carnide. Trata-se de um projeto da Boutique da Cultura realizado em parceria com a Crescer a Cores e a Azimute Radical.

A Livraria contará com cerca de 7000 títulos cuja venda será realizada por valores entre 1 e 5 €, e está também a aceitar doação de livros para posterior venda.

Iniciativa muito interessante. A visitar em breve.

Mais informação disponível aqui.

20
Fev18

Daniel Silva - uma das minhas preferências

book12.jpg

 

Daniel Silva é uma daqueles autores que foi sendo adiado por inúmeras vezes. Simplesmente não me chamava muito atenção. Aliás, num momento inicial nem conhecia bem o “estilo” do autor.

Em 2014 comprei na Feira do Livro, aleatoriamente, um dos seus livros, no caso “As Regras de Moscovo” e ainda durante esse verão lá tomei a decisão de o ler. O que aconteceu a seguir? Uma coisa boa e uma “má”. A coisa boa foi que descobri um dos meus autores (Daniel Silva) e personagens literárias (Gabriel Allon) favoritas, a má foi ter descoberto que tinha mais 13 livros para ler...

Como fiquei entusiasmado com o primeiro livro, quase de imediato li o que se lhe seguiu em termos cronológicos, “O Desertor”, e a partir daqui fiquei completamente rendido.

Até ao final de 2017 Daniel Silva tinha escrito dezassete livros tendo como personagem principal o grande espião e assassino israelita Gabriel Allon, mas os dois primeiros livros que li são mais ou menos os do meio em termos cronológicos, mais precisamente o oitavo e o nono. Como tinha todo o interesse em conhecer o início da história decidi andar tudo para trás e ler tudo desde o primeiro livro, no caso o “O artista da morte”.

Assim, e ao longo dos últimos anos, li um total de onze dos livros (“O Anjo Caído” é o número doze) mas ainda me faltam seis para apanhar o comboio.

A fórmula é sempre a mesma, mas resulta muito bem: cada livro relata uma história que tem como ator principal um dos mais importantes membros dos serviços secretos israelitas, Gabriel Allon na sua luta contra personagens duvidosas que, de forma direta ou indireta, ameaçam o estado de Israel. Este é sempre (pelo menos nos livros que já li) o ponto de partida, mas depois o autor é brilhante na forma como cria o enredo, na forma como o descreve e no detalhe que coloca. Na minha opinião é absolutamente fenomenal. Uma das coisas que mais aprecio é o facto de o autor em todos os livros contextualizar o leitor sobre quem é o personagem, resumindo o seu passado e o dos que lhe são próximos. Não é preciso ir ao primeiro livro para perceber o mundo de Gabriel Allon.

É verdade que espionagem e serviços secretos (em particular os israelitas) são temas que me interessam, mas Daniel Silva tem o condão de tornar os temas ainda mais apelativos.

É um dos meus autores favoritos e um dos que mais facilmente recomendo.

Este ano, para além do livro “O Anjo Caído” ainda vou ler pelo menos mais um (o que vem a seguir é “A rapariga inglesa”), provavelmente nas férias de verão.

Para mais informação sobre o autor, o espião Gabriel Allon e os livros disponíveis, deixo dois links:

A página do autor Daniel Silva

A Wikipedia

19
Fev18

Compra - “Um cavalo entra num bar”

20881914_8lGUW.jpg

E pronto, já adquiri “Um cavalo entra num bar” de David Grossman.

Estou a ler o “Anjo Caído” de Daniel Silva, exatamente porque não tinha ainda comprado este, e pela ordem natural das coisas, a seguir devia ler alguma coisa de não ficção, no entanto, se até domingo conseguir terminar, esta será a minha última leitura de fevereiro. Tenho genuína curiosidade no livro, particularmente depois de ter lido o excerto disponível.

16
Fev18

Histórias com Livros - “Os Talibãs O Islão, o Petróleo e o Novo Grande Jogo na Ásia Central”

903107627_1_1000x700_os-talibs-ahmed-rashid-maia.j

“Os Talibãs O Islão, o Petróleo e o Novo Grande Jogo na Ásia Central” de Ahmed Rashid.

No fim de semana passado, enquanto limpava o pó das minhas estantes, dei com este livro e lembrei-me de uma história engraçada.

Não sei precisar exatamente o mês, mas foi algures em 2002 que li este livro. Vivia na zona da Ajuda e trabalhava junto ao Jardim da Estrela, fazendo diariamente este percurso de autocarro e elétrico, pelo que aproveitava para ler.

Em 2002 o 11 de setembro ainda estava quente e o termo Talibã andava nas bocas do mundo pelas piores razões, e eu, sempre muito interessado por temas na área da Relações Internacionais quis aprofundar os meus conhecimentos sobre o tema.

Sucede que no percurso no elétrico 18 entre a Ajuda e o Calvário havia um senhor que quase todos os dias encontrava e que me olhava muito fixamente e com um ar de pouco amigos enquanto eu lia o livro. Lembro de em vários dias consecutivos o senhor (que podia ser meu avô) passar os 10 a 15 minutos do percurso a olhar para mim e por vezes fazer comentários para a pessoa ao lado como se eu estivesse a ler qualquer coisa de horrível.

Quando terminei o livro, mas continuei a encontrar o mesmo senhor, este olhava sempre para mim com um ar duvidoso, do género, este era o tipo que lia livros sobre os Talibãs...

Lembro-me de na altura comentar com um amigo meu, de tez mais escura que quando não faz a barbar pode facilmente ser barrado num aeroporto, que se fosse ele muito provavelmente em algum dia o elétrico teria sido evacuado e ele teria ido responder á esquadra... como eu não tinha essas caraterísticas era só um tipo “parvo” que lia coisas sobre um tipo de gente que não interessa...

15
Fev18

Leituras - "Não se deixe enganar"

250x.jpg

Leitura concluída. Este não foi um livro (tanto quanto sei) muito divulgado. Lembro-me de o ter visto nos escaparates da FNAC uma ou duas vezes, mas confessa que nessa altura não me chamou muito a atenção, isto apesar do título em letras garrafais: “Não se deixe enganar”.

Foi já no final do ano que prestei a devida atenção ao livro depois do “Expresso” o ter considerado um dos livros do ano. Li o resumo e fiquei com curiosidade, até porque o tema interessa de facto: é uma espécie de manual de sobrevivência para a informação que hoje circula, onde tudo pode ser verdade e tudo pode ser mentira sem qua haja grande noção sobre o que é o quê, e, por conseguisse, é muito mais fácil cair em esparrelas.

Hoje em dia a informação que circula tem muito pouca fiabilidade e aquilo que mais transparece sempre é que foi criada por alguém que tem alguma coisa para vender. Também por isso é possível ler que o produto X é fantástico para a saúde de manhã e de tarde, noutra notícia é potenciador de cancro. Confesso que nos dias que correm é uma das minhas maiores dificuldades, separar o trigo do joio, saber o que é verdade e o que não é.

Este livro não é um milagre que me vai permitir a partir de agora saber sempre que me estão a tentar enganar, mas dá dicas muito úteis para o dia-a-dia e desmistifica um conjunto de realidades que aos poucos vão ficando como dados adquiridos mas que afinal não são bem assim. As dietas milagrosas, as medicinas alternativas, as pseudociências, há informação útil sobre tudo um pouco.

O livro é assinado por vários autores sendo todos parte da “Comunidade Céptica Portuguesa” - COMCEPT e acima de tudo a ideia com que fico é que não querem vender nada de concreto, pelo que, acho que vale a pena seguir muitos dos conselhos que dão ao leitor, sendo o principal o que diz: não acredite em nada sem confirmar primeiro, inclusive aquilo que escrevem no livro. Parece senso comum, mas esse é cada vez mais um ponto caído em desuso.

Leitura altamente recomendável no mundo cão em que hoje vivemos.

 

Sinopse

Em 1969, o mundo assistiu com emoção à chegada do homem à Lua através da maravilhosa «caixa mágica». Hoje, ao ligarmos um televisor, percebemos que, depois de um gigantesco salto, demos um valente trambolhão. Na era da pós-verdade e dos factos alternativos, todos os dias parecem 1 de Abril. Programas matinais promovem adivinhos e feitiços contra o mau-olhado, documentários legítimos misturam-se com outros onde aprendemos que as pirâmides foram construídas por extraterrestres e nos intervalos publicitários brindam-nos com alegações de saúde mirabolantes.

«Afirmações extraordinárias exigem provas extraordinárias.» A frase é do grande cientista - e céptico - Carl Sagan e conduz ao objetivo deste livro: promover o uso do pensamento crítico e racional, com apoio no método científico.

- Os alimentos ditos naturais, que também contêm químicos, são mais seguros?

- Será que o destino está escrito nas estrelas e nas cartas de tarot?

- Devemos ter medo das vacinas e proibir os organismos geneticamente modificados?

- Será que no antigo Egipto não existia já tecnologia para construir as pirâmides?

 

13
Fev18

Novidade "Um Cavalo Entra Num Bar" de David Grossman

350_9789722063975_um_cavalo_entra_num_bar.jpg

 Ainda não comprei mas vai ser muito provavelmente a minha próxima leitura "Um Cavalo Entra Num Bar" de David Grossman.

Trata-se mais um livro ganhador, no caso, o vendedor do Man Booker Prize Internacional de 2017. 

O que me cativou no livro? desde logo o título, o tema do livro ("um romance sobre a vida de um cómico de stand-up, revelada no decorrer da performance de uma noite" diz-se na apresentação do livro), e pelas mesma razões que já aqui apresentei antes, tratando-se de um livro premiado, quero acreditar que tem valor. 

 

Sinopse:

O romance vencedor do Prémio Man Booker Internacional 2017.

Será que uma piada é só uma piada?
O premiado e internacionalmente aclamado autor de Até ao Fim da Terra apresenta-nos agora um romance sobre a vida de um cómico de stand-up, revelada no decorrer da performance de uma noite. Na dança entre humorista e público, com farpas voando de um lado para o outro, uma história mais profunda vai tomando forma – uma história que irá alterar a vida de muitos dos presentes.

 

Excerto disponível aqui.

08
Fev18

Histórias com Livros - "Ensaio Sobre a Cegueira"

Book_cover_of_Ensaio_sobre_a_Cegueira.jpg

Durante muito tempo para mim José Saramago foi sinónimo de “Memorial do Convento”, livro que eu nunca li na totalidade, mas que nessa altura consegui detestar.

Muitos anos mais tarde, e depois de grande insistência de uma colega de trabalho, e mesmo com muitas reticências, lá acedi a ler o “Ensaio Sobre a Cegueira”. Foi das primeiras vezes que li um livro porque alguém me recomendou, achava que porque alguém gostou isso não quer dizer que eu também vá gostar.

Aquilo que aconteceu foi a passagem de um nunca mais, detesto, não volto a ler para um brilhante, soberbo, este senhor é mesmo muito bom.

O “Ensaio sobre a Cegueira” entrou (e ainda está) no top dos meus livros favoritos. É efetivamente um livro brilhante e poderoso. Uma obra que marca quem a lê.

Uma das formas de uma pessoa saber o quanto gostou de um livro é perceber que, vários anos depois, lembra-se perfeitamente da história e facilmente consegue revisitar parte dos livros com grande detalhe. Isso acontece-me com este livro.

Alguns anos depois vi também o filme, e, como acontece em todos os grandes livros, o filme, não estando à altura, retrata bem o tema. A curiosidade maior são as passagens mais fortes do livro que em palavras são muito mais fortes do que em imagens, algo que não deixa de ser curioso.

Depois desde li outros livros de Saramago. De todos o que mais se aproxima em qualidade do “Ensaio sobre a Cegueira” é, na minha opinião, “As Intermitências da Morte”, livro que também vale muito a pena ler.

Em resumo. Gostando-se ou não de Saramago, o “Ensaio sobre a Cegueira é um livro obrigatório. E eu aposto as minhas fichas em como não desilude ninguém.

Pág. 1/2

Um Leitor

foto do autor

Livros de 2019

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

O Leitor está a ler

Ministério dos Livros no Instagram

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Fevereiro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728