Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

07
Dez19

Novidade - "O Pastor de Ventos" de António Cabrita; Ilustração: Ivone Ralha

0004a.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

"— Então ouve: conta-se que quando se nasce nos é atribuído um vento, um vento de que a pessoa deve cuidar. Como hoje se tornou hábito deixar os ventos à solta dá esta confusão… Bom, um vento não é um pé de buganvília para estar amarrado e todos os dias tem de andar um bocadinho à solta, só assim é que nos traz os aromas distantes, o canto de um pássaro, uma música ou o beijo de um desconhecido… Todos os dias tem de soltar-se. Muito diferente é abandoná-lo, aí torna-se selvagem."

07
Dez19

Prémio Oceanos para “Luanda, Lisboa, Paraíso” de Djaimilia Pereira de Almeida

79541182_2667012216714829_8159298141288398848_n.pn

Foi anunciada esta semana a vencedora do Prémio Oceanos - Prémio de Literatura em Língua Portuguesa de 2019, a escritora Djaimilia Pereira de Almeida com o livro “Luanda, Lisboa, Paraíso”.

Trata-se de um livro que já ganhou vários prémios anteriormente: Prémio Literário Fundação Inês de Castro 2018 e Prémio Fundação Eça de Queiroz 2019, e do qual já recebi várias recompensações, por isso esta semana passou a fazer parte da biblioteca e está alinhado para o início do ano. Tenho bastante curiosidade no livro.

Em segundo lugar ficou “Eliete” Dulce Maria Gomes, livro muito apreciado cá em casa por outro elemento do agradado.

06
Dez19

Novidade - "O Pedaço que Falta" de Shel Silverstein

xadsa.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Faltava-lhe um pedaço.
E não era feliz.
Por isso partiu em busca do pedaço que lhe faltava.
E enquanto rolava e rolava cantava esta canção:

«Ando em busca do pedaço que me falta O pedaço que me falta quero encontrar Trá lá lá, trá lá lá aqui vou eu, Em busca do pedaço que me está a faltar.»

O que encontra na sua busca pelo pedaço que lhe falta é contado de forma simples e tocante nesta fábula que perscruta a natureza da procura e da realização.

06
Dez19

Leitura - "O Corpo: Um Guia para Ocupantes" de Bill Bryson

0000000.jpg

Mais sobre o livro aqui

"O Corpo: Um Guia para Ocupantes". Este é um daqueles livros que tem a etiqueta “Tenho mesmo de ler”, por duas razões: porque o tema é cativante e porque o autor é muito bom.

Trata-se de Bill Bryson, o autor de “Breve história de quase tudo” um livro brilhante na forma de escrita e na simplicidade de apresentação dos temas, assim como no humor adicionado.

Quando tomei conhecimento do livro, na versão original em inglês, pensei em comprar de imediato, no entanto como não era barato decidi aguardar por algum desconto. Dias depois descobri que a tradução em português chegaria dentro de duas semanas e por isso aguardei.

Acabei por não ter de comprar porque recebi de oferta da Bertrand, a quem, mais uma vez agradeço.

Iniciei ontem e já percebi que não me enganei nada na escolha.

06
Dez19

Novidade - "Sou Só Eu Que..." de Pedro Vieira

0001a.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Um compêndio inestimável com belíssimas ilustrações de algumas subespécies irritantíssimas de portugueses e respectiva catalogação.

Quem nunca teve de aturar um beto de esquerda, um ortoréxico, um terraplanista, um teorizador de conspiração, um cidadão, um saudosista do Estado Novo, um influencer, um fumador, um ex-fumador, um defensor do politicamente correcto, um detractor do políticamente correcto, uma recém-mamã com um blogue, um ecologista, um velho do restelo, as crianças dos outros.

É irritante, não é?

Pedro Vieira, vencedor do PEN para primeira obra de ficção em 2012, utente crítico (em todos os sentidos) de transportes públicos, humorista de fino recorte e senhor de uma subtil (chamemos-lhe assim) capacidade de observação do plano socio-politico-antropológico dos indivíduos com quem partilha o espaço social, decidiu levar ao prelo esta breve antologia de tipos de portugueses que nos tiram do sério, que nos fazem questionar as leis básicas do convívio entre indivíduos da mesma espécie, que desafiam as teorias mais progressistas sobre o ser humano, que, em suma, nos dão instintos assassinos.

05
Dez19

Novidade - "As Ideias Políticas e Sociais de Jesus Cristo" de Diogo Freitas do Amaral

asdd.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Neste breve mas claríssimo ensaio, o autor, católico praticante de uma vida, Professor de Direito e autor de manuais sobre pensamento político do Ocidente, analisa as mensagens políticas e sociais de Jesus Cristo apresentadas nos quatro evangelhos que formam o Novo Testamento, no seu contexto histórico, e reflete sobre a sua continuada pertinência nos nossos dias.

«Não tenho credenciais para escrever sobre problemas teológicos, exegéticos ou hermenêuticos. Mas, tendo redigido, ao longo de vários anos de estudo e reflexão, uma História do Pensamento Político Ocidental, gostaria de aplicar os métodos que utilizei nesse trabalho ao estudo e comentário das ideias políticas, económicas e sociais de Jesus Cristo. (…) Penso que este breve opúsculo poderá ter uma dupla utilidade: para os cristãos, chamar de novo a sua atenção para o facto de que, como Jesus avisou, "nem todo aquele que diz ‘Senhor, Senhor’ entrará no reino do céu. Só aí entrará quem ouve [as] minhas palavras e as põe em prática" (Mateus 7, 21 e 24); para os não cristãos, para os que seguem outras religiões e para os não crentes, sublinhar que Jesus Cristo não tinha a intenção de pregar aos convertidos, mas sim aos que se sentiam perdidos ou incompletos na sua vida (…). Mesmo que não acreditem na divindade de Jesus, sei que há muitos agnósticos e ateus que reconhecem como excecionalmente boas as suas ideias políticas e, sobretudo, as sociais e que em larga medida as seguem.» (da Introdução).

05
Dez19

O pequeno & os livros

pequeno.png

Conversa deste Leitor com o respetivo rebento, um dia destes ao final do dia:

- Pai, o nosso país chama-se Portugal e o das outras pessoas?

- Depende, há muitas pessoas no mundo e muitos países com muitos nomes diferentes...

- Hum... gostava de saber os nomes dos países das outras pessoas...

- São muitos, mas o pai pode mostrar-te um mapa e tu perguntas os que quiseres!

- Quero, quero!

- Queres ver na internet ou num livro?

- Num livro pai! Gosto muito mais de ver as coisas nos livros!

...

(Orgulho)

05
Dez19

Novidade - "As Ilhas dos Pinheiros" de Marion Poschmann

00çp.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Gilbert Silvester, professor associado e investigador no campo da pogonologia, no âmbito de um projeto universitário financiado com fundos externos, está em choque. Na noite passada sonhou que a sua mulher o anda a enganar. Num absurdo ato irrefletido, decide deixá-la, apanha o primeiro voo intercontinental disponível e viaja até ao Japão, para conseguir ganhar distanciamento.

Aí chegado, toma contacto com as descrições das viagens do poeta clássico Basho e passa então a ter um objetivo: à semelhança dos antigos monges itinerantes, também ele quer agora ver a Lua sobre as ilhas dos pinheiros. Ao empreender o percurso tradicional seguido nessas peregrinações, pensa distrair-se com a observação da natureza e assim resolver a agitação que internamente o perturba.

Antes sequer de começar, depara-se com um estudante, Yosa, cuja leitura de viagem é The Complete Manual of Suicide.

Um romance de magistral desenvoltura: profundo, repleto de humor, cativante, comovente. No Japão, terra do chá, mistu- ram-se a luz e a sombra, o superego freudiano e os sombrios deuses do xintoísmo. E, uma vez mais, coloca-se a velha questão: não passará a vida, no fim de contas, de um sonho?

Críticas
 
«Uma obra-prima.»
Alexander Cammann, Die Zeit

«Um romance de crepitante inteligência.»
Paul Jandl, Neue Zürcher Zeitung

«Uma prosa abissalmente jovial, impecavelmente bela.»
Katharina Granzin, die tageszeitung
04
Dez19

Novidade - "Poemas e Canções I" de Leonard Cohen

yrty.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Poemas e Canções é a mais vasta antologia de Leonard Cohen até hoje publicada. Escolhida com a participação do próprio autor, e integrando vários poemas inéditos, reúne os principais textos — se exceptuarmos os romances — da sua produção literária e musical.

No seu conjunto, é uma viagem imaginária através da beleza, do horror, do amor e do desespero. Leonard Cohen nasceu em Montreal em 1934. Em 1956 editou Comparemos Mitologias. O seu primeiro disco, Songs of Leonard Cohen, divulgado em 1967, foi um assinalável início musical e popularizou algumas das suas canções mais famosas, como Suzanne.

Desde os anos 60, foram publicados onze livros de poemas, dois romances e dezassete álbuns musicais de Cohen, que o tornaram um dos mais conhecidos e influentes artistas, no Canadá, nos Estados Unidos da América e na Europa.

04
Dez19

Leitura - "Imortal" de José Rodrigues dos Santos

0w.jpg

Mais sobre o livro aqui

Acabei ontem “Imortal” de José Rodrigues dos Santos.

Não vale a pena fazer grande suspense sobre o tema: como seria de esperar gostei do livro. Surpresa seria o contrário.

O livro obedece à fórmula normal que JRS costuma utilizar: tem um tema de base que pretende desenvolver, neste caso a Inteligência Artificial os seus limites, perigos, alertas, e um revestimento com uma camada de ficção que tem como personagem central o historiador Tomás Noronha.

A natureza do tema não torna fácil a criação de um enredo, mas ainda assim JRS conseguiu criar o mesmo a partir de uma ligação direta com o “Sinal de Vida”, romance anterior a “Imortal” onde Tomás Noronha é também a personagem central.

Não é um livro pleno de ação, e até perto da página 300 é mesmo muito teórico, mas de repente há um twist inesperado e a história ganha movimento, com a Inteligência Artificial Geral a controlar tudo.

Aquilo que mais me atrais nos livros de JRS, e foi plenamente cumprido neste também, é o conhecimento que trás consigo. São 500 páginas de conhecimento e um convite à reflexão com ficção e ação à mistura.

Este livro é um convite a refletir sobre o nosso futuro, o futuro da Humanidade potencialmente sem humanos. É um livro sustentado em dados científicos que o autor aproveita para extrapolar e apresentar uma visão possível do futuro. Permite aprender e refletir enquanto saboreamos uma história de ficção.

Recomendo. Recomendo vivamente, a quem gosta de ficção, mas maioritariamente a quem pretende aprender alguma coisa sobre esse tema estruturante do nosso futuro que é a inteligência artificial e o caminho para o qual ela levará o nosso mundo.

Mais uma vez o meu obrigado à Gradiva pela oferta.

5Estrelas.png

 

04
Dez19

Nobidade - "Última Paragem Auschwitz" de Eddy de Wind

0025.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Em 1942, o médico judeu Eddy de Wind apresentou-se como voluntário para trabalhar em Westerbork, um campo de trânsito de judeus, no este dos Países Baixos, onde conheceu Friedel, uma jovem enfermeira. Os dois apaixonam-se e casam. Em 1943, foram deportados para Auschwitz num comboio de mercadorias e são separados, indo Eddy para o Block 9 e Friedel para o 10, onde se realizavam experiências médicas.
Quando os russos se começam a aproximar de Auschwitz, no Outono de 1944, os nazis decidiram apagar os seus vestígios e foi ordenado aos prisioneiros, entre os quais se encontrava Friedel, recuar até ao interior da Alemanha, no que se conheceria depois como «marchas da morte». Eddy, pelo contrário, escondeu-se e ficou em Auschwitz, onde encontrou um lápis e um caderno e começou a escrever.

Esta é a sua história.

Eddy de Wind escreveu um doloroso e comovedor relato dos horrores no campo, analisa e observa o comportamento das pessoas - tanto boas como más - e o que são capazes de fazer.
Descreve Auschwitz como nunca antes havia sido descrito.
Do interior e com a profunda impressão desse momento.

03
Dez19

Novidade - "Sísifo - Ensaio sobre a repetição em sessenta saltos" de Vinicius Calderoni e Gregório Duvivier

sdsdda.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Monólogo de Gregorio Duvivier, em livro e em palco.
O famoso humorista brasileiro, um dos membros do grupo Porta dos Fundos, vem a Portugal interpretar um texto escrito a quatro mãos com Vinicius Calderoni, que será em simultâneo publicado em livro.

O próprio Gregorio Duvivier, ao falar de Sísifo numa das suas crónicas da Folha de S. Paulo, refere-se ao mito nestes termos: «O pobre grego foi o primeiro GIF - está preso num microvídeo circular infinito.»

É essa epopeia metafórica sobre a inutilidade dos esforços humanos que ganha, neste texto, contornos muito actuais, transferida para uma sociedade que anda à velocidade da tecnologia e das redes sociais, e com reflexões sobre fake news, consumismo, sacos de plástico, playlists e as impossibilidades do amor.

Texto da peça que será interpretada por Gregorio Duvivier nos palcos portugueses em Novembro e Dezembro.

03
Dez19

Algumas notícias livrescas

Notícias.png- “La Vita Bugiarda Degli Adulti” o mais recente livro de Elena Ferrante, publicado já este mês em Itália, chegará a Portugal no verão de 2020 pela mão da Relógio D´Água.

- O Pingo Doce vai entregar às mais de 2000 escolas do ensino básico me Portugal que integram a Rede de Bibliotecas Escolares um total de 13.116 livros. A coleção de livros que será oferecida é constituída pelas obras vencedoras do Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce cujo último vencedor foi o livro “O Protesto do Lobo Mau” da autoria de Maria Leitão (texto) e Pedro Velho (ilustração).

- Jeff Kinney, autor de “O Diário de um Banana” esteve em Portugal a promover o 14º livro. Segundo a “Forbes” é o quinto autor com mais livros vendidos no mundo: mais de 200 000 milhões (!).

- Portugal vai estar novamente presente este ano na Feira do Livro de Guadalajara, no México. Da comitiva fazem parte 11 autores de língua portuguesa, entre os quais Afonso Cruz e Alexandra Lucas Coelho. A feira decorre entre o final de novembro e o início de dezembro.

03
Dez19

Novidade - "Prazer e Glória" de Agustina Bessa-Luís

fs.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

«A ironia mordaz do percurso niilista está patente desde o título Prazer e Glória. Três gerações de personagens que se movem, se casam, procriam, sem viverem nada que lhes proporcione um verdadeiro prazer de viver, que as faça experienciar a glória de uma manifestação da vida que lhes escapa pelos meandros de uma cultura falsa. A obra de Agustina é uma água-forte lançada ao rosto de uma geração que teima em não acordar. A artista bem se esforça por chamar um povo que não desperta. Mas a sua obra tem uma portentosa energia cujo porvir está ainda no início.»

Do Prefácio

02
Dez19

Novidade - "À Minha Maneira - Volume I 1979 - 1999" de Ana Ventura e Xutos & Pontapés

asda.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

À Minha Maneira é a autobiografia dos Xutos & Pontapés. Pela primeira vez, os cinco músicos contam, na primeira pessoa, as histórias que os tornaram a mais importante instituição do rock português.

Em discurso directo, com a jornalista Ana Ventura, Gui, João Cabeleira, Kalú, Tim e Zé Pedro traçam o seu percurso mas também descrevem o país onde cresceram, que os moldou e tornou um ímpar caso sucesso.

02
Dez19

Os melhores livros de 2019 para a revista Time

100-books-2019-time.jpg

(fonte: revista Time)

Estamos a chegar ao período em que se começa a fazer o balanço do que foi o ano. Neste espaço dedicado aos livros, naturalmente irei aqui apresentando os balanços que considero mais relevantes no que diz respeito aos melhores livros de 2019.

Um dos primeiros a surgir foi o da revista Time que identificou os 100 livros obrigatórios de 2019. Há muitos que ainda não chegaram cá, mas há outros que já estão disponíveis, como seja, “Pessoas Normais” de Sally Rooney e “Conduz o teu arado sobre os ossos dos mortos” de Olga Tokarczuk.

Para quem queira aprofundar aqui fica o link para a lista completa, com a certeza que há muita coisas interessante para escolher.

02
Dez19

Novidade - "Cari Mora" de Thomas Harris

ADDDA.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Sob uma luxuosa mansão na zona costeira de Miami Beach estão escondidos 25 milhões de dólares em ouro, o produto de anos de atividades criminosas de Pablo Escobar, anterior proprietário da casa.
Muitos tentaram encontrar esse bem protegido tesouro, mas sem o conseguirem; outros perderam a vida nessa demanda. Agora chegou a vez de o impiedoso Hans-Peter Schneider – um homem de aspeto peculiar que lidera um bando de criminosos sanguinários – ocupar a mansão e tentar chegar aos milhões escondidos.
Entre Hans-Peter e o ouro está Cari Mora, a responsável pela casa. Cari escapou da violência no seu país de origem, onde teve de aprender a defender-se. Vive em Miami com um periclitante estatuto conferido pelos Serviços de Imigração e mantém vários trabalhos para conseguir sobreviver.
Mas Cari Mora é muito mais do que uma jovem bonita e Hans-Peter Schneider vai ter a oportunidade de o descobrir à medida que a caça ao tesouro de Escobar avança.
Thomas Harris, o criador de um dos mais emblemáticos vilões da literatura contemporânea, e autor dos sucessos Dragão Vermelho e O Silêncio dos Inocentes, regressa à escrita com um romance cheio de ação em que as personagens não olham a meios para atingir os fins e no qual o medo e o suspense estão presentes em todas as páginas.

Críticas de imprensa
 
«Agradável e divertidamente sinistro.»

Kirkus Reviews

«[...] os vários elementos do enredo de Cari Mora estão sempre em perfeito equilíbrio, como é próprio do trabalho de um mestre incomparável que continua no auge da sua estranha e sinistra forma.»

The Wall Street Journal

01
Dez19

Novidade - "O Diário de um Banana, N. 14" de Jeff Kinney

0056.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

«Não é fácil ser criança. E ninguém sabe isso melhor do que o Greg Heffley, que se vê aprisionado na escola preparatória, onde fracotes minorcas dividem os corredores com miúdos mais altos e malvados que já fazem a barba.
Em "O Diário de um Banana", o autor e ilustrador Jeff Kinney apresenta-nos um herói improvável. Como o Greg diz no seu diário:
Não esperem que eu me ponha para aqui com "Querido Diário" isto e "Querido Diário" aquilo. Felizmente para nós, o que o Greg diz e o que realmente faz são duas coisas muito diferentes.»

Este livro é o 14.º volume da série "O Diário de um Banana", a coleção infantojuvenil mais vendida em Portugal.

Críticas de imprensa
 
«O mundo está louco pela coleção O Diário de um Banana e pelo Jeff Kinney!»
The Sun

«Jeff Kinney está no topo, juntamente com J. K. Rowling, dos autores infantojuvenis mais bem-sucedidos do mundo.»
The Independent

«Hilariante!»
The Telegraph
01
Dez19

Novidade - "A Luz de Pequim" de Francisco José Viegas

czc.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Um corpo pendurado dos pilares da Ponte de D. Luís, no Porto, desafiando uma cidade em transformação, cosmopolita e cheia de turistas. O cadáver de uma mulher abandonado nas colinas do Douro - e a evocação de uma série de crimes no submundo da noite portuense. O que parecem duas ocorrências independentes acabam por revelar ligações que não surpreendem o inspetor Jaime Ramos - que, em simultâneo, enfrenta o seu passado de militante comunista, um inquérito interno à sua atuação na polícia, o estranho pedido de um velho amigo e a busca por um personagem desaparecido, que o levará das ruas do Porto ao Minho e ao Douro e, finalmente, a Pequim.
Um romance denso e crepuscular em que a figura de Jaime Ramos, agora no seu nono livro, se interroga sobre o sentido de ser português num país dominado por elites cúmplices, endogamias e poderes ocultos.

Críticas de imprensa
Talvez 'A Luz de Pequim' não seja o policial perfeito previsto pelo cânone […] Neste caso, imperfeição é elogio e representa uma imensa alegria para o leitor porque põe em evidência a anatomia poética, a rugosidade e a omnipresença da escrita de Francisco José Viegas.
[…] Talvez o livro mais implacável de Francisco José Viegas.

Filipa Martins, NiT

Mergulho maravilhado nas novas páginas do inspetor Jaime Ramos. A Luz de Pequim é um policial brilhante onde o autor grava o seu olhar ácido sobre a ascensão ao poder dos incompetentes e o vazio de valores. Imperdível!

Octávio Ribeiro, Sábado

O inspetor Jaime Ramos já se tomou um clássico no quase inexistente género do policial português e Francisco José Viegas mantém-se o único escritor a fazer questão de manter um protagonista destes no ativo – mesmo que neste livro lhe comece a fazer as malas na Judiciária –, conseguindo seduzir milhares de leitores que aguardam por cada título, até com ansiedade.

João Céu e Silva, DN

Um Leitor

foto do autor

Livros de 2019

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

O Leitor está a ler

Parcerias

Natal 2019 - Mrec

Ministério dos Livros no Instagram

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031