Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

05
Abr20

Novidade - "A quinta testemunha" de Michael Connelly

asdadaada.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Havia sido um ano difícil para Mickey Haller, o advogado cujo escritório é o banco de trás do seu automóvel: embora os crimes não tivessem diminuído em Los Angeles, ninguém tinha dinheiro para pagar a um advogado criminal. A única solução fora dedicar-se a outros campos do Direito, nomeadamente, a contestação de execuções bancárias sobre hipotecas. Por isso, quando uma das suas novas clientes, Lisa Trammel, é presa e acusada do homicídio de Mitchell Bondurant, um executor bancário, o advogado empenha-se em provar a sua inocência, certo de que é na sala de audiências dos grandes julgamentos e na defesa dos oprimidos que a sua real vocação se cumpre. No entanto, há um preço demasiado alto a pagar pelo envolvimento num processo em que a única estratégia possível parece estar dependente de uma testemunha relutante: a instável relação com a ex-mulher e a filha deteriora-se rapidamente e Haller vê-se perante uma escolha impossível, que pode ameaçar a sua própria existência.

04
Abr20

Novidade - "Telma, o Unicórnio" de Aaron Blabey

sdsaada.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Telma, o Unicórnio. O que a torna Única?
Quando o sonho parece tornar-se uma maldição, Telma descobre que não há maior magia do que sermos nós mesmos.

A Telma é um pónei amoroso cujo maior sonho é ser um unicórnio… Quando a Telma decide fazer-se passar por um, o seu plano tem um sucesso inesperado e catapulta-a para a fama. Ela torna-se então uma superestrela, mas as luzes da ribalta têm um efeito muito desagradável. A Telma não tem um minuto de sossego e nem todos os "fãs" são simpáticos. Quando o sonho parece tornar-se numa maldição, a Telma descobre que não há maior magia do que sermos nós mesmos.

04
Abr20

Shortlist do Booker Prize International de 2020

asdada.jpg

Foi conhecida no final da semana a shortlist de candidatos ao Booker Prize Internacional. São 6 candidatos no total, 5 escritoras e 1 escritor.

Apenas um dos candidatos tem obra publicada em português, mais concretamente Daniel Kehlmann, com dos livros “A Medida do Mundo” e “Fama e Devias Ter-te Ido Embora.”.

A vencedora do ano passado foi Jokha Alharti com o livro “Corpos Celestes”, editado recentemente em Portugal pela Relógio D´Água.

O(a) vencedor(a) será conhecida no dia 19 de maio.

Abaixo a shortlist completa:

1.”The Enlightenment of The Greengage Tree”, de Shokoofeh Azar (Irão). Tradutor anónimo

2.”The Adventures of China Iron”, de Gabriela Cabezón Cámara (Argentina). Traduzido por Iona Macintyre e Fiona Mackintos

3.”Tyll”, de Daniel Kehlmann (Alemanha). Traduzido por Ross Benjamin

4.”Hurricane Season”, de Fernanda Melchor (México). Traduzido por Sophie Hughes

5.”The Memory Police”, de Yoko Ogawa (Japão). Traduzido por Stephen Snyde

6.”The Discomfort of Evening”, de Marieke Lucas Rijneveld (Países Baixos). Traduzido por Michele Hutchison

03
Abr20

Novidade - "O Olhar do Outro de Estrangeiros em Portugal: Do Século XVIII ao Século XX" de Maria Filomena Mónica

dadadada.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

«Ao lermos as obras escritas por viajantes, importa ter em conta a "Weltanschauung", um termo inventado pelo filósofo alemão W. Dilthey para designar a visão do mundo que, consciente ou inconscientemente, está presente em cada um de nós. Desde meados do século XVIII que a literatura de viagens se tornara um género apreciado, mas a maneira como os estrangeiros olharam o meu país tem de ser vista criticamente: não basta escolher as citações que se adequam às nossas teses.

Na selecção dos testemunhos que a seguir apresento, escolhi não apenas os escritos com maior qualidade literária, mas ainda aqueles sobre cujos autores dispunha dos elementos biográficos que me permitissem entender o quadro mental que os levara a deixar os retratos que nos legaram.»
[Da Introdução]

03
Abr20

Book quote

032020.png

Quem já leu pelo menos um grande livro terá grande facilidade em aceitar esta frase do grande Carl Sagan como verdadeira. Existem livros que provam que a imaginação humana é maior força alguma vez criada no universo.

02
Abr20

Novidade - "Cosmos - Mundos Possíveis" de Ann Druyan

sdsadadsa.jpg

Mais sobre o livro aqui

Este será para ler ainda durante o primeiro semestre.

Sinopse:

Cosmos: Mundos Possíveis é a continuação da emocionante odisseia que Carl Sagan e Ann Druyan começaram juntos. O premiado Cosmos: Odisseia no Espaço é um fenómeno global, exibido em 181 países em todo o mundo. Agora, com Cosmos: Mundos Possíveis, Ann Druyan continua a aventura electrizante que levará o leitor através de 14 mil milhões de anos de evolução cósmica e aos recantos mais íntimos da Natureza. Aqui são incluídas histórias nunca contadas de «interrogadores» destemidos cuja busca nos proporcionou o vasto Universo que começamos agora a conhecer. Neste livro cativante, Druyan prevê o futuro inspirador que ainda podemos ter neste mundo, se acordarmos a tempo de usar a nossa ciência e a alta tecnologia com sabedoria.

02
Abr20

Notícias dos Livros em tempo de pandemia II

livros e pandemia.png

Neste período em o mundo gira à volta de termos como pandemia, vírus, infetados e mortos, permitam-me deixar algumas notas positivas sobre... livros naturalmente.

Assim, para quem possa estar neste período em casa e tem interesse e vontade de ler, deixo alguma notas que podem interessar:

Começo por referir que a Gradiva está a disponibilizar gratuitamente o ebook do livro de José Rodrigues dos Santos, “A Fórmula de Deus”. Uma excelente iniciativa, mais ainda quando estava a falar de um excelente livro (link abaixo).

slider_a-fo-rmula-de-deus_gra-tis.jpg

O Clube do Autor oferece 1 de 5 romances à escolha: “O Corsário Negro”, “A Última Noite em Lisboa”, “O Grande Gatsby”, “Romão e Juliana” e “Mariana, Meu Amor”. Mais informação aqui.

Há ainda uma panóplia de plataforma com livros gratuitos. Para não estar a enumerar uma a uma recomendo a leitura destes dois artigos da Visão e do Observador.

Para os mais pequenos destaco a biblioteca de livros gratuitos disponibilizada pelo Plano Nacional de Leitura para idades compreendidas entre os 5 e os 14 anos. Cá em casa é muito utilizada.

Por fim uma nota para as campanhas que vão aparecendo junto das editoras: neste momento a Gradiva e a Presença, por exemplo tem um lote muito vasto de livros com 40% de desconto.

Em resumo, muito escolha. Só não lê quem não quer!

 

01
Abr20

Novidade - "Um Tempo Sem Idades - Ensaio sobre o envelhecimento da população" de Maria João Valente Rosa

sdff.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

A população está a envelhecer. Porque é que isso tem de ser um problema?
O envelhecimento é um facto inegável, irreversível e transnacional. Mas se isto é uma conquista sobre a morte das populações, porque não encará-la com optimismo? Se envelhecer é ganhar tempo, não faz sentido que viver mais anos seja sinónimo de existências mais preenchidas, felizes e plenas de sentido?

Um Tempo Sem Idades reflecte sobre as tendências em curso, questiona as angústias associadas ao envelhecimento e, com um tópico por página, apresenta ideias em prol de uma sociedade mais inteligente e coesa, que deixe de encarar a velhice como um inconveniente social e seja capaz de tirar maior proveito deste bónus de vida conquistado por todos.

«The Age of no age® é um conceito social que não usa a idade como marca para determinar o posicionamento dos indivíduos adultos, de qualquer idade, no mercado de trabalho e na sociedade. O aumento do tempo médio de vida tem de deixar de significar ser-se velho por mais tempo, para passar a ser entendido como ter-se mais tempo para viver. Vidas mais longas têm implicações sobre toda a vida e não unicamente sobre o seu fim. […]

Este conceito é uma proposta para integrar esse fantástico bónus de vida, importante dividendo que as sociedades modernas adquiriram. Utopia? Como disse Oscar Wilde, ‘o progresso é a concretização das utopias’.»

Edição bilingue.

01
Abr20

Os livros & o dia das mentiras

mentiras.png

Hoje comemora-se o dia das mentiras. Antigamente era um dia onde, entre outros, os jornais gostavam de publicar uma mentira comemorativa do dia. Era um dia que marcava pela diferença porque nos outros dias só se publicavam verdades e coisas sérias, e, por isso mesmo, normalmente não era difícil identificar a mentira. Eram outros tempos.

Atualmente é cada vez difícil destingir uma verdade de uma mentira. As mentiras, ditas muitas vezes “fake news”, ganharam uma dimensão tal que torna cada vez mais difícil a obtenção de conhecimento baseado na realidade dos factos.

É aqui que entram os livros. Porquê? porque continuam a ser o melhor porto de abrigo na procura de informação verdadeira, e, por conseguinte, de conhecimento. Não é que não existam mentiras nos livros, mas a escala não tem comparação, até porque dá muito mais trabalho escrever um livro mentiroso do que um tweet, ou uma curta notícia de jornal, assassina, mas aldrabada. Os livros ainda conseguem ficar um pouco à margem deste mundo falso em que vivemos.

É só mais uma razão para amar os livros.

31
Mar20

Novidade - "Encontra-me" de André Aciman

00as.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Samuel parte de Florença para Roma para visitar o filho, Elio, talentoso pianista. Mas um encontro inesperado vai modificar a sua vida para sempre. Elio, entretanto, muda-se para Paris enquanto Oliver, professor universitário com mulher e filhos, se vê confrontado com uma viagem de regresso ao continente europeu. Como será o retorno? Como vão estes homens lidar com as emoções do passado que, afinal, continuam tão presentes?

Através de três personagens muito diferentes, Encontra-me fala sobre o poder dos sentimentos profundos.

Críticas de imprensa
 
«Aciman escreve sobre o desejo com franqueza, descrevendo relações eróticas e emocionais com a mesma lucidez. O sexo pode ser terno ou não, a ligação pode ser duradoura ou efémera, mas há sempre várias camadas e uma complexidade subjacente.»
Boston Globe

«Deslumbrante.»
The New York Times
31
Mar20

O pequeno & os livros

pequeno.png

Conversa deste fim de semana enquanto líamos pela milésima vez alguns dos dinossauros presentes no seu livro preferido sobre o tema.

- Pai, tens de me comprar mais alguns livros sobre dinossauros;

- Podemos pensar nisso, mas tu já tens vários livros só sobre dinossauros – disse eu.

- Mas tu estás sempre a dizer que quantos mais livros temos mais coisas podemos saber – disse o pequeno depois de uma pausa para pensar.

- Sim... é verdade... – respondi

- Bom eu preciso de saber mais coisas sobre dinossauros, por isso tens de ir comprar mais livros...

Tem razão. Nada a acrescentar...

30
Mar20

Novidade - "O Guardião - Agente Secreto do Vaticano - Volume I - O Anjo de Malta" de Yves Sente; Ilustração: Francois Boucq

00oif.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Encarregue de adquirir documentos antigos, Vince avisa os seus empregadores do perigo associado a esta transacção.

Inicialmente contratado para proteger os negociantes de arte do Vaticano, Vince é desafiado a integrar o Corpo do Guardiões, uma célula especial dos serviços secretos da Santa Sé.

A sua nova missão será proteger os cardeais que participam no Fórum económico Mundial de Davos

30
Mar20

Notas sobre as pessoas dos livros

notas sobre as pessoas dos.png

Não sei se alguém desse lado já viveu a seguinte situação: quando um Pessoa dos Livros (neste caso eu) entra num diálogo com alguém que não lê, e, às tantas se estivéssemos a ver de fora, o que acontece é quem lê estar a justificar o porquê de o fazer, como é que arranja tempo, etc.

Ou seja, tendo por princípio a ideia, que me parece inquestionável, que o normal, o desejável, o recomendável é LER, dou por mim por vezes a ter de justificar esse comportamento perante pessoas que não o fazem. Porque eu tento ler desta forma, neste horário, aproveitando este tempo, porque em vez de fazer isto ou aquilo, leio.

Muitas vezes a resposta é “isso para mim não dá” e eu tento argumentar, e, às tantas, parece que me estou a justificar por algo mau, ou errado, que faço perante alguém que apenas devolve indiferença e, por mais de uma vez, já tive de levar com a boca “parece que estás a tentar evangelizar”.

Pensado bem, se calhar estou, mas o “Deus Livro” é concreto, palpável e pode trazer a “salvação”.

29
Mar20

Novidade - "Panda - O Meu Quadro de Giz - Formas e Números - Livro de Atividades com Oferta de Conjunto de Giz"

ddad.jpg

Mais sobre  o livro aqui

Uma ideia para entreter os mais pequenos nesta fase (bem sei o jeito que dá).

Sinopse:

Chega uma novidade que os amigos mais pequenotes do Panda vão adorar: um livro de atividades a imitar ardósia com oferta de giz para escrever e apagar a vezes que forem precisas!

Para aqueles que adoram desenhar com giz, agora o Panda dá-lhes um livro para aprenderem as formas e os números da maneira mais divertida possível!

29
Mar20

Notícias dos Livros em tempo de pandemia

livros e pandemia.png

Pelo que tive oportunidade de ler, A Livraria Lello, no Porto, vai abrir no próximo dia 1 de abril, aquele que será “o primeiro drive thru livreiro do mundo”, que permitirá aos seus clientes / leitores receber um livro sem sair do carro.

Irá oferecer um livro por dia, que será escolhido e anunciado antecipadamente nas redes sociais, e deverá ser um dos títulos da coleção de clássicos da Lello. Será necessário fazer inscrição, não basta aparecer.

A livraria manterá a sua atividade suspensa, mas quer cumprir a missão de “pôr o mundo inteiro a ler sempre que haja mundo, leitores e o que ler”.

Louvável.

28
Mar20

Novidade - "Qualquer Coisa de Bom" de Sveva Casati Modignani

00ert.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Após a morte de Alessandra Pluda Cavalli, o marido e os três filhos ouvem a leitura do testamento e ficam em estado de choque. A parte mais substancial do património foi destinada a Ludovica Magnasco, porteira do prédio onde vive a família Cavalli. Ludovica, a quem todos chamam Lula, sente-se igualmente perturbada por este legado, cujo significado não consegue perceber. Lula, que tem tido a sua conta de adversidades, é amada e respeitada por todos os moradores do prédio graças à sua inteligência, bom carácter e jeito para a cozinha. Mas tal não será suficiente para explicar esta inesperada herança. A explicação, com raízes num segredo de família desde sempre muito bem guardado, vai perturbá-la, mas não altera as suas convicções: o dinheiro só nos ajuda a viver melhor se o usarmos também para nos tornarmos úteis ao próximo. A indicar-lhe o caminho certo está agora o acaso, que cruza o seu destino com o do fascinante Guido Montini, um reputado veterinário dedicado a ações de voluntariado. Formam um casal magnífico com todas as condições para fazerem algo verdadeiramente bom.

Com este romance, Sveva Casati Modignani presenteia os leitores com uma história em que os momentos dramáticos se alternam com momentos de humor subtil e passagens plenas de ternura e nostalgia, mas onde prevalece uma sincera solidariedade para com quem nos rodeia e mais precisa de nós.

28
Mar20

Leituras pré-blog - "A doença, o sofrimento e a morte entram num bar" de RAP

ooort.jpg

Mais sobre o livro aqui

Leitura de maio de 2017

Já terminei o livro "A doença, o sofrimento e a morte entram num bar" de Ricardo Araújo Pereira. Gostei bastante. Há muito tempo que sou fã de RAP e de praticamente tudo o que ele faz. É um humorista brilhante, mas acima de tudo acho que é alguém extremamente inteligente, e isso nota-se também neste livro. Fiquei a perceber um pouco mais sobre humor e aprendi uma sérei de coisas em que nunca tinha reparado. Excelente leitura.

27
Mar20

Novidade - "Coração - Uma História" de Sandeep Jauhar

000012.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Fonte de vida, lugar da alma e das emoções, o coração desde sempre se encontrou no centro de todas as facetas da nossa existência, permanecendo ainda hoje um órgão tão misterioso e tão intrinsecamente ligado aos nossos sentimentos mais profundos, que altera a sua fisionomia quando passamos por um trauma emocional.

Alternando habilmente a descrição de episódios da sua experiência pessoal e profissional com os momentos mais marcantes da História da Medicina e dos seus protagonistas — médicos e pacientes que arriscaram as suas carreiras e vidas em nome da Ciência —, Sandeep Jauhar, reconhecido cardiologista e autor de sucesso, conta a fascinante história do coração, do que conhecemos ao que ainda nos falta conhecer acerca do nosso órgão mais vital.

Um livro em forma de crónica que alerta para os aspetos mais escondidos das doenças, para os limites atuais da técnica, mas também para a importância e impacto que o modo como escolhemos viver tem no nosso próprio futuro.

Críticas de imprensa
 
«Um livro sobre um assunto que nos diz respeito a todos, escrito com uma profundidade e riqueza fora do habitual.»
The Times Literary Supplement

«A exploração do coração, esse músculo maravilhoso, que Sandeep Jauhar leva a cabo une os mais recentes conhecimentos científicos na área com memória e História… Uma narrativa comovente que ecoa o batimento deste órgão, "o nosso principal motor e o seu grande baluarte".»
Nature

foto do autor

Livros de 2020

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

O Leitor está a ler

Parcerias

O Mundo na Mão - Mrec

O Ministério no Instagram

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Calendário

Abril 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930