Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

26
Jun19

Entrevista de MEC no Público

dasda.png

 

Estive a ler a entrevista de Miguel Esteves Cardoso (MEC) ao Público (P2), no passado domingo.

Há quem não goste, há quem adore, mas o certo é que a maioria das pessoas não lhe fica indiferente.

Eu sou um admirador porque o considero alguém profundamente inteligente. É aquele tipo de pessoa que vale sempre a pena ouvir seja lá qual for o tema.

A conversa anda à volta de muitos temas, mas com os livros, a leitura e a escrita em pano de fundo. Vale muito a pena ler. De registar que este senhor escreve todos os dias, há mais de 10 anos no Público. 

Registo uma passagem que achei particularmente apelativa.

“As pessoas têm de ler. Não vejo ninguém a ler. As pessoas não gostam de ler. Gostar de ler é como gostar de respirar. Uma pessoa não passa sem ler. Não é ler com um objectivo. É ler, ler só. Há pessoas que dizem: “Não leio ficção.” Então não sabes o que é o outro!”

Disponível aqui.

26
Jun19

Novidade - "No Final, Morrem os Dois" de Adam Silvera

sd.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Sem morte, não há vida. Sem perda, não há amor.

Pouco depois da meia-noite, Mateo e Rufus, dois completos estranhos, recebem a notícia de que vão morrer dentro de 24 horas. Neste último dia que lhes resta, ambos anseiam por fazer um amigo.

A boa notícia é que existe uma aplicação para isso. Chama-se Último Amigo e, através dela, estes dois jovens encontram-se para uma derradeira e intensa aventura: viver toda uma vida num só dia.

Para nos lembrarmos de que todos os dias contam.

25
Jun19

A minha wishlist por estes dias

wish062019.png

 

Entre entradas e saídas (compras) por estes dias esta é, grosso modo, a minha wishlist. Há aqui alguns títulos que já cá estão há vários meses e que ainda não tive oportunidade de comprar e há outros que vão enriquecendo a lista. Lista essa que nunca está completa. Se entrasse agora numa livraria, passados 15 minutos já tinha a tinha duplicado.

Confesso que de todos os que tenho mais curiosidade são talvez: "Viagens" e "Upheaval".

Aos poucos, entre promoções e OLX vou conseguindo adquirir o que pretendo e vou-os substituindo por outros. É assim a vida de leitor, há sempre mais qualquer coisa para comprar.

25
Jun19

Novidade - "Cérebro - Manual do Utilizador" de Marco Magrini

sdasd.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Partindo desta reflexão, Marco Magrini descreve neste livro como funciona o cérebro humano, estruturando a informação como um livro de instruções de uma máquina de lavar roupa ou de um frigorífico. Para o autor, apesar de o cérebro não ser exatamente uma máquina, todos os seus utilizadores devem conhecer melhor as peças, os mecanismos e as engrenagens biológicas que o fazem funcionar. Por exemplo, saber que não é um órgão estático mas dinâmico, que está em constante transformação, que pode aprender coisas novas ou corrigir hábitos indesejados.

Caracterizado por um leve tom humorístico — evidente no confronto entre cérebro Modelo F® (feminino) e Modelo M® (masculino) —, este livro divulgativo é escrito com um rigor científico que explica com precisão o enorme progresso alcançado pela neurociência no estudo da grande máquina que é o cérebro. Inclui um posfácio do aclamado físico Tomaso Poggio.

24
Jun19

O que se lê nas férias?

vacationbooks.jpg

 

Estive de férias na semana passada num local onde ¾ dos presentes eram estrangeiros. Sorrateiramente foi tentando observar que tipo de livro estariam a ler. Eis algumas conclusões:

Não se pode dizer que tenha detetado um grande número de leitores;

James Paterson (em várias línguas) foi o grande vencedor em número de livros detetados. Lee Child, Lars Kepler, Nora Roberts apareceram de seguida.

Em percentagem diria que papel venceu o digital (esses não consegui identificar os autores) por larga margem. Diria que havia um livro digital por cada seis ou sete em papel.

É verdade que estavam em minoria, não identifiquei um único português a ler um livro.

Percentualmente diria que seriam os ingleses os que vi a ler mais (mais do que alemães, espanhóis, franceses, etc).

Enfim, observações de quem não se consegue desligar dos livros!

24
Jun19

Novidade - "O carrasco" de Daniel Cole

sdadsa.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Um thriller vertiginoso onde o assassinato é uma obra de arte.

Passaram-se dezoito meses, mas as cicatrizes deixadas pelos assassínios da Boneca de Trapos ainda não sararam.

A inspectora-chefe Emily Baxter é convocada para uma reunião com dois agentes americanos - a agente especial Elliot Curtis, do FBI, e o agente especial Damien Rouche, da CIA - que lhe mostram fotografias do mais recente homicídio: um cadáver contorcido numa posição familiar, pendurado na ponte de Brooklyn, com a palavra ISCO esculpida no peito.

Mediante a pressão dos meios de comunicação social, Baxter recebe ordens para ajudar na investigação e acaba por ter de visitar outro local de crime, descobrindo a mesma palavra (ISCO) esculpida no peito da vítima e, no peito do assassino, também morto, a palavra «FANTOCHE».

À medida que, nos dois lados do Atlântico, a espectacularidade e crueza dos homicídios aumenta, a equipa tenta desesperadamente apanhar os culpados. A única esperança é descobrir a quem se destina o «ISCO» e como são escolhidos os «FANTOCHES», mas acima de tudo, quem está a puxar as cordas.

23
Jun19

Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB

ads.png

 

Foram conhecidos na semana passada os candidatos finalistas do Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB.

“Um Bailarino na Batalha”, de Hélia Correia

“Ecologia”, de Joana Bértholo

“Um Muro no Meio do Caminho”, de Julieta Monginho

“O Invisível”, de Rui Lage

“Luanda, Lisboa, Paraíso”, de Djaimilia Pereira de Almeida

Confesso o meu quase total desconhecimento em relação a dois dos livros. Tenho em casa apenas “Um Muro no Meio do Caminho”, de Julieta Monginho cuja leitura tem sido adiada.

Fico com a nota para futuras leituras no campo da ficção.

23
Jun19

Novidade - "Persona" de Eduardo Pitta

ewe.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Versão moderna de uma educação sentimental, Persona estabelece o confronto entre as exigências do corpo, a normatividade social e o policiamento do Estado durante os anos que precederam a descolonização.

«Persona, enquanto texto literário, é insólito, original, de grande qualidade literária, onde o tema das diferenças vai muito além do meramente sexual. Constitui-se de facto como um pequeno romance na medida em que cada um dos contos tem por herói a personagem de Afonso, apanhada em três momentos-chave da sua vida: aos 12, aos 18 e aos 22 anos. A cada idade corresponde a narrativa de uma forma de iniciação. Três etapas de um caminho em direcção à maturidade marcadas pelos encontros, pelos espaços: a escola, uma viagem ao deserto, a vida de guerreiro. Trata-se de um percurso de crescimento e, apesar da brevidade, os episódios revelam-no como a versão moderna de uma educação sentimental. O herói move-se na alta-burguesia, retrata-lhe os tiques e os podres, o discurso tanto mais elegante quanto escabroso, reproduz a snobeira de um distanciamento muito british.»
(Helena Barbas, Expresso)

22
Jun19

Autores que nunca li: Jeffrey Archer II

20190614_172448.jpg

 

Conforme escrevi aqui na semana passada, a questão colocada pelo Ministério dos Livros foi umas das escolhidas para ser apresentada pela Bertrand, numa entrevista, ao escritor Jeffrey Archer aquando da sua passagem por Lisboa e pela Feira do Livro.

Como prémio recebi um exemplar so seu último livro "Contador de História" autorgrafado pelo autor.  Agora já não tenho qualquer desculpa para que Jeffrey Archer continue a ser um dos autores que nunca li!

22
Jun19

Novidade - "A Nossa Casa Está a Arder" de Greta Thunberg, Svante Thunberg, Beata Ernman e Malena Ernman

das.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Greta Thunberg falou claro quando discursou para os líderes mundiais e iniciou a sua luta contra as alterações climáticas, defendendo que «ninguém é demasiado pequeno para fazer a diferença».

A greve à escola pelo clima levada a cabo por uma estudante adolescente em frente do Parlamento sueco tornou-se uma mensagem global que inspirou centenas de milhares de jovens de todo o mundo a seguir o seu exemplo no âmbito dos #fridaysforfuture.

Greta iniciou uma revolução que parece destinada a não parar, uma batalha travada em prol de um futuro sonegado às novas gerações ao ritmo vertiginoso de 100 milhões de barris de petróleo consumidos diariamente.

A Nossa Casa Está a Arder é a história de Greta, dos seus pais e de Beata, sua irmã, que, como ela, sofre de perturbações do espetro autista. É o relato de como uma família sueca decidiu confrontar -se com uma crise iminente que afeta o nosso planeta.

É uma tomada de consciência de que é urgente agir agora, quando nove milhões de pessoas morrem anualmente por causa da poluição. É um grito de socorro de uma rapariga que convenceu a própria família a mudar de vida e que agora procura convencer o mundo inteiro a fazer o mesmo.

21
Jun19

Novidade - "O Gato Malhado" de Clara Cunha

dadadd.jpg

Mais sobre o livro aqui

Da mesma autora do "Cuquedo", livro muito apreciado cá em casa.

Sinopse:

Certa noite, dormia a Lua profundamente, o gato Malhado foi surpreendido por um estrondo vindo do fundo do quintal. O cão Patudo também acordou e pôs-se a ladrar feito um louco desvairado. Alguma coisa tinha caído ali, mesmo no meio do jardim da D. Alzira.

Cão e gato deparavamse agora com um dilema antigo: mostrar um ao outro qual o melhor dos dois, ou juntos, unindo patas, descobrir o invasor que caíra do céu.

20
Jun19

Novidade - "A Grande Família Europeia - Os primeiros 54 000 anos" de Karin Bojs

daadad.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Este livro narra a história da Europa e dos europeus a partir do seu legado genético, da primeira onda de migração que povoou o continente até aos dias de hoje. Seguindo as pistas deixadas pelo seu ADN e viajando por locais de interesse arqueológico por toda a Europa, a autora traça o nosso passado comum da atualidade até à Pré-História.

Bojs visitou vários países para conhecer geneticistas, historiadores e arqueólogos eminentes, acabando por descobrir que os seus (e os nossos) genes contam uma história fascinante, que espelha e acompanha a história da Europa. Esta narrativa científica e de viagem, na primeira pessoa, vai muito além da genealogia pessoal da autora: explora a história escondida nos nossos genes e revela a história partilhada dos povos europeus.

 

 

19
Jun19

Leitura - "A Morte de Ivan Ilitch" de Lev Tolstoi

dd.jpg

Mais sobre o livro aqui

Foi uma leitura de dois dias, sem pressa e não foi uma leitura planeada.

Quando fui de férias na semana passada sabia que “A Viúva Negra” deveria ser suficiente para me ocupar os dias, mas de qualquer forma decidi levar mais um livro pequeno para o caso de ficar sem nada para ler.

No “caixote” de livros que comprei em maio estava este livro “A morte de Ivan Ilitch” de Tolstoi, um livro pequeno que há vários atrás uma pessoa amiga me recomendou e que eu nunca comprei.

Apesar de não ter sido necessário nas férias, no sábado ia arrumá-lo, mas antes disso pus-me a ler o prefácio de António Lobo Antunes e pensei, bom com este prefácio, vou mesmo ter de ler o livro (entre outras coisas Lobo Antunes refere que se trata de uma das maiores obras-primas do espírito humano).

Pois bem, o livro é sem dúvida de “um grande” da literatura mundial, e, sendo um livro pequeno, é efetivamente uma breve, mas muito bem conseguida história sobre a vida (e a morte), o sentido que lhe dados, e não damos, e sobre o que realmente importa. Intemporal.

É um mini-clássico mas pertence aos clássicos. Excelente leitura.

19
Jun19

Novidade - "Olga" de Bernhard Schlink

ads.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Na viragem do século XIX, Olga vive com a avó numa aldeia a leste do império alemão. Órfã e habituada a uma vida dura, tem no inquieto Herbert o seu único companheiro de brincadeiras. Herbert é oriundo de uma família abastada e tem o seu futuro planeado há muito; nele não se inclui uma mulher sem berço e sem meios. No entanto, os dois apaixonam-se e resistem, alimentando a ligação em encontros secretos e desesperados. Até que Herbert decide tomar as rédeas do seu destino num ato de insubordinação que, mais uma vez, não inclui Olga. Vítima da febre expansionista alemã, o jovem decide partir à aventura - primeiro em África e depois numa expedição ao Pólo Norte, da qual não regressará. O tempo passa, mas Olga nunca para de escrever a Herbert, no Ártico, vertendo sobre o papel o seu amor e a sua fúria pelo sacrifício feito em nome da pátria.
Anos mais tarde, Olga conta a sua história. É a história de uma mulher forte, apaixonada e em colisão com os preconceitos do seu tempo.

  Com a nostalgia e a mestria que lhe são características, Bernhard Schlink fala-nos da alma alemã e das vicissitudes de um amor interrompido pela ambição de uma nação. E apresenta-nos a Olga, uma figura literária inesquecível.

18
Jun19

Novidade - "No passado e no futuro estamos todos mortos" de Miguel Esteves Cardoso

add.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

“Pensar na morte é a melhor maneira de dar valor à vida. O tempo que perdemos a fazer coisas que não são prazeres nem nos ensinam nada é um terrível desperdício. O melhor, para dar valor à vida, é fingir e imaginar que se morre todos os dias. É fácil. Estarmos cá, vivos e conscientes, é uma estranha excepção, que vai a favor de todos os que morreram e nunca mais voltaram.”

17
Jun19

Leitura - “A Viúva Negra” de Daniel Silva

250x.jpg

 

Conforme previsto foi concluído, e confesso que me custa dize-lo, em quatro dias o livro de Daniel Silva “A Viúva Negra”. Custa-me porque é mais ou menos com comer alguma coisa que adoramos, quando começa a chegar ao fim já estou a salivar porque vai acabar...

Já aqui escrevi que tenho muitas dificuldades em hierarquizar, em termos de qualidade, os livros de Daniel Silva. Existe um ou outro que estão ligeiramente abaixo das (minhas) expetativas, mas de resto todos são de grande qualidade.

Apesar sido, não tenho dificuldade em afirmar que “A Viúva Negra” estará no Top 3 dos melhores. É um grande livro. Com todos os ingredientes que Daniel Silva nos habituou, um excelente enredo e ao mesmo tempo sem um final de hollywoodesco, em termos de ação (coisa que me agrada muito), mas ao mesmo tempo com uma particularidade: se o autor quisesse terminar a série Allon neste livro poderia tê-lo feito em beleza (e mais não escrevo para não ser spoiler.

Daniel Silva é um autor que eu consigo imaginar a reunir, a compilar, a detalhar informação antes de começar a escrever. As suas obras são um regalo absoluto em termos de lazer e de aprendizagem para quem gosto do tema espionagem, não numa versão James Bond mas numa versão mais terra a terra.

Já não tenho elogios para Daniel Silva. Gostaria muito de o conhecer pessoalmente para lhe dar um aperto de mão e poder transmitir o quando admiro o trabalho que faz.

Haverá um dia em que Gabriel Allon ser vai reformar, mas espero que esse dia ainda venha longe. Para já faltam-me dois livros para estar em dia com as suas história, ou três, se contarmos já com o novo livro que sai no próximo mês.

17
Jun19

Novidade - "Diga não ao plástico" de Harriet Dyer

250xdadadd.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

O plástico está a causar danos irreversíveis no ambiente. Chegou o momento de passarmos à ação.

Diga não ao plástico demonstra que reduzir o uso de plástico no dia a dia não implica uma alteração radical do nosso estilo de vida. Pequenos gestos podem fazer toda a diferença.

Aqui vai encontrar 101 ideias simples para diminuir drasticamente o consumo de plástico: alternativas sem custos adicionais, produtos disponíveis em todas as lojas e soluções que pode criar pessoalmente em casa.
Dê um primeiro passo, o planeta agradece.

Um Leitor

foto do autor

Livros de 2019

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

O Leitor está a ler

Ministério dos Livros no Instagram

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Junho 2019

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30