Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ministério dos Livros

Um blog sobre livros e seus derivados

22
Out19

Leituras - "As Crianças Invisíveis" de Patrícia Reis e "Como se Renovam as Nações" de Jared Diamond

yry.jpg

Tenho andado num jogo de atração / afastamento com este livro há algum tempo. Fiquei muito curioso com o livro depois de ouvir Carlos Vaz Marques falar sobre ele no programa “O Livro do Dia da TSF”, comprei, li as primeiras duas páginas e percebi que ia ser um livro difícil.

Sou pai, e há coisas que hoje mexem comigo de forma muito diferente do que no passado. Coisas que não consigo entender e que me fazem muito impressão, e o mesmo sentimento que me afastou depois de ler as primeiras páginas foi o mesmo que agora me trouxe definitivamente para a sua leitura: para o bem e para o mal o livro é muito bom.

Mais sobre o livro aqui.

0zx.jpg

A outra leitura iniciada ontem foi "Como se renovam as Nações" de Jared Diamond que recebi ontem, oferecido pela Bertrand, oferta que aproveito desde já, e mais uma vez para agradecer.

Trata-se de um livro que trago debaixo de olho desde que li a review de Bill Gates no seu site gatesnotes.

Na semana passada a Cristina sugeriu-me que começasse pela leitura de “Armas, Germes e Aço” e eu tinha intenção de o fazer, no entanto, ontem após receber, fui bisbilhotar o início e acabei por ler algumas páginas... por isso, agora vai de seguida.

Mais sobre o livro aqui.

22
Out19

Novidade - "Conduz o Teu Arado sobre os Ossos dos Mortos" de Olga Tokarczuk

00n.jpg

Mais sobre o livro aqui

Novo livro (não é o mais recente) da autora galardoada na semana passada com o Pémio Nobel.

Sinopse:

Numa remota aldeia polaca, a excêntrica Janina Duszejko, professora reformada, divide os seus dias a traduzir a poesia de William Blake e a observar os sinais da astrologia, fazendo por manter-se afastada das pessoas e próxima dos animais, cuja companhia prefere; mas a pacatez dos seus dias vê-se interrompida quando começam a aparecer mortos vários membros do clube de caça local. Certa de encontrar respostas, Janina decide lançar-se na investigação do caso, chegando a uma estranha teoria que espalhará o terror pela comunidade.

Sob a máscara de policial noir ou fábula macabra, Conduz o Teu Arado Sobre os Ossos dos Mortos é um romance mordaz e desconcertante que questiona a nossa posição acerca dos direitos dos animais e responsabilidade sobre a natureza, bem como todas as ideias preconcebidas sobre a loucura, a justiça e a tradição.

Críticas de imprensa
 
«Podia ser uma versão do filme Fargo, reescrita por Thomas Mann.»
The Telegraph

«Uma entre os poucos assinaláveis romancistas europeus a surgirem neste século.»
The Economist

«Uma surpreendente junção de thriller, comédia e tratado político, escrito por uma autora que combina um intelecto extraordinário com uma sensibilidade anárquica.»
The Guardian
21
Out19

Novidade - "Harry Potter e o Cálice de Fogo - Edição Ilustrada" de J. K. Rowling; Ilustração: Jim Kay

00Q.jpg

Mais sobre o livro aqui

Edição de colecionador!

Sinopse:

A partir do momento em que a Marca Negra arde nos céus sobre a Taça Mundial de Quidditch, o perigo persegue Harry Potter.

Escolhido pelo Cálice de Fogo para representar Hogwarts no lendário Torneio dos Três Feiticeiros.

Harry enfrenta provas de magia e bravura que seriam um desafio até para os feiticeiros mais extraordinários.

Críticas
 
«Adoro a interpretação de Jim Kay do Mundo de Harry Potter. Sinto-me grata e honrada por ele continuar a emprestar-lhe o seu talento.»
J. K. Rowling
21
Out19

A minha wishlist por estes dias

wishlst102019.png

 

Por estes dias, e depois de algumas trocas é esta 1ª Liga dos meus Wished Books (sim, porque há mais, há sempre mais).

Alguns ainda vão ser reduzidos este mês, mas não posso ir com muita sede ao pote senão lá se vai o orçamento.

Uma das prioridades será “Imortal” que quero ler ainda este mês. Outras prioridades: "Life 3.0" e "Como se Renovam as Nações". Nesta fase há muito mais não ficção do que ficção.

Até ao final do ano espero ler mais 6 livros e por isso tenho de fazer uma seleção entre os que já tenho e os que ainda quero comprar.

21
Out19

Novidade - "Aqui a Princesa Salva-se Sozinha" de Amanda Lovelace

0mb.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Aqui Princesa Salva-se Sozinha é um livro sobre amor, perda, sofrimento, redenção e resiliência e, sobretudo, sobre a possibilidade de escrevermos os nossos próprios finais felizes.

Dividido em quatro partes (a princesa, a donzela, a rainha e tu), o livro adapta o imaginário dos contos de fada à realidade feminina do século XXI com delicadeza, emoção e contundência.

Amanda Lovelace, aclamada como uma das principais vozes de sua geração, constrói uma narrativa poética de tons íntimos que nos acolhe em cada verso, tornando-nos cúmplices e intervenientes daquilo que ela descreve.

20
Out19

Novidade - "Povo vs. Democracia" de Yascha Mounk

0sd.jpg

Mais sobre  o livro aqui

Sinopse:

Vamos recuar os relógios até 1989. O Muro de Berlim acaba de cair, e com ele a ameaça comunista. Francis Fukuyama decreta o fim da história: já nada poderá deter as democracias liberais. Passou um quarto de século. Em vários pontos do globo, mesmo nas democracias mais funcionais, abrem-se fissuras.

Segundo Yascha Mounk, três transformações sísmicas explicam o fenómeno. Primeiro, a economia estagnou, e a perda do poder de compra acarretou uma maior desigualdade de rendimentos. Segundo, intensificaram-se os movimentos migratórios, agudizando o sentimento de revolta contra imigrantes. Terceiro, as redes sociais deram voz a uma série de partidos e líderes populistas que antes não tinham tempo de antena - e o que eles prometem, embora irrealizável, é o que as pessoas querem ouvir.

É um cocktail explosivo. E os resultados estão à vista. O Brexit, ou as vitórias de Trump e de Bolsonaro são exemplos gritantes - porque mais próximos. Mas mesmo dentro da aparentemente inexpugnável fortaleza europeia abrem-se brechas - da escalada da extrema-direita na Hungria à subida ao poder de populistas nos países mediterrânicos. À nossa porta temos a Turquia, mais longe ainda a Venezuela de Chávez e Maduro ou a Índia de Modi.

Yascha Mounk, considerado um dos maiores especialistas mundiais na matéria, aponta como causa o crescente divórcio entre os direitos individuais e a vontade popular - um dos combates do século: Povo vs. Democracia.

19
Out19

Novidade - "Agenda Solidária IPO 2020"

00a.jpg

Mais sobre o livro/agenda aqui

Vale sempre muito a pena ajudar!

Sinopse:

A alegria das pequenas coisas

Ao adquirir a Agenda Solidária IPO 2020 está a ajudar o Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil na melhoria das condições de acolhimento dos cerca de 60 mil doentes que estão em tratamento.

Como já é hábito, a Agenda conta com a participação de 12 personalidades portuguesas que, este ano, escrevem 12 histórias inéditas e inspiradoras sobre a alegria das pequenas coisas: um sorriso, um abraço, um brilho no olhar, o chilrear de um pardal, um lugar, um livro, um arco-íris a colorir o céu. Pequenos momentos que marcam toda uma vida, que nos fazem sorrir, que nos dão força e que queremos partilhar e eternizar na mente e no coração. As ilustrações são da autoria da talentosa Joana Rosa Bragança.

Com a compra desta agenda estará a contribuir para a construção de um novo edifício que vai concentrar os cuidados prestados aos doentes em regime ambulatório.

Personalidades:
Chef Kiko • Eduardo Madeira • Luísa Ducla Soares • Francisco Louçã • Tânia Ribas de Oliveira • Isabel Soares • Isabel Stilwell • Ana Bacalhau • Fernando Medina • Conceição Queiroz • José Luís Peixoto • Francisco Ramos

19
Out19

Leitura - "A Ordem Liberal Internacional Terá Chegado ao Fim?" de Niall Ferguson e Fareed Zakaria

09.jpg

Mais sobre o livro aqui

Conclui ontem o livro "A Ordem Liberal Internacional Terá Chegado ao Fim?" de Niall Ferguson e Fareed Zakaria.

O livro é a tradução de um debate entre Niall Ferguson e Fareed Zakaria ocorrido em abril de 2017 em Toronto sobre o tema de dá nome ao título.

É um “confronto” entre duas visões opostas, o otimista Fareed Zakaria e o pessimista Niall Ferguson que esgrimem argumento sobre se teremos ou não chegado ao fum de ordem liberal internacional.

Não há muito consenso entre ambos, em bom rigor nem mesmo sobre o que é a Ordem Liberal Internacional. As suas intervenções permitem ao leitor ficar com uma ideia claro daquilo que os separa e no final conseguir, ou não, perceber para que lado pendem a sua opinião.

Trata-se de um livro que reflete um momento sobre o qual passaram já dois anos, e como diz, Teresa de Sousa no prefácio, muita coisa se alterou, nomeadamente o peso dos argumentos de cada um dos lados. Apesar do debate à data ter sido favorável a Zakaria, se fosse hoje, os argumentos de Fergunson estariam muito mais vivos.

É um bom livro cuja única falha (e não é culpa do livro) é o facto de saber a pouco. O tempo limitado fez com que o debate também fosse limitado. Acho que havia muito mais para debater. De qualquer forma é um livro que vale bem a pena.

Da minha parte, mais uma vez, obrigado à Gradiva pela oferta.

4Estrelas.png

 

19
Out19

Novidade - "A Última Viúva" de Karin Slaughter

0er.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Um sequestro por resolver
Numa noite quente de verão, Michelle Spivey, cientista do Centro para o Controlo de Doenças (CDC) de Atlanta é levada por desconhecidos de um parque de estacionamenteo de um centro comercial. Não há pistas, ela parece ter-se desvanecido como se fosse fumo e as autoridades procuram-na desesperadamente.

Uma explosão devastadora
Passado um mês, a tranquilidade de uma tarde de domingo vê-se sacudida por uma explosão que faz tremer o chão a quilómetros em redor, seguida segundos depois por uma segunda, igualmente potente. O coração de Atlanta, onde se encontra a Universidade de Emory, a sede do FBI da Geórgia, os hospitais e o próprio CDC, foi atacado.

Um inimigo diabólico
A médica forense Sara Linton e o seu namorado, o polícia Will Trent, aparecem na cena do crime... E sem o saberem, mesmo no epicentro de uma conspiração letal que ameaça acabar com a vida de milhares de inocentes. Quando os terroristas sequestram Sara, Will vai-se infiltrar colocando a sua vida em perigo para salvar a mulher e o país que ama.

18
Out19

Novidade - "Churchill - Caminhando com o Destino" de Andrew Roberts

021.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Andrew Roberts recorre a mais de 40 fontes históricas inéditas, incluindo os diários privados do rei Jorge VI, nunca antes usadas em biografias de Churchill, para o retratar de forma mais íntima e completa do que qualquer um dos seus predecessores.

O livro não oculta as falhas de Churchill, mas permite que o leitor aprecie plenamente as virtudes do homem e do seu carácter: a capacidade titânica para trabalhar (e para beber), o talento para compreender as grandes questões do momento, a disponibilidade para correr riscos e a insistência em estar no centro da acção, o bom humor que não o abandonava mesmo em circunstâncias desesperadas, a vitalidade e a força das suas amizades, e a sua extraordinária propensão para chorar em momentos inesperados.

18
Out19

Prémio Literário Fernando Namora para Julieta Monginho

001a.jpg

Julieta Monginho foi a vencedora do Prémio Literário Fernando Namora, com o livro “Um Muro a Meio Caminho”.

O livro centra-se na crise dos refugiados, em particular sírios, e resultou de notas das autoras tiradas depois de ter realizado trabalho de voluntariado na Grécia.

Não se trata de um livro desconhecido para mim. Comprei-o há mais de um ano e desde então deve ter sido o livro em que mais vezes peguei e que acabei sempre por preterir em detrimento de outros.

O livro mereceu ao longo do último ano os mais variados elogias e acaba por culminar agora com a atribuição deste prémio.

Tenho ideia que não vou conseguir adiar a leitura por muito mais tempo.

Mais sobre o livro aqui.

18
Out19

Novidade - "Primavera" de Ali Smith

0es.jpg

Mais sobre o livro aqui

Quem aqui costuma passar sabe que este ano li "Outono" de Ali e que não gostei, por isso se calhar nem dia aqui "recomendar" mais nenhum livro da autora. Sucede que por vezes a ideia de que fui eu que não captei toda a essência do livro ainda me assalta, por isso, um dia destes (lá para 2020) talvez ainda lhe dê outra oportunidade.

Sinopse:

«O que nós queremos é necessidade. Do que nós necessitamos é de querer.»

Richard perdeu a sua melhor amiga, Paddy, mulher que admirava e de quem gostava profundamente. Deprimido e assaltado por incertezas perante o futuro, o velho realizador decide apanhar um comboio em direção à Escócia, sem destino definido. Brit trabalha num centro de detenção de imigrantes, presa a uma realidade que começa a desgastá-la.

Uma manhã, a caminho do trabalho, conhece Florence, uma criança incomum, quase irreal, que acaba por convencê-la também a rumar até ao norte de Inglaterra. E a viagem destas três vidas, carregadas de dúvidas, medos, vontades e sonhos, é não só a sua, como também a do nosso tempo.

Eis a estação da esperança.
Eis a Primavera.

Críticas de imprensa
 
«Primavera é um feito impressionante e um livro para todas as estações.»
Independent

«Uma visão poderosa de almas perdidas numa Grã-Bretanha dividida.»
The Guardian

«O seu melhor livro até à data, um estonteante hino à esperança, unindo o passado e o presente num coro de vozes.»
Observer
17
Out19

Novidade - "Física em 30 Segundos" de Brian Clegg

0ta.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Num mundo em que a física é uma parte essencial dos nossos dias, precisamos de saber distinguir os átomos da antimatéria e conhecer o suficiente para podermos conversar com fluidez sobre a dinâmica de fluidos e ter a certeza sobre o que é o princípio da incerteza.

Neste livro explicamos as grandes ideias que estão na base da nossa vida, desde as ondas eletromagnéticas à gravidade que nos mantém firmemente presos ao chão.

17
Out19

Leitura - "Autópsia" de João Nuno Azambuja

0a.jpg

Mais sobre o livro aqui

Já ouvi (e li) por diversas vezes opiniões de pessoas que consideram que quem escreve ficção científica, fantasia, ou, por exemplo, uma distopia, tem o trabalho facilitado porque pode criar a história de raiz, inventar e não tem de se preocupar muito com a relação com o a realidade. Devo dizer que não concordo e este livro vem confirmar isso mesmo.

Escrever uma distopia como “Autópsia” requer um grande conhecimento da realidade e, em particular o que ela, tem de pior no que toca ao ser humano.

Quando me enviou o livro o autor indicou-me desde logo o mesmo “se centra na indiferença humana perante os avisos da catástrofe ambiental do nosso planeta” e que era “uma sátira aos vícios da humanidade.” Eu referi-lhe que foi precisamente essa parte que mais me interessou.

Devo confessar que demorei um pouco a “entrar” no livro, mas por responsabilidade minha. O meu standard mental de distopia leva-me para um livro de linguagem mais direta, mais de ação e “Autópsia” vai além desse standard com o autor a utilizar uma linguagem mais elaborada e mais rica com o propósito (presumo eu) de conseguir realçar caraterísticas e sentimentos humanos.

Com o decorrer da leitura fica claro onde o autor quer chegar e, na minha opinião fá-lo com mestria. O lote de personagens é um género de Arca de Noé das caraterísticas humanas, boas e más, de Brandão a Wagner passando por Mateus. O enredo foi muito bem construído, em alguns momentos explorado até à exaustão, no que o ser humano tem de pior. Muito bem imaginado e contextualizado com muito português em pano de fundo. Está lá tudo, diria eu.

É curiosa ainda a relação que acabei por fazer entre e livro e um outro muito recente, “O Futuro da Humanidade”: o autor, Michio Kaku, defende que basicamente há um aspeto que pode condicionar todo o nosso futuro, e não é o desenvolvimento tecnológico, é a capacidade / incapacidade humana para evitar a autodestruição. “Autópsia” é também um relato sobre essa capacidade.

Em resumo trata-se de um livro muito bem conseguido, uma distopia que encontra todas as suas sementes no mundo que já temos hoje. Recomendo.

5Estrelas.png

 

17
Out19

Novidade - "Operação Shylock" de Philip Roth

0as.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

E se um sósia desconhecido lhe roubasse o nome, lhe usurpasse a biografia e andasse pelo mundo a fazer-se passar por si?

Neste exercício virtuosístico de facto e ficção, Philip Roth conhece um homem que pode ser ou não ser Philip Roth. Porque alguém com esse nome anda a percorrer o Estado de Israel, promovendo um estranho êxodo dos judeus em sentido inverso, com vista a repovoar a Europa com judeus israelitas de origem europeia. Roth decide travá-lo - ainda que para isso tenha de imitar o seu imitador.

Carregado de suspense, hilariante, imensamente arrebatado, vibrante de inteligência e energia criativa, Operação Shylock é ao mesmo tempo uma história de espionagem, um thriller político, uma reflexão sobre a identidade e uma confissão.

16
Out19

Novidade - "Pensar sem Corrimão" de Hannah Arendt

0w.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Estes ensaios abordam temas que vão desde Karl Marx e a Tradição do Pensamento Político Ocidental até ao totalitarismo e a violência na sociedade americana.

O título é uma referência a um pensamento capaz de dispensar os tradicionais apoios da religião, da moral, da política ou da filosofia.

16
Out19

Curiosidades Livrescas

CL.png

De acordo com um estudo publicado na Social Science & Medicine, a leitura de livros por pelo menos 30 minutos por dia pode aumentar a vida útil de uma pessoa.

Os investigadores descobriram que aqueles que leem livros por meia hora, ou mais, por dia têm uma vantagem de sobrevivência de 23 meses (vivem quase dois anos a mais, em média).

16
Out19

Novidade - "Morrer na Primavera" de Ralf Rothmann

0ac.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

Ralf Rothmann rememora o final da Segunda Guerra Mundial, em fevereiro de 1945, quando o exército alemão está a ponto de sucumbir ante a ofensiva aliada. Os estragos da guerra são visíveis em todo o país. Walter e Friedrich, dois amigos de dezassete anos que trabalham numa vacaria, julgam que nunca serão incorporados no exército e traçam planos para o futuro. Mas acabarão recrutados pelas tropas nazis e assistirão ao caos da debandada das forças alemães.
Aclamada como uma das obras mais importantes da ficção contemporânea alemã, e galardoada, em 2017, com o Prémio Kleist e o Prémio San Clemente, Morrer na Primavera é um romance em que a inocência e a culpa, a liberdade e o destino, a amizade e o dever são convocados por uma escrita límpida e contida, emocionante.

Críticas de imprensa
 
«Uma das obras mais emocionantes e importantes da temporada, e também um desafio. Este romance inaugura oficialmente a era pós-Günther Grass.»

Ina Hartwig, Die Zeit

«O melhor romance, desde há anos, sobre a guerra na Alemanha, um relato pacifista profundamente humano e belo, de validade universal.»

Cecilia Dreymüller, El País

15
Out19

Novidade - "Alterações Climáticas - o que sabemos, o que não sabemos" de Judith A. Curry

0ea.jpg

Mais sobre o livro aqui

Sinopse:

A Terra vive um período de alterações climáticas e de aquecimento global. Sabemos que o comportamento humano e as emissões de CO2 associadas contribuem para esse aquecimento. Mas tanto as alterações climáticas como a sua solução foram ampla e excessivamente simplificadas. De uma forma precoce, uma hipótese passou a teoria dominante, proibindo outras hipóteses e enviesando a investigação científica. Com clareza e frontalidade, uma cientista opõe-se ao actual consenso, que considera desvirtuar o método científico e ser determinado por razões políticas. São muitas as incertezas relativas às interacções gravitacionais e magnéticas do sistema solar, aos vulcões subaquáticos, às oscilações oceânicas a longo prazo e, por isso, este é um livro que nos alerta para o perigo de agirmos sem conhecimento: não resolveremos as alterações climáticas e podemos provocar uma catástrofe humana, gerando atraso, pobreza e morte. Judith A. Curry é climatologista e está na linha da frente do movimento climático céptico. Há 40 anos que a sua investigação incide em furacões, detecção remota, modelação atmosférica, climas polares e interacção ar-mar.

Um Leitor

foto do autor

Livros de 2019

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Um Leitor has read 0 books toward their goal of 25 books.
hide

O Leitor está a ler

O Leitor também está a ler

Parcerias

Ministério dos Livros no Instagram

Email do Blog

blogministeriodoslivros@gmail.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Calendário

Outubro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031